Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Polêmica

Briga de Sasha com mãe de galã fica de fora do reality da família Szafir

Divulgação

Antes de estrear reality show, Luciano Szafir está em cartaz com espetáculo teatral no Rio de Janeiro - Divulgação

Antes de estrear reality show, Luciano Szafir está em cartaz com espetáculo teatral no Rio de Janeiro

ANA CORA LIMA

Publicado em 21/8/2019 - 5h09

Sem trabalhos na televisão desde 2015, Luciano Szafir aceitou participar de um reality show no canal E!. A partir de outubro, ele vai mostrar a rotina da família em Os Szafir, que antes mesmo de estrear já expôs uma rusga entre parentes. Sua filha Sasha Meneghel usou a Justiça para proibir a avó Beth de citar o nome dela na atração, após ela criticar a neta por ser ausente. Apesar do clima quente, o galã avisa que a briga não irá para a TV.

"Sei que em um reality show, infelizmente, o público gosta mesmo quando tem uma confusão, mas eu não quero. Não vejo a necessidade. Como toda família, a minha também tem brigas, discussões. Prefiro resolver internamente as nossas polêmicas", esclarece o ator ao Notícias da TV.

Apesar de fazer parte da grade do mesmo canal e de ter formato similar, Os Szafir está longe de ser uma versão brasileira do Keeping Up with the Kardashians, segundo o ator. A atração norte-americana é famosa pela exposição quase que total dos participantes e seus relacionamentos.

"Nós demoramos para aceitar fazer o programa porque uma das nossas exigências era justamente não ter as câmeras 24 horas [por dia] dentro de casa. Somos completamente diferente deles. A única coisa que eu queria que fosse bem parecida era a conta bancária", brinca ele --as Kardashian são todas milionárias.

Com duas temporadas acertadas em contrato e praticamente já gravadas, Szafir jura que não tem ideia sobre o futuro do programa além desses dois anos iniciais. E ele também descarta o incômodo com as possíveis críticas.

"Estou com 51 anos e passei da idade de me incomodar com a opinião alheia. Estou encarando esse programa como uma oportunidade de mostrar os meus produtos, os meus negócios e divulgar também a banda da minha mulher [Luhanna Melloni], que é uma baita cantora."

Quando fala em negócios, Luciano Szafir se refere a uma franquia de gadgets eletrônicos, à administração de um restaurante recém-aberto em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, e à elaboração de um projeto de estímulo à leitura em parceria com uma editora de livros. Assim, sai de cena o ator para dar lugar ao empresário formado em Economia na capital paulista.

reprodução/record

Szafir interpretou Meketre na novela Os Dez Mandamentos, seu último trabalho na Record

"Comecei a trabalhar cedo com o meu pai, mas depois montei um negócio. Eu me formei e virei modelo por acaso. O ator veio também sem querer por conta do convite para fazer o Júlio em Anjo Mau [1997] na Globo, e lá se vão 22 anos. Sou apaixonado pela profissão, mas é um meio muito instável. Nunca quis ficar na mão e, por isso, sempre trabalhei paralelamente com business", justifica.

Dez anos na Record

Szafir começou na Globo, mas seu último trabalho na televisão foi em Os Dez Mandamentos, na Record, onde ficou durante 10 anos. A decisão de não renovar o contrato com a emissora partiu dele. "Eu quis dar um tempo depois de emendar vários trabalhos. Apresentei alguns programas, mas fiz muitas novelas. E quando você faz uma novela, você não consegue fazer mais nada", explica.

O pai de Sasha, 21 anos, fruto de seu relacionamento com Xuxa Meneghel, e de David, 5, e Mikael, 4, com a cantora Luhanna Melloni, continua: "Desde que saí da Record, resolvi focar mais em coisas que me dessem retorno financeiro. Mas continuei trabalhando como ator no cinema e no teatro".

Desde o início de agosto, ele está em cartaz com a peça O Oráculo, no Rio de Janeiro. O espetáculo, uma adaptação da obra escrita por Arthur Azevedo em 1956, é uma comédia de costumes, gênero que surpreendeu positivamente Szafir.

"Quando li o texto, eu já gostei de cara porque era muito inteligente. Não tenho nada contra, mas, ultimamente, a gente só vê besteirol, narrativas apelativas. Enchi o saco. Quem disse que comédia tem que ter baixaria?", questiona.

Luciano Szafir antecipa que até o fim do ano estará viajando pelo Brasil com o espetáculo teatral. Ele vai gravar dois filmes, um em outubro e outro em dezembro, e aguarda convites oficiais para fazer novelas --já até recebeu um. "Mas ainda não posso falar nada porque não quero correr o risco de perder o papel", desconversa.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?