Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Jornalista consagrado

Após 36 anos na televisão, repórter subaproveitado pede demissão da Globo

Divulgação/Globo

O repórter André Luiz Azevedo, que pediu demissão após 36 anos contratado pela Globo - Divulgação/Globo

O repórter André Luiz Azevedo, que pediu demissão após 36 anos contratado pela Globo

REDAÇÃO

Publicado em 15/11/2018 - 9h00

O jornalista André Luiz Azevedo pediu demissão da Globo nesta semana. Após trabalhar na emissora durante 36 anos, ele tinha alto salário e estava sendo subaproveitado desde que voltou de Portugal, onde foi correspondente até 2015. Azevedo foi um dos profissionais mais ativos da Globo, consagrado como repórter e editor.

O jornalista de 68 anos foi contratado pela Globo em 1982, após ter trabalhado como repórter em jornal impresso e locutor de rádio. Na TV, entrou como repórter local no Rio de Janeiro e logo se tornou editor do RJTV.

Participou de coberturas importantes, como das Diretas Já (1985), do escândalo da Previdência Social (1991) e do assassinato de seu colega de emissora, o jornalista Tim Lopes (1950-2002).

Entre 1996 e 2002, Azevedo foi repórter do Fantástico, e em 2012 se tornou correspondente internacional, cargo que exerceu em Lisboa. No retorno ao Brasil, voltou para a editoria local no Rio, onde fez reportagens especiais e algumas pautas do cotidiano. Em outubro deste ano, foi mediador do debate entre candidatos a governador no Estado de Roraima.

O diretor-geral de Jornalismo da Globo, Ali Kamel, enviou um e-mail à equipe em que homenageou e agradeceu Azevedo pelos anos de televisão. "Ao André Luiz, o meu muito obrigado pessoal. Nossas conversas sempre foram proveitosas _com certeza, para mim. E, em meu nome, o agradecimento da TV Globo. Você foi um dos mais sólidos construtores do nosso jornalismo e da nossa credibilidade. Parabéns e tudo de bom", declarou.

Demissões
André Luiz Azevedo faz parte de uma leva de jornalistas que deixaram a Globo nos últimos meses. No caso dele, por vontade própria, mas outros colegas foram dispensados da emissora.

Izabella Camargo foi demitida no último dia 5, logo após voltar a trabalhar _ela estava de licença médica por sofrer da síndrome de burnout, caracterizada por desgaste emocional, estresse e fadiga. "Estou sendo punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida", disse com exclusividade ao Notícias da TV.

Mais jovem, Camila Silva, que era repórter da Globo, também foi demitida no início de novembro, sem explicar bem o motivo de sua dispensa. Ela já havia sido jogada para escanteio quando Mari Palma foi transferida para a equipe esportiva.

Há um ano, William Waack, contemporâneo de Azevedo, foi afastado e demitido da Globo após ser acusado de racismo. Em entrevista recente, o jornalista afirmou que a Globo é um "ninho de cobras".

Nas redações, os profissionais têm enfrentado uma onda inédita de problemas de saúde física e mental. Muitos apresentam sintomas de depressão, pânico e ansiedade, e houve até casos de infarto e AVC (acidente vascular cerebral).

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas