Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SEM AGLOMERAÇÃO

Altas Horas chega aos 20 anos de Globo, mas pandemia impede festa

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

O sorridente Serginho Groisman no palco da festa de nove anos do Altas Horas, realizada no Piscinão de Ramos

Serginho Groisman na festa de nove anos do Altas Horas, realizada no Piscinão de Ramos (RJ)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 14/10/2020 - 13h43

Em 14 de outubro de 2000, a Globo exibia o primeiro Altas Horas nas madrugadas de sábado para domingo. Desde então, o programa ficou marcado por armar grandes festas e promover encontros com artistas para celebrar a permanência na grade. Em 2020, no entanto, a tradição será quebrada e não terá comemoração em razão da pandemia.

"Não existe razão para festa, existe sim a memória e a celebração. Nós continuamos relembrando os momentos maravilhosos que tivemos e continuamos tendo. E, ano que vem, aí sim, vamos fazer uma festa de comemoração", prometeu Serginho Groisman em comunicado enviado pela Globo à imprensa.

As festas são uma marca do Altas Horas, com comemorações que já foram feitas em lugares como o Piscinão de Ramos, no Rio de Janeiro; a Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador; o Theatro São Pedro, em Porto Alegre; o Teatro Ópera de Arame, em Curitiba; além da Sala São Paulo e o Auditório Ibirapuera, ambos localizados em São Paulo.   

Apresentador e diretor da atração, Serginho tem comandado o programa de casa durante a pandemia. Com entrevistas e quadros virtuais inéditos, o Altas Horas precisou se adaptar a um formato sem auditório e com a exibição de reprises do que aconteceu no palco nos últimos 20 anos.

"Já havíamos planejado um novo conteúdo antes da pandemia, no estúdio. O que aconteceu é que nos adaptamos e estamos produzindo esse material à distância. Eu criei, por exemplo, o [quadro] Nunca Te Vi, Sempre Te Amei para a internet, porque proporcionamos um encontro entre pessoas que não se conhecem e entramos na casa delas, tudo graças à tecnologia", explicou o comunicador.

Em março, na abertura da temporada 2020 e antes da quarentena forçada pela pandemia do novo coronavírus, o Altas Horas chegou a anunciar novidades para os 20 anos, como a possibilidade de contar com uma plateia mais adulta e o retorno da banda da atração, composta apenas por mulheres e que havia sido desmontada no início de 2016.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?