Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

JÁ PODE AGENDAR

Instalação do kit parabólica gratuito chega a SP; veja se você tem direito

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Miniparabólica que faz parte do kit gratuito para a população de baixa renda

Miniparabólica que faz parte do kit gratuito: imagem melhor, sem interferências do 5G

EDUARDO BONJOCH

edubonjoch@gmail.com

Publicado em 28/7/2022 - 20h12

Cerca de 28 mil famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal que recebem sinal de TV pela parabólica na cidade de São Paulo já podem agendar a instalação do kit parabólica gratuito. Com o novo receptor digital e miniparabólica, é possível aposentar de vez a antena grande e continuar a ver os canais abertos sem interferências após a chegada da tecnologia 5G em SP, prevista para as próximas semanas.

A mudança é necessária porque as redes 5G utilizam a mesma faixa de 3,5 GHz (também chamada de banda C) que transporta o sinal analógico de TV captado pelas antenas parabólicas tradicionais. Como o novo sinal de internet móvel é mais forte, pode gerar interferências e até a perda total da imagem dos canais, principalmente nos locais mais próximos de onde estão sendo instaladas as antenas das operadoras.

Para que ninguém fique sem TV, as transmissões estão migrando da banda C para a banda Ku. A principal vantagem é a melhor qualidade de imagem, que passa a ser digital, permitindo a recepção de conteúdo em alta definição. Mas só vai perceber a diferença e se livrar das interferências quem tiver um receptor digital e uma miniparabólica que consiga captar esses sinais.

A entrega e a instalação dos kits gratuitos é realizada pela Siga Antenado (Entidade Administradora da Faixa – EAF), associação criada pelas operadoras Claro, Tim e Vivo. O serviço é agendado pelo 0800-729-2404 ou através do site da entidade. Pela página, o interessado também pode verificar se tem direito ao kit gratuito e se já está sendo distribuído na sua cidade.

Primeira cidade do Brasil a receber os kits gratuitos, Brasília segue com um ritmo de instalações um pouco abaixo do esperado, segundo Leandro Guerra, CEO da Siga Antenado. Um mês após ser liberado o serviço, o número de agendamentos chegou a 2.070 na quarta (27), o que corresponde a 62% das 3.321 instalações previstas pelo programa.

Para ele, o resultado não é uma surpresa, já que a maior dependências das parabólicas está nas cidades do interior e nas áreas rurais, que serão atendidas futuramente. "Tem também a questão do 5G, que está em fase de ampliação da cobertura", afirma. "Assim, as interferências no sinal das parabólicas ainda não afetaram uma parte das famílias."

Se você mora em Brasília, a dica é não perder tempo. Quem está inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais e recebe sinal de TV pela parabólica tem mais 60 dias para agendar a instalação e receber seu kit gratuito. Por enquanto, moradores de Belo Horizonte, Porto Alegre, João Pessoa, São Paulo e Curitiba também já podem fazer seus agendamentos. A meta é chegar a todas as capitais brasileiras até o final de agosto.

O receptor precisa ser digital 

São Paulo já teve 49 mil consultas

Com aproximadamente 28 mil famílias de baixa renda com direito à instalação do kit gratuito, São Paulo tem um número elevado de consultas sobre o programa. Segundo a Siga Antenado, foram 49 mil contatos até a última quarta (27). Na maioria dos casos, são pessoas que querem saber se têm direito aos equipamentos gratuitamente e podem agendar a visita dos técnicos.

Se você não cumpre os requisitos anunciados, mas também depende de uma parabólica grande para ver TV em casa, terá que adquirir o receptor digital e a miniparabólica por conta própria, ou adaptar a antena grande que tem em casa (mais detalhes aqui). O custo de um kit, já com instalação, costuma variar de R$ 550 a R$ 650, de acordo com a região e o frete. Dica: procure um antenista ou profissional da área para executar o serviço.

Nas lojas, a procura pelos kits aumentou. Segundo a Century, um dos principais fabricantes do setor, as vendas cresceram cerca de 15% na segunda quinzena de julho. E, com o aumento das campanhas na TV, os moradores de várias cidades onde o 5G ainda não tem previsão de lançamento já estão antecipando a troca da parabólica.

TUDO SOBRE

TV aberta


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.