Mais zumbis

The Walking Dead ganha série derivada protagonizada por duas mulheres

Divulgação/AMC

A atriz Danai Gurira em imagem da nona temporada de The Walking Dead; drama zumbi ganha spin-off - Divulgação/AMC

A atriz Danai Gurira em imagem da nona temporada de The Walking Dead; drama zumbi ganha spin-off

REDAÇÃO - Publicado em 08/04/2019, às 11h12

O canal AMC confirmou na manhã desta segunda (8) mais um spin-off da série The Walking Dead. Programado para ser lançado no ano que vem, o filhote se passará no futuro dos acontecimentos da série mãe e será protagonizado por duas jovens mulheres. As filmagens começam no meio do ano, no Estado da Virgínia. A atração terá dez episódios na temporada de estreia.

Este é o segundo filhote do popular drama zumbi. Lançado em 2015, Fear The Walking Dead narra os momentos pré-apocalipse zumbi, em Los Angeles. A nova série é mais um produto da franquia The Walking Dead, que também terá três filmes, todos estrelados por Andrew Lincoln, o eterno Rick Grimes.

De acordo com o canal AMC, que exibe a série nos Estados Unidos, a nova atração trará "a primeira geração que surgiu pós-apocalipse. Alguns se tornaram heróis, outros vilões."

A série filhote chega em um momento crítico, após o adeus de Andrew Lincoln, a saída de Lauren Cohan, a Maggie (que pode voltar a qualquer momento) e o anúncio da despedida de Danai Gurira, a Michonne, na próxima temporada.

A nona temporada, encerrada no último dia 31, marcou um novo tempo para The Walking Dead. Se por um lado a trama melhorou muito sob o comando da nova showrunner, Angela Kang, e o drama tem tudo para emplacar sua primeira indicação ao Emmy na disputa entre atores (com Samantha Morton, a Alpha), a temporada foi a menos vista de toda a história da série.

Mas sempre é importante ressaltar que The Walking Dead é ainda uma força na TV, mesmo sem números de audiência gigantescos de temporadas anteriores, que rivalizavam com o alcance de Game of Thrones.

The Walking Dead é a maior audiência da TV paga norte-americana, com o dobro de público da segunda colocada, e tem um dos três comerciais mais caros de toda a TV dos EUA, rivalizando com os hits This Is Us e The Big Bang Theory.

Sem nome definido, a nova série derivada de Walking Dead terá Matt Negrete como showrunner, o faz-tudo da produção. Ele entrou no time do drama zumbi em 2013, na quarta temporada, como roteirista --são 13 episódios escritos no total, incluindo o final da nona temporada. Negrete também trabalhou como produtor e foi promovido a produtor-executivo na estreia da sétima temporada. 

Lucro zumbi

O canal AMC pretende estender a franquia The Walking Dead durante todo o ano. E lucrar com isso. "[A nova série] permite que nós tenhamos zumbis ininterruptamente em quase todos os meses do ano, de fevereiro a novembro", disse Scott Collins, presidente de departamento comercial da AMC.

O potencial de arrecadação com a franquia The Walking Dead é ótimo, mas caiu no ano passado. Em 2018, tanto The Walking Dead e Fear The Walking Dead faturaram US$ 240 milhões (R$ 946 milhões) na venda de propagandas nos respectivos intervalos comerciais. Tal valor foi 8,4% menor se comparado a 2017.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook