Zumbis sem fim

The Walking Dead eterno: Chefão da franquia diz que mais séries vêm aí

Imagens: Divulgação/AMC

O produtor Scott M. Gimple, de camisa clara, ri junto com Andrew Lincoln nos bastidores de Walking Dead

O produtor Scott M. Gimple, de camisa clara, ri junto com Andrew Lincoln nos bastidores de Walking Dead

REDAÇÃO - Publicado em 08/01/2020, às 04h51

A série The Walking Dead caminha para o fim, mas isso não quer dizer que a franquia mais famosa de zumbis vai sair de cena tão cedo. Chefe de conteúdo de todas as coisas relacionadas ao mundo dos mortos-vivos, o produtor Scott M. Gimple tem guardado na manga várias histórias para novas séries ambientadas nesse universo.

Em entrevista ao site da Entertainment Weekly, ele deu uma boa resposta ao ser questionado sobre uma possível saturação das histórias de zumbis com o público. Além de Walking Dead, a série mãe, já existe a Fear, filhote do drama. Há ainda outro spin-off que está por vir, com o subtítulo de World Beyond, e três filmes protagonizados por Andrew Lincoln, o eterno xerife Rick Grimes.

"Sempre vão existir histórias de zumbis, então por que nós mesmos não contamos elas?", indagou Gimple. "Se não fizermos isso, outras pessoas vão fazer. Nós queremos que [a franquia] The Walking Dead represente coisas diferentes, e estamos empenhados em fazer isso."

Ele comentou sobre como essa expansão do universo de Walking Dead pode ser feita. "Atingimos um ponto no qual há muitas histórias contadas em diferentes lugares. E o público entende isso. Desde que façamos histórias realmente excepcionais, que se distinguem uma das outras, com jornadas e emoções distintas, os telespectadores vão desfrutar todo esse conteúdo."

Gimple não pretende tirar o pé do acelerador e  diz que tem como objetivo "fazer mais e mais [séries], com formas de entretenimento diversificados". O produtor deu até exemplos do que pode vir por aí.

Robert Kirkman, criador da HQ de Walking Dead, ao lado de Gimple no programa Talking Dead

"Zumbis contra pessoas são apenas um aspecto da história [da franquia The Walking Dead]. Há também o apocalipse no qual se encontram, assim como gente tentando achar algum respiro de normalidade e paz [no meio do caos], enquanto há outros grupos que almejam a destruição. Enfim, temos à nossa disposição um universo completo de histórias para serem narradas."

"Nosso trabalho é continuar a fazê-las, uma diferente da outra, dentro do possível", continuou Gimple. "Tudo isso para que as tramas não fiquem repetitivas. Cada série deve ter uma abordagem própria e diferenciada."

Na entrevista, Gimple aproveitou para confirmar que The Walking Dead: World Beyond começará sendo ambientada no estado de Nebraska. Como os personagens principais, seis adolescentes, serão andarilhos, diversos lugares serão explorados na jornada. A nova série, programada para estrear em abril, ainda terá conexões com as outras duas atrações da franquia que estão atualmente no ar.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook