Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO SPOTIFY

Um ano sem Maradona: Juca Kfouri investiga morte suspeita do atleta em série

REPRODUÇÃO/FOTOS PÚBLICAS E YOUTUBE

Montagem de fotos com o craque argentino Diego Maradona (à esq.) e o jornalista esportivo Juca Kfouri (à dir.)

Diego Maradona (à esq.) e Juca Kfouri (à dir.); jornalista narra podcast sobre atleta no Spotify

KELLY MIYASHIRO

kelly@noticiasdatv.com

Publicado em 25/11/2021 - 0h01

A morte do craque argentino Diego Maradona (1960-2020) completa um ano nesta quinta-feira (25), e Juca Kfouri investiga os acontecimentos que tomaram os últimos dias de vida do atleta em uma série do Spotify que estreou na última terça (23).

No podcast Os Últimos Dias de Maradona, Kfouri relembra com detalhes seus encontros profissionais com o rival eterno de Edson Arantes Neto, o Pelé, como a primeira vez em que o viu jogar, na Copa do Mundo de 1982, na Espanha. O jornalista esportivo também cita quando o conheceu pessoalmente, na Copa de 1990 (Itália).

A produção ainda revisita a cobertura da imprensa internacional da morte do ídolo do futebol da Argentina, mostra áudios do processo judicial aberto pouco depois da morte do ex-jogador e expõe depoimentos de pessoas próximas ao astro em uma trajetória que busca respostas às circunstâncias suspeitas sobre sua partida, que pode ter sido provocada por negligência da equipe médica que havia cuidado do atleta. 

"O que aconteceu para que a vida de Maradona terminasse assim naquele 25 de novembro de 2020? Nessa série, eu vou te guiar pela investigação conduzida pela nossa equipe na Argentina. Por meses, essa equipe mergulhou por calhamaços de documentos e entrevistou amigos de Maradona", narra Kfouri. 

A investigação vai fundo nos detalhes com o que aconteceu com o ex-jogador, inclusive as acusações de negligência e as decisões questionáveis que podem ter afetado a saúde de Maradona. Vamos reconstruir seus momentos finais. 

No primeiro episódio, o cirurgião Colin Campbell conta que havia sido acionado por um dos seguranças da portaria do condomínio em Tigre (Argentina) onde o ex-futebolista ele estava morando. O médico checou o pulso do ídolo argentino assim que chegou e constatou que o ex-atleta já estava morto há algumas horas.

Constatei um suor frio. Um suor típico de uma pessoa que devia estar morta há duas ou três horas. Não encontrei nenhum sinal vital. Eu olhei para a enfermeira, ela olhou para mim, e não precisamos dizer nada.

O podcast foi lançado simultaneamente em outros países com as vozes do treinador e ex-jogador de futebol Thierry Henry (França e Inglaterra), o ex-jogador do futebol Jorge Valdano (Espanha), o jornalista Matías Martín (Argentina) e o ator Salvatore Esposito (Itália). 

Confira a série: 


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas