Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

EM FEVEREIRO

Série com Al Pacino, Fear The Walking Dead e Rei Leão: 5 estreias da Amazon

DIVULGAÇÃO/AMAZON STUDIOS

Al Panico vestindo um terno e óculos em cena da série Hunters, novidade do Prime Video

Al Pacino interpreta Meyer Offerman, caçador de nazistas nos anos 1970, em nova série original da Amazon

REDAÇÃO

Publicado em 4/2/2020 - 4h30

Filmes premiados e novas séries originais vão entrar no catálogo do serviço de streaming Prime Video em fevereiro. Entre os destaques, estão a série dramática Hunters, com Al Pacino no elenco e Jordan Peele (Corra!, Nós) como produtor-executivo; a nova temporada do spin-off Fear The Walking Dead; e o longa-metragem em live action O Rei Leão (2019).

Outra estreia é a quinta temporada de All or Nothing, série sobre os bastidores de clubes esportivos dentro e fora dos campos. No catálogo de longas-metragens, o premiado O Discurso do Rei (2010) também passa a integrar a lista da plataforma.

Confira abaixo uma seleção das estreias do mês:

DIVULGAÇÃO/AMC

Leslie Fear The Walking Dead

O ator Lennie James no papel de Morgan em nova temporada de spin-off de The Walking Dead


Fear The Walking Dead (quinta temporada, 5/2)

A série que estreou em 2015 tem Los Angeles como cenário e retrata o início do apocalipse zumbi apresentado primeiro em The Walking Dead. Na nova temporada, o grupo sobrevivente liderado por Morgan (Lennie James) tenta localizar e ajudar novos membros, seguindo uma filosofia baseada em comunidade e benevolência.

All or Nothing (quinta temporada, 7/2)

A nova leva de episódios acompanha os Philadelphia Eagles, time de futebol americano profissional.

Nas temporadas anteriores, a produção revelou detalhes sobre a rotina e dificuldades de clubes como Dallas Cowboys, Carolina Panthers e Los Angeles Rams. Em janeiro, a plataforma lançou uma temporada brasileira -(a primeira produção nacional da Amazon, com os bastidores da vitória da Seleção Brasileira de Futebol na Copa América 2019.

O Rei Leão (15/2)

Lançado em 2019, o filme integra a recente onda de regravações em formato live action da Disney --embora o termo seja normalmente usado para se referir a versões com atores de carne e osso, as cenas são todas produzidas por computação gráfica para criar paisagens naturais e personagens com aparência realista.

Assim como o desenho animado de 1994, o título acompanha a jornada de Simba, um jovem leão cujo destino é assumir o posto de rei da selva. Após um armadilha de seu tio Scar, ele abandona o reino rumo a um local distante, onde faz novas amizades e reencontra seu prazer pela vida. O filme foi indicado à categoria de melhores efeitos visuais do Oscar deste ano.

DIVULGAÇÃO/AMAZON STUDIOS

Greg Austin como Travis Leich

Greg Austin é Travis, jovem fanático que adere à causa nazista e assume qualquer trabalho


Hunters (estreia, 21/2)

Criada por David Weil, a série é ambientada na Nova York de 1977. No enredo, um grupo de caçadores de nazistas tenta rastrear oficiais do alto escalão que vivem disfarçados enquanto conspiram para criar um quarto Reich nos Estados Unidos.

A estreia é produzida pelo cineasta Jordan Peele, o mesmo que dirigiu os premiados Corra! (2017) e Nós (2019). No elenco, Al Pacino é o protagonista Meyer Offerman, o líder dos caçadores. Divulgado durante os comerciais do Super Bowl, o trailer da série antecipa o clima de suspense, mistério e violência do roteiro. Assista: 

O Discurso do Rei

Estrelado por Colin Firth, o longa-metragem de 2010 conta a história do rei George 6º (1895-1952), que assume o trono da Inglaterra mas entra em pânico toda vez que precisa falar em público ou no rádio porque é gago. Ele decide contratar um fonoaudiólogo com métodos excêntricos para tentar resolver o problema e se tornar um monarca respeitado.

O filme dirigido por Tom Hooper (A Garota Dinamarquesa, Cats) faturou quatro Oscars nas categorias de melhor filme, ator, diretor e roteiro original.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?