Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVO HOMEM

Na CNN, Reinaldo Gottino abandona crime e fofoca e vira versão brasileira de galã

Fotos: Divulgação/CNN Brasil e CNN

Montagem com os jornalistas Reinaldo Gottino e Anderson Cooper, âncoras da CNN Brasil e da CNN, respectivamente

Os âncoras Reinaldo Gottino e Anderson Cooper, apresentadores do 360º da CNN Brasil e da CNN

DANIEL CASTRO e LUCIANO GUARALDO

Publicado em 4/2/2020 - 4h58
Atualizado em 4/2/2020 - 8h41

Depois de passar cinco anos imerso no jornalismo policial e nas fofocas do Balanço Geral, Reinaldo Gottino vai surgir bem diferente em março em sua volta à TV. Na CNN Brasil, ele estará à frente do programa CNN 360°, versão do Anderson Cooper 360°, exibido desde 2003 pelo canal de notícias americano e cujo apresentador chama a atenção por seu jeito de galã.

O formato da atração mistura notícias políticas, econômicas e comportamentais quentes (do momento) com análises de diferentes pontos de vista --daí o nome 360°, uma referência a um círculo completo. Na última semana, por exemplo, debateu-se do julgamento do impeachment de Donald Trump à morte trágica de Kobe Bryant.

Mas casos policiais trágicos, como os que Gottino costumava abordar (com muita audiência) no vespertino da Record, não têm vez no programa. No 360°, o âncora trocará os exageros sensacionalistas por uma abordagem mais sóbria. Em comum com seu programa anterior, está o fato de poder dar sua opinião sobre os temas explorados --em meio a vários entrevistados e especialistas, Anderson Cooper também faz comentários com a sua visão dos assuntos atuais nos EUA.

O 360° brasileiro será exibido no primeiro horário do prime time, entre o fim da tarde e o início da noite. Assim, Gottino irá ao ar antes dos jornalísticos apresentados por Monalisa Perrone, William Waack e Daniela Lima. Nos Estados Unidos, o AC360° é transmitido um pouco mais tarde, às 20h (no fuso de Nova York).

Se seguir o formato original à risca, o âncora brasileiro não ficará restrito ao estúdio que a CNN construiu na avenida Paulista, no coração de São Paulo. Em grandes coberturas, como terremotos, furacões ou movimentação política, Cooper troca Nova York pelo local do evento --já apresentou seu programa diretamente de Nova Orleans (na época do furacão Katrina), do Haiti (no terremoto de 2010) e até das Filipinas. Ele também viaja com frequência para Washington.

Logos de alguns programas da CNN foram revelados pela revista Propaganda (Reprodução/Propaganda)

A nova edição da revista Propaganda revelou em primeira mão a identidade visual de seis programas da CNN Brasil (veja ao lado), entre elas a do 360°.

Entre as atrações do canal estão o CNN Séries Originais, que Evaristo Costa apresentará nas noites de domingo e mostrará grandes reportagens nacionais ou estrangeiras. Já o casal Mari Palma e Phelipe Siani estará à frente do Live CNN Brasil, no ar nas manhãs de segunda a sexta.

Nas noites de segunda a sexta, o canal de notícias terá uma faixa de documentários, o Realidade CNN, que mostrará produções sobre história, ciência, economia e viagens. Mais de 300 horas já foram adquiridas de duas grandes produtoras internacionais, mas quem elas são e quais produtos estão no catálogo são informações mantidas em segredo pela direção.

Contrato de cinco anos

Gottino deixou a Record em 16 de setembro do ano passado, após assinar um contrato de cinco anos com a CNN Brasil. Ele se colocou à disposição da emissora para cumprir seu acordo até o fim daquele mês, mas foi prontamente substituído no Balanço Geral --atualmente comandado por Geraldo Luís.

Apesar de ser um fenômento de audiência, vencendo com tanta frequência a Globo que provocou a morte do Vídeo Show, o jornalista se sentia desprestigiado na antiga emissora. Percebeu que a direção não lhe dava o devido valor, já que paga muito mais para contratados que dão menos audiência. O Notícias da TV apurou que ele recebia cerca de R$ 100 mil mensais --deve ganhar o dobro na CNN Brasil. 

Mas o que foi determinante mesmo para a sua saída foi a estratégia arrogante da Record. A menos de 15 dias do vencimento do contrato de Gottino, a emissora ainda não havia o chamado para discutir a renovação. Pretendia deixar para a última hora, para deixá-lo em uma situação desfavorável.

A arrogância se revelou um grande vacilo. A CNN Brasil foi mais esperta. Quem o levou para o novo canal de notícia foram os mesmos executivos de Jornalismo que apostaram nele nos últimos anos --o CEO da CNN Brasil, Douglas Tavolaro, era vice-presidente de Jornalismo da Record até janeiro de 2019

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?