Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ALL RISE

Roteiristas pedem demissão em massa de série e acusam produtor de racismo

Divulgação/CBS

Simone Missick é a juíza Lola Carmichael em All Rise

Simone Missick é a protagonista de All Rise; roteiristas da série pediram demissão e acusam produtor de racismo

REDAÇÃO

Publicado em 20/8/2020 - 20h26

Cinco roteiristas de All Rise, série exibida pela rede norte-americana CBS, pediram demissão de seus trabalhos após conflitos com o showrunner (espécie de responsável criativo) Greg Spottiswood. O quinteto acusa o produtor de ter abordagens racistas em alguns temas da série, protagonizada pela atriz negra Simone Missick.

De acordo com uma reportagem do jornal The New York Times, o grupo já estava saturado com relação às atitudes de Spottiswood. "Nós tivémos muito trabalho nos bastidores para evitar que os roteiros soassem racistas e ofensivos", revelou Shernold Edwards, um dos roteiristas envolvidos no caso.

Dos cinco escritores que solicitaram a saída da série, três são não-brancos. Spottiswood, por sua vez, é branco.

Ainda em entrevista à publicação, Edwards citou uma situação envolvendo um episódio da primeira temporada escrito por Greg Nelson, que também é branco. A trama apresentaria uma gangue de garotos latinos portando machetes (um tipo de facão) e aterrorizando pessoas nas ruas de Los Angeles.

Lindsay Mendez, atriz de origem latina do elenco, teria se recusado a gravar suas cenas ao tomar conhecimendo do enredo. Spottiswood aceitou, então, retirar as armas e modificar a história.

Sunil Nayar, que trabalhava ao lado do showrunner na equipe, também apresentou sua renúncia depois que seus esforços para que All Rise refletisse com precisão as experiências dos negros e de outras minorias não foram ouvidos.

"Ficou claro para mim, depois que eu deixei a série, que eu só estava lá por ser moreno. Greg me contratou para ser o cara moreno dele", disse ao New York Times. Nayar deixou o posto de produtor em novembro de 2019.

Ao site TV Line, a Warner Bros, estúdio responsável pelas gravações de All Rise, respondeu que uma investigação minuciosa foi feita internamente, mas que não foram encontrados indícios que justificassem a demissão de Spottiswood.

"Nós identificamos áreas que necessitam de mudanças e aplicamos novos procedimentos e protocolos que estão trazendo as melhorias necessárias para seguir com a série", escreveram.

A empresa ainda afirmou que fez esforços para manter Nayar como produtor-executivo de All Rise, mas que ele se recusou a continuar. "Com respeito a todos os roteiristas que nos deixaram, nós valorizamos muito nossa equipe, incluindo o Sr. Edwards, e nosso grande objetivo era mantê-los. Nós estamos muito orgulhosos da série e as contribuições de toda a nossa equipe de roteiristas".

Depois da publicação do artigo, Spottiswood compartilhou um comunicado à imprensa assumindo que o seu modo de trabalhar pode ter sido desagradável para algumas pessoas.

"Reconheço que tenho um tom retórico e professoral, o que pode ser interpretado por alguns como condescendente, e que posso ficar na defensiva em conversas e debates criativos. Continuo fortemente comprometido em melhorar meu estilo e habilidades de comunicação e em ser um líder mais inclusivo --me certificando de que escritores e artistas não sejam apenas ouvidos, mas que se sintam ouvidos, respeitados, seguros e valorizados", concluiu.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?