Medo da MERS

O dia em que Grey's Anatomy tratou médica com suspeita de coronavírus

Imagens: Reprodução/ABC

Sarah Drew assustada por trás de uma parede de vidro que a isolou em um episódio de Grey's Anatomy

A atriz Sarah Drew na 12ª temporada de Grey's Anatomy; médica ficou isolada com suspeita de coronavírus

JOÃO DA PAZ - Publicado em 19/03/2020, às 05h28

Ao longo de 15 anos, Grey's Anatomy tratou de casos medicinais bizarros (homem grávido) aos mais sérios (tumor no cérebro, por exemplo). Mas o drama hospitalar também teve um "momento vidente" e abordou uma paciente suspeita de coronavírus lá na 12ª temporada, quatro anos antes da pandemia que assola o mundo.

Exibido em outubro de 2015, o episódio Walking Tall (De Cabeça Erguida, de acordo com a tradução oficial) narrou os apuros da médica April Kepner (Sarah Drew), que tinha acabado de chegar a Seattle após uma viagem à Jordânia. Dentro do vestiário, pronta para vestir sua roupa de cirurgiã, ela ficou só de sutiã, e Arizona (Jessica Capshaw) viu manchas vermelhas nas costas da amiga.

Sabendo que April estava com gripe, febre e tosse, Arizona imediatamente cobriu o rosto com uma máscara, chamou a chefe de cirurgia do hospital Grey Sloan Memorial, a mandona Miranda Bailey (Chandra Wilson), e elas foram radicais: colocaram April em uma quarto especial fechado, uma espécie de bolha, para ninguém chegar perto dela e correr risco de ser contaminado.

Então marido de April, o cirurgião plástico Jackson Avery (Jesse Williams) se aproximou de Arizona e Miranda. O trio começou a discutir o que a colega confinada poderia ter. Assim que infectologistas do hospital descartaram antraz (uma doença bacteriana), Jackson questionou: "Alguém falou em Mers?", isso na versão legendada. Já a dublagem disse: "Alguma chance de coronavírus?".

Na época, a doença respiratória que assombrava o mundo era a Mers (Middle East Respiratory Syndrome), a síndrome respiratória do Oriente Médio. Como April havia passado três meses naquela região, os médicos de Grey's Anatomy suspeitaram que ela estaria com essa doença, oriunda da família coronavírus. A Mers é uma variante do coronavírus, assim como a atual Covid-19.

Tão contagiosa como qualquer coronavírus, a Mers foi detectada pela primeira vez na Arábia Saudita, em 2012. Os sintomas são parecidos com gripes e resfriados. A doença, com uma letalidade alta, na casa dos 30%, se espalhou pelo mundo. Mas a OMS (Organização Mundial da Saúde) não chegou a declarar uma emergência mundial. A Mers foi tratada como epidemia.

Jesse Williams encara Sarah Drew dentro de uma 'bolha' em episódio da série Grey's Anatomy

A preocupação dos médicos de Grey's Anatomy tinha razão de ser, devido às incertezas do caso. Até saírem os resultados de testes, April ficou totalmente isolada. Uma enfermeira entrou na "bolha" com uma roupa especial, pegou todas as roupas de médica e cuidou da paciente. O diagnóstico saiu da boca de Jackson.

"Pelo visto, você não está com a síndrome respiratória do coronavírus", disse a versão dublada do personagem, feita pelo ator Duda Ribeiro. Na versão legendada, a tradução ficou assim: "Os resultados eliminaram [a chance] de síndrome respiratória do Oriente Médio".

O que April tinha, afinal? Após testes e mais testes, e 12 horas como paciente no hospital no qual trabalhava, saiu o diagnóstico. Ela estava com uma dermatite de contato (inflamação na pele) e ganhou alta, recebendo de volta suas roupas, livres de qualquer contaminação.

Grey's Anatomy está atualmente com a 16ª temporada suspensa por causa da pandemia. Aqui no Brasil, os episódios inéditos vão ao ar nas noites de terça-feira no Sony Channel, às 21h. As outras 15 temporadas estão disponíveis na Netflix.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook