Framboesa de Ouro da TV

Haja semancol! As piores séries candidatas ao Emmy de melhor comédia e drama

Divulgação/Netflix

A atriz Debby Ryan, ex-Disney, na comédia Insatiable; coroa para uma das piores séries da temporada - Divulgação/Netflix

A atriz Debby Ryan, ex-Disney, na comédia Insatiable; coroa para uma das piores séries da temporada

JOÃO DA PAZ - Publicado em 17/06/2019, às 05h46

A TV norte-americana exibe cerca de 500 séries. Algumas são verdadeiras obras-primas, de fazer inveja aos grandes filmes do cinema. Mas, entre as 273 produções que buscam uma vaga no Emmy deste ano, algumas delas são tão ruins, tão flopadas, que faltou um gole de semancol aos seus produtores. São os casos das criticadas Insatiable e Punho de Ferro, ambas da Netflix, e de The Fix, drama medonho da ABC.

Inspirado no prêmio Framboesa de Ouro, que premia os piores filmes em uma paródia do Oscar, o Notícias da TV fez uma lista com os sete piores dramas e as sete piores comédias que se inscreveram ao Emmy deste ano. Ao todo, são 108 séries candidatas como melhor comédia. Entre os dramas, são 165.

O período de votação para o Emmy de verdade começou no último dia 10 e vai até dia 24. Os indicados serão anunciados em 16 de julho, e os vencedores vão receber suas estatuetas em cerimônia a ser realizada em 22 de setembro.

divulgação/abc

Conhecida por The Mentalist, Robin Turney naufragou junto com o drama medonho The Fix


Piores dramas

The Fix (exibida no Brasil no AXN)
The Good Cop (Netflix)
Máquina Mortífera (Warner)
Punho de Ferro (Netflix)
The Village (Globoplay, em breve)
Proven Innocent (inédita)
UnReal (Lifetime)

A briga nessa categoria é bem apertada, mas The Fix (2019) sai na frente. O drama se encaixa perfeitamente naquele meme da internet: "Copia, só não faz igual". Não é uma mera coincidência que a trama, sobre um negro rico e famoso, suspeito de matar a namorada loira e branca, se pareça com American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson (2016). O suposto assassino só troca de profissão: sai o jogador de futebol americano, entra um ator.

A semelhança ocorre porque The Fix foi cocriada e tem a produção-executiva de Marcia Clark, advogada que representou o lado da acusação no embate com o ex-atleta O.J. Simpson. A série não passou da primeira temporada.

No cangote de The Fix está Punho de Ferro (2017-2018), que no consenso geral é a pior série dos quadrinhos da Marvel feita pela Netflix. O herói, vivido por Finn Jones, tem uma história mirabolante, tão difícil de entender que ele vira piada entre os outros poderosos da editora, como mostra a minissérie Os Defensores (2017).

A disputa daí para baixo é feia. Imagine votar em uma série que teve um protagonista demitido e outro que ameaçou sair em meio a bastidores surreais de agressão e hostilidade expostos na mídia? Essa é Máquina Mortífera (2016-2019), uma série que começou bem, mas se perdeu em escândalos e acabou cancelada

Difícil também é dar crédito a séries flopadas do naipe de The Village (2019), que tentou ser uma nova This Is Us; The Good Cop (2018), cancelada menos de dois meses depois da estreia; e Proven Innocent (2019), série de advogados das piores, protagonizada por Rachelle Lefevre, ex-Under The Dome (2013-2015).

A menção honrosa fica com UnReal (2015-2018), que teve uma primeira temporada promissora e conseguiu manter um bom ritmo nas temporadas seguintes ao expor os bastidores de um reality show de namoro --até recebeu uma indicação ao Emmy na categoria roteiro. Mas no quarto ano, o de despedida, correu atrás do próprio rabo ao querer repetir os episódios áureos. Os barracos e absurdos azedaram a receita.

divulgação/cbs

Tone Bell e Nina Dobrev formaram um casal na comédia Fam, cancelada após a 1ª temporada


Piores comédia

Abby's (inédita)
Fam (inédita)
Insatiable (Netflix)
Turn Up Charlie (Netflix)
Sideswiped (YouTube)
Friends From College (Netflix)
Tacoma FD (inédita)

Taxada de gordofóbica, Insatiable ostenta o ingrato rótulo de ter a pior avaliação, no site Metacritic, entre todas as séries já produzidas pela Netflix: recebeu nota 25 de 100. A comédia, lançada em agosto do ano passado, sofreu uma enxurrada de críticas negativas por ridicularizar pessoas obesas e passar a mensagem de que só é feliz quem é magra. Para a revista Variety, Insatiable foi "muito pior do que o esperado".

Mesmo assim, na maior cara de pau, a série quer uma vaga entre as sete melhores comédias da temporada 2018-2019. Insatiable só não passaria vergonha em uma disputa pelo troféu de pior comédia. Nesse caso, seria favorita.

Do volume insano de séries lançadas pela Netflix recentemente, também saíram outras comédias amargas, sem nenhum pingo de graça, como Friends From College (2017-2019) e Turn Up Charlie.

Até o YouTube precisa ser lembrado com a aventureira Sideswiped. Alguém teve a esdrúxula ideia de fazer uma série sobre uma solteirona encalhada de 35 anos que, após dizer "não" para muitas paqueras, decide sair com todos os homens (252!) com quem deu match no Tinder, o popular aplicativo de relacionamentos. A série acabou depois da primeira temporada.

Outras comédias ruinzinhas canceladas no ano de estreia também merecem uma lembrança nada honrosa: Abby's (2019), trama sobre um bar ao ar livre; e Fam (2019), protagonizada por Nina Dobrev, ex-The Vampire Diaires (2009-2017).

Tacoma FD, tentativa fracassada de ser uma Brooklyn Nine-Nine só que em um corpo de bombeiros, também tem espaço reservado entre as piores.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é o casal mais quente de A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook