Mercado

Com quase 500 séries no ar, TV dos Estados Unidos bate recorde em 2017

Divulgação/Hulu

Elisabeth Moss em The Handmaid's Tale; série da plataforma Hulu é atual detentora do Emmy - Divulgação/Hulu

Elisabeth Moss em The Handmaid's Tale; série da plataforma Hulu é atual detentora do Emmy

REDAÇÃO - Publicado em 05/01/2018, às 17h36

A TV norte-americana bateu recorde em 2017 ao exibir 487 séries, um crescimento de 7% em comparação ao ano anterior. O número foi divulgado pelo diretor-executivo do canal FX, John Landgraf, em painel do seminário da TCA (Associação dos Críticos de Televisão dos Estados Unidos), realizado nesta sexta (5).

Essa grande quantidade de séries se deve a participação de plataformas de streaming no mercado. Em 2016, as empresas desse ramo, como Netflix e Amazon, exibiram 90 atrações; em 2017 foram 117.

Quem saiu perdendo foram os canais básicos da TV paga. Houve uma queda de 4% na produção de séries, e o total caiu de 183 no ano passado para 175. Alguns canais aventureiros no mundo das produções roteirizadas, como A&E e WGN, deixaram de fazer séries e contribuíram para esse declínio.

Já na TV aberta, nunca antes foi visto um volume tão grande de séries no ar: 153, três a mais do que a marca atingida em 2015.

Comparado a seis anos atrás, época na qual os serviços de streaming ainda engatinhavam, o crescimento na produção de séries assusta. Somadas todas as formas de distribuição, houve um aumento de 69% (288 a 487).

De 2012 até o ano passado, as plataformas de streaming tiveram um salto gigantesco na indústria de séries: de 15 para 117, aumento de 680%. As empresas de streaming são as que mais investem nesse mercado. De acordo com Landgraf, foi isso que forçou a Disney a comprar grande parte do grupo Fox e criar uma plataforma on-line para entrar no jogo.

Somente em 2018, a Netflix espera investir cerca de US$ 7 bilhões (R$ 22,6 bilhões) em conteúdo, contra US$ 4,5 bilhões (R$ 14,5 bilhões) da Amazon e US$ 1 bilhão (R$ 3,23 bilhões) da Hulu. O negócio traz resultados positivos, tanto pela parte do público quanto da crítica. Os atuais vencedores do Emmy e do Globo de Ouro são produções de plataformas de streaming: The Handmaid"s Tale (Hulu) e The Crown (Netflix), respectivamente.

Leia também

 

 

Enquete

Afinal, como você avalia Bruna Marquezine em Deus Salve o Rei?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook