PAUL, O CARA

Há 20 anos, Bruce Willis atuou em Friends para pagar aposta e ganhou um Emmy

Divulgação/NBC

Os atores Bruce Willis e Jennifer Aniston sorriem um para o outro em cena da comédia Friends

Bruce Willis com Jennifer Aniston no 22º episódio da sexta temporada de Friends; ator ganhou um Emmy

JOÃO DA PAZ - Publicado em 04/05/2020, às 05h08

Exatamente há 20 anos, Bruce Willis virou uma "máquina do amor" em Friends (1994-2004), um dos micos que ele pagou na comédia por causa de uma aposta feita com o ator Matthew Perry, integrante do sexteto da série lendária. A interpretação de um coroa gostosão, namorado da personagem de Jennifer Aniston, acabou lhe rendendo um Emmy.

No dia 4 de maio de 2000 foi ao ar nos Estados Unidos o episódio Aquele em Que Paul é o Cara, o 22º segundo da sexta temporada (disponível na Netflix; Friends também é atração da Warner). Essa foi uma das três participações que Willis fez como Paul, sogro de Ross (David Schwimmer) e peguete de Rachel (Jennifer).

Professor universitário, Ross estava em um relacionamento com a aluna Elizabeth Stevens (Alexandra Holden), filha de Paul. O casal apaixonado planejou uma fugidinha para terem um tempo a sós em uma cabana da família da jovem. Mal esperavam eles que Paul e Rachel pensariam o mesmo.

Paul e Ross não se bicavam, pois o personagem de Willis não via com bons olhos o relacionamento de Elizabeth com um homem mais velho. A surpresa do encontro na cabana fez Ross se esconder do sogro, para evitar um confronto.

Paul (Bruce Willis) e a dancinha da "máquina do amor"

Sem querer, o professor foi parar no quarto de Paul, bem embaixo da cama dele. A situação embaraçosa acabou favorecendo Ross. Com uma vista privilegiada, ele viu Paul encarar o espelho e conversar consigo mesmo, truque para ganhar confiança para encarar o romance com Rachel --que, ironicamente, era mais nova do que ele.

Paul desabotoou a camisa e apontou para o espelho, dizendo "você o cara”. Falou ainda mais para si: "Continua gostoso, ainda está sexy, uma máquina do amor". Tudo acompanhado de uma música e dancinha rídicula e engraçada.

Ross usou o que viu escondido para chantagear Paul. O professor ameaçou, indiretamente e com várias insinuações, que contaria o que viu para Rachel. Em um passe de mágica, os dois viraram amigos e se entenderam.

Willis saiu de cena em Friends no episódio seguinte. Rachel achava que o relacionamento com Paul estava superficial, pois ela não o conhecia direito. Após convencê-lo a se abrir mais, a compartilhar sentimentos e contar histórias do passado, Rachel se arrependeu. Paul se transformou em uma cachoeira de lágrimas ao trazer à memória acontecimentos da infância que o machucaram.

Foi outro mico de Willis, que passou o capítulo chorando aos berros, em posição fetal no colo da namorada, que o dispensou.

divulgação/warner bros.

Matthew Perry com Bruce Willis no filme Meu Vizinho Mafioso, sucesso de bilheteria mundial


Aposta e Emmy

As palhaçadas que Bruce Willis fez em Friends deu frutos. Conhecido por filmes de ação como os da franquia Duro de Matar (1988), ele topou o desafio de participar da atração icônica. E depois de tanta zoeira marcou seu nome na história: ganhou o Emmy de melhor ator convidado em série de comédia, na edição do ano 2000.

Essa foi a segunda estatueta da carreira --a outra foi recebida por A Gata e O Rato (1985-1989), como melhor ator de drama. Willis faz parte de um seleto rol de celebridades que atuaram em Friends (de Julia Roberts a Brad Piit) e foi o primeiro a arrebatar o Oscar da TV. Depois dele, só Christina Applegate venceu uma categoria da premiação entre os atores convidados, por viver uma das irmãs da Rachel.

E pensar que tudo isso não passou de uma aposta. Em fevereiro de 2000, chegou aos cinemas americanos o filme Meu Vizinho Mafioso, estrelado por Willis ao lado de Matthew Perry, o Chandler de Friends. O longa surgiu como uma comédia despretensiosa, mas Perry acreditava no sucesso da produção. E fez uma aposta com o colega: se o filme estreasse em primeiro lugar nas bilheterias dos Estados Unidos, Willis teria de atuar em Friends.

Meu Vizinho Mafioso não foi apenas líder de bilheteria nos EUA, e sim um verdadeiro hit no mundo todo, arrecadando US$ 104 milhões (R$ 565 milhões) --o filme custou US$ 41 milhões (R$ 222 milhões). Meu Vizinho Mafioso 2 nasceu quatro anos depois, porém foi um flop nos cinemas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook