Living Single

É verdade que Friends é uma cópia de série com seis amigos negros em Nova York?

Divulgação/NBC/Fox

Montagem com os elencos de Friends e Living Single, série com premissa parecida, sobre amigos em Nova York

Elenco de Friends ao lado de atores de Living Single; séries sobre seis amigos solteiros em Nova York

JOÃO DA PAZ - Publicado em 19/09/2019, às 05h41

Seis amigos se encontram em um apartamento em Nova York e conversam sobre tudo, de problemas no emprego a vida amorosa. Uma delas é a anfitriã, que mora com uma patricinha. Elas recebem um vizinho mulherengo e uma colega avoada. Essa descrição lembra Friends (1994-2004), mas na verdade é a premissa de Living Single (1993-1998). Há uma diferença crucial: a comédia menos famosa só tinha protagonistas negros.

Como Friends só estreou um ano depois de Living Single, alguns fãs levantaram o seguinte questionamento: será que a série badalada, que completa 25 anos no próximo domingo (22), é uma cópia da outra? Dos anos 1990 até hoje, muitos acreditam que sim, principalmente os atores de Living Single.

Nada se cria, tudo se copia. Logo, dizer que uma série consegue ser 100% original é impossível. A própria Living Single tem semelhanças com outras comédias que vieram antes e falavam sobre amizade, como Cheers (1982-1993). Mas não há dúvidas de que Friends é assustadoramente similar a Living Single.

Na série com negros, Queen Latifah interpretava Khadijah James, editora e dona da revista Flavor Magazine. A Monica (Courteney Cox) de Friends espelhou traços dessa personagem, aquela que recebe a turma em casa e serve como uma irmã mais velha dos colegas, disparando conselhos e afagos.

O galanteador de Living Single era Kyle Barker (T.C. Carson), vizinho de Khadijah e corretor especializado em ações na Bolsa de Valores. Ele não perdia a oportunidade de cantar as amigas de Khadijah e se gabava de suas aventuras sexuais. Qualquer semelhança com Joey (Matt LeBlanc) não é mera coincidência...

Khadijah dividia seu apartamento com uma amiga de infância, a patricinha Regine (Kim Fields). Assim como Monica, que também abrigou a mimada Rachel (Jennifer Aniston), ambas amigas de longa data.

Uma das melhores personagens de Living Single, a divertidíssima Synclaire (Kim Coles) encantava o grupo de amigos com seus comentários inocentes e um tanto sem noção. Do nada ela interrompia o papo para soltar um comentário aleatório. Em Friends, Phoebe (Lisa Kudrow) é toda Synclaire, até com roupas parecidas.

reprodução/fox/nbc

Kim Coles fazia a personagem bobinha de Living Single, papel de Lisa Kudrow em Friends


Atores sabiam

Convencido de que Friends copiou Living Single? Os atores da série jamais hesitaram em dizer que sim, uma imitou a outra. Há dois anos, em entrevista ao talk show de Andy Cohen, Queen Latifah deixou isso claro. O apresentou lhe perguntou: "Quando Friends foi lançada, você pensou assim: 'Espera aí, acho que já estamos fazendo algo assim'". A atriz devolveu de bate-pronto: "Não. Nós tínhamos certeza".

Ela aproveitou a ocasião para contar uma história. Antes de Friends estrear na rede NBC, o vice-presidente da emissora na época, Warren Littlefield, não titubeou ao ser questionado qual série da concorrência ele gostaria de ter na NBC. Ele respondeu a própria Living Single, da rival Fox.

Assim que Friends entrou no ar, o elenco de Living Single ficou de boca aberta ao ver uma versão com atores brancos de sua comédia. Em entrevista ao canal Comedy Hype, no YouTube, divulgada em abril deste ano, o ator John Henton relembrou como reagiu assim que se deparou com Friends na TV.

"Eu fiquei irritado. Eu sabia que éramos nós [em Friends], que era a nossa ideia ali. Fiquei bravo porque não ganhamos nenhum crédito [pelo formato]", falou o intérprete do faz-tudo Overton, em Living Single. Nessa conversa, Henton foi explícito ao chamar Friends de cópia várias vezes.

A primeira temporada de Living Single foi exibida pela Fox aos domingos. No segundo ano, a série foi programada para ir ao ar nas noites de quinta, às 20h30, justamente no mesmo horário de Friends, exibida na rede NBC.

Cada um tinha um público-alvo. Living Single era voltada ao público negro. E Friends, ao público branco. Isso foi evidenciado no livro Generation Friends (Geração Friends, em tradução livre), lançado na última terça-feira (17) nos Estados Unidos, sobre os bastidores e segredos da comédia da NBC.

divulgação/fox

Kim Fields, Queen Latifah, Kim Coles e Erika Alexander em Living Single; conversas na cozinha

 

Representatividade e feminismo

O autor Saul Austerlitz tocou em um dos assuntos mais polêmicos em torno de Friends, que é a falta de personagens negros nos episódios. De acordo com o escritor, o elenco da série é predominantemente branco porque os executivos da NBC tinham medo de como o público, majoritariamente formado por brancos, iria reagir ao ver personagens negros na série. Temiam a falta de identificação.

Fato é que na temporada 1994-1995, a que botou as duas séries para duelar pela primeira vez, Living Single foi o 83º programa mais visto da TV americana, entre os adultos. E Friends, o oitavo. Uma teve cinco temporadas no total; a outra, dez.

Enquanto Friends focava nos brancos, Living Single não negou a raiz negra e discutia com frequência temas relacionados à comunidade afro-americana. Isso sem contar a veia feminista dos episódios. São traços característicos da criadora de Living Single, Yvette Lee Bowser, a atual showrunner de Dear White People, série da Netflix aclamada pela crítica por abordar questões como racismo e machismo.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Maria da Paz deve ficar em A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook