Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

25 ANOS

Ross embuste e girl power: Como alguém mais novo do que Friends vê a série?

IMAGENS: DIVULGAÇÃO/NBC

As atrizes Courteney Cox, Jennifer Aniston e Lisa Kudrow sentadas no sofá vestidas de noiva e bebendo cerveja em cena de Friends

Monica (Courteney Cox), Rachel (Jenniter Aniston) e Phoebe (Lisa Kudrow) em cena da quarta temporada de Friends

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 16/9/2019 - 5h10

Friends (1994-2004) vai completar 25 anos no próximo dia 22. Após mais de duas décadas, o número de fãs da comédia só aumenta. Mesmo as gerações que nasceram depois da estreia da sitcom foram contagiadas pelo sucesso dos anos 1990. Porém, há uma grande diferença entre assistir à atração na época do seu lançamento e atualmente. Sendo assim, como é Friends para quem é mais novo do que a própria série?

Apesar de já ter escutado muito sobre a história dos seis amigos vivendo em Nova York, a primeira vez em que realmente assisti Friends foi em 2015, aos 19 anos. Com todas as temporadas disponíveis na Netflix, ficou mais fácil acompanhar cronologicamente os episódios --o que já é um grande diferencial para aqueles que antes precisavam comprar os boxes de DVDs para maratonar a comédia.

Alguns detalhes que me chamaram atenção enquanto via Friends foram o pai drag queen de Chandler Bing (Matthew Perry), a gravidez de Phoebe Buffay (Lisa Kudrow) e o relacionamento lésbico entre Carol Willick (Jane Sibbett) e Susan Bunch (Jessica Hecht). Na sociedade mais conservadora dos anos 1990, todas essas tramas possivelmente foram vistas com maior estranheza do que por mim, em 2015.

Carol (Jane Sibbett) e Susan (Jessica Hecht) protagonizaram o primeiro casamento lésbico da TV

Inclusive, duas afiliadas da rede NBC decidiram não exibir o episódio The One with the Lesbian Wedding, devido à controvérsia sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Em livro sobre os bastidores de Friends, as atrizes Jane Sibbett e Jessica Hecht revelaram que foram proibidas de se beijarem na boca no episódio que mostrou o primeiro casamento lésbico da TV americana, em 1996. Elas também tiveram de manter um visual mais heterossexual, menos gay.

A sitcom também usou suas protagonistas mulheres para abordar a gravidez e maternidade de diferentes formas. Phoebe foi a primeira a engravidar --e foi também a gestação mais polêmica entre as três.

A personagem de Lisa Kudrow foi barriga solidária de seu irmão Frank Buffay Jr. (Giovanni Ribisi) e sua companheira, Alice Knight (Debra Jo Rupp). A massagista fez uma inseminação artificial e deu à luz trigêmeos no episódio The One with the Triplets (100º episódio da série).

Já Rachel Green (Jennifer Aniston) engravidou por acidente de Ross Geller (David Schwimmer). A consultora de moda e o ex-namorado tiveram uma recaída após a cantada infalível da Europa ocidental ensinada por Joey Tribbiani (Matt LeBlanc). A transa casual acabou gerando Emma Geller-Green (Noelle e Cali Sheldon).

Monica Geller (Courteney Cox) sempre deixou claro que queria casar e ter filhos. Ironicamente, ela é a única das protagonistas que não conseguiu engravidar. Mas isso não impediu que a chef de cozinha e Chandler formassem uma família. O casal acaba recorrendo à adoção para realizar o sonho de Monica.

Mulheres poderosas

Muito além da questão da maternidade, as garotas de Friends demonstraram estar à frente de sua época em vários aspectos. No episódio 12 da segunda temporada, as amigas deram praticamente uma lição feminista.

Monica, Phoebe e Rachel leram o livro de autoajuda Be Your Own Windkeeper (Seja a Guardiã do seu Próprio Vento, em tradução livre). As três entenderam que precisam se empoderar por meio do vento que as deusas transmitem. Porém, os homens são barreiras que atrapalham o vento ou roubam do poder interior feminino. Depois da leitura, a personagem de Jennifer Aniston até discute com Ross por causa de vento.

Matt LeBlanc e Jennifer Aniston em cenna de Friends

Outros exemplos de situações bem girl power na série: Monica mostrando a Chandler como fazer uma mulher ter um orgasmo, Rachel ensinando a irmã Jill (Reese Witherspoon) a ser independente, a frase icônica "Sem útero, sem opinião" dita pela mocinha de Jennifer Aniston e Phoebe avisando que não se pode colocar homem na frente de amizade após uma briga de Monica e Rachel por causa do galã belga Jean-Claude Van Damme.

Além disso, as trajetórias profissionais das protagonistas também despontam como inovações da sitcom. Por diversas vezes, elas deram mais prioridade às carreiras do que a outras áreas da vida.

Monica é uma chef de cozinha dedicada e que superou contratempos para alcançar o sucesso, Phoebe faz suas massagens e ainda compõe músicas, e Rachel se esforça para deixar de ser uma garçonete e realizar o sonho de trabalhar com moda.

Porém, em contraponto aos avanços feministas de Friends, há diversas piadas gordofóbicas com Monica que não passam ilesas pela atual geração, mais consciente --e problematizadora. Mesmo após emagrecer, a personagem de Courteney Cox continuou lidando com as gozações dos amigos.

Ross (David Schwimmer) em cena da terceira temporada de Friends; personagem machista


Ross embuste

Quando a série foi lançada, provavelmente o personagem de David Schwimmer era considerado apenas um cara chato. Porém, já na primeira vez em que vi Friends, consegui identificar aspectos machistas no paleontólogo em praticamente todas as temporadas. A lista de atitudes que o caracterizam como boy lixo é bem longa.

Desde comparar Rachel com Julie (Lauren Tom) até pedir para a ex-namorada desistir do emprego em Paris para ficar com ele, Ross acumulou vacilos durante todo o vai e volta de seu relacionamento com a ex-garçonete. O ciúme exagerado em relação a Mark (Steven Eckholdt) fez com que o irmão de Monica chegasse até a ir "marcar território" no escritório da amada na Bloomingdale's.

Muito além da questão de se eles estavam dando um tempo ou não, o fato é que o paleontólogo não precisava ter transado com outra cinco minutos depois do término de seu namoro. Isso sem contar que ele também traiu tanto Julie quanto Bonnie (Christine Taylor) com a consultora de moda. 

Além disso, Ross decidiu não contar para Rachel que ele não providenciou a anulação do casamento dos dois, que aconteceu em Las Vegas, apenas para não ser o cara com três divórcios.

Em seus outros relacionamentos, o professor também teve atitudes condenáveis: confundiu o nome de Emily (Helen Baxendale) no altar durante o casamento, terminou com Bonnie quando ela raspou a cabeça, seguiu Elizabeth (Alexandra Holden) na viagem de férias apenas para vigiá-la, não contou para Mona (Bonnie Somerville) sobre a gravidez de Rachel... só para citar alguns exemplos.

Fora da área amorosa, Ross também foi machista durante a criação dos filhos. Primeiro, ele achou um absurdo Ben (Cole Sprouse) brincar com uma Barbie e fez de tudo para o garoto se divertir com outros brinquedos "mais masculinos". Já na nona temporada, o paleontólogo não quis que Emma tivesse um babá homem, afinal esse era um trabalho feminino.

Um dos poucos questionamentos que talvez não tenha mudado entre a geração que acompanhou Friends nos anos 1990 e a minha é: trabalhando como chef e garçonete, como Monica e Rachel conseguiram manter um apartamento enorme e muito bem decorado no centro de Nova York?


DÉBORA LIMA tem 24 anos.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?