BRIGA DE GIGANTES

Globo e Warner entram em guerra pelos fãs de The Big Bang Theory

Divulgação/CBS

Simon Helberg (Howard) e Melissa Rauch (Bernadette) em cena de Big Bang Theory: disputados - Divulgação/CBS

Simon Helberg (Howard) e Melissa Rauch (Bernadette) em cena de Big Bang Theory: disputados

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 24/01/2019, às 05h30

A quatro meses de seu fim nos Estados Unidos, a comédia The Big Bang Theory virou motivo de uma guerra no Brasil. Exibida na TV paga pelo canal Warner, a série líder de audiência chega ao streaming nesta sexta-feira (25) no Globoplay. E Warner e Globo estão brigando para ver quem oferece um produto melhor aos clientes e fãs.

Depois que o Notícias da TV antecipou que o Globoplay disponibilizaria em seu streaming Big Bang Theory e a série derivada Young Sheldon completas, a Warner reagiu: programou maratonas mensais da comédia. A cada mês, o canal pago vai exibir todos os episódios de uma temporada. Em dezembro, a maratona chegará ao fim com a exibição do 12º ano, o derradeiro da atração.

Já a primeira temporada será exibida no próximo domingo (27), a partir das 15h25. Depois dos 17 episódios iniciais, a Warner exibirá um capítulo inédito, The Propagation Proposition, que foi ao nos EUA no último dia 10.

Como contra-ataque, o Globoplay desferiu um golpe de mestre: anunciou que disponibilizará as quatro primeiras temporadas de Big Bang já nesta sexta (25), dois dias antes da maratona na TV paga.

Ou seja: quem assina o serviço de video on demand do Grupo Globo poderá ver os 87 episódios iniciais (inclusive os que serão exibidos na maratona da TV) na hora que quiser --algo que a Warner não pode oferecer aos seus telespectadores.

Para compensar, o canal pago encheu a sua grade de reprises das temporadas que o Globoplay não disponibilizará por enquanto. De segunda a sexta, às 20h, a TV exibe quatro episódios do quinto e do sexto ano da comédia --preenchendo a lacuna deixada pela plataforma de streaming.

Tanta disputa tem motivo: The Big Bang Theory é um fenômeno televisivo. Atualmente, é a série mais vista da TV norte-americana, com uma média de 12,7 milhões de espectadores por episódio. Um número expressivo, ainda mais para uma comédia que está no ar desde 2007.

A trama, que rendeu quatro prêmios Emmy e um Globo de Ouro para o ator Jim Parsons, intérprete de Sheldon, não estava disponível em nenhum serviço de streaming até sua inclusão no Globoplay.

Detalhe: nem mesmo nos Estados Unidos a comédia pode ser vista em vídeo sob demanda. Quem quiser assistir a episódios antigos por lá precisa comprar os DVDs das temporadas, alugar episódios em serviços como iTunes ou sintonizar nas inúmeras reprises que dominam as tardes e as madrugadas da TV norte-americana.

The Big Bang Theory mostra as situações divertidas e um tanto embaraçosas em que os amigos Leonard (Johnny Galecki) e Sheldon (Jim Parsons), dois brilhantes estudiosos que dividem o mesmo apartamento, se envolvem quando Penny (Kaley Cuoco), jovem aspirante a atriz, se muda para o apartamento ao lado.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook