Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Novas tendências

De sequestro a pais mortos pelos filhos: Cinco séries que encenam crimes reais

Divulgação/FX

O ator Harris Dickinson em cena do primeiro episódio de Trust, mais uma série que retrata crimes reais - Divulgação/FX

O ator Harris Dickinson em cena do primeiro episódio de Trust, mais uma série que retrata crimes reais

JOÃO DA PAZ

Publicado em 1/4/2018 - 7h42

Há três tendências atualmente na TV norte-americana: séries com mulheres fortes protagonistas (dominaram o Emmy do ano passado), atrações ressuscitadas e tramas inspiradas em crimes reais. Na carona dessa última moda vem Trust, drama com elenco de peso que chega ao Brasil nesta segunda-feira (2). A atração recria o sequestro do neto de Jean Paul Getty, magnata do petróleo e um dos homens mais ricos do mundo.

O Notícias da TV conta mais sobre essa e outras quatro séries da atualidade que encenam crimes reais, como o parricídio (quando filhos tiram a vida dos pais) e uma rixa mortal entre duas lendas do rap:

divulgação/FX

Os atores Harris Dickinson (à esq.) e Donald Sutherland interpretam neto e avó na série Trust

Trust
A história de Trust foi contada recentemente em Todo o Dinheiro do Mundo (2017), filme indicado ao Oscar, sob a direção de Ridley Scott (Gladiador). A série explora mais a fundo a história do sequestro de John Paul Getty III, neto de um dos primeiros bilionários da história. O episódio de estreia vai ao ar nesta segunda (2), no Fox Premium 1, às 21h.

O avô do raptado, Jean Paul Getty, ficou famoso por se recusar a pagar o resgate. A máfia italiana sequestrou o adolescente em 1973 e pediu US$ 16 milhões em troca do herdeiro. A atração deixa claro que Getty vovô teria condições de desembolsar o dinheiro, ao mostrar em detalhes como ele era podre de rico.

Trust é uma série que vem para as cabeças, candidata a aparecer nas principais premiações de Hollywood. Só tem atores de peso, como Donald Sutherland (impecável na pele de Getty), Brandan Fraser (faz James Fletcher Chace, um fixer a lá Ray Donovan) e Hillary Swank (Gail Getty, mãe do jovem sequestrado).

divulgação/FX

Cuba Gooding Jr. (à esq.) e Courtney B. Vance na série que dominou as premiações de 2016

American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson
A primeira temporada de American Crime Story está na galeria das melhores produções de TV dos últimos anos. A atração reconstruiu o julgamento do ex-jogador de futebol americano O.J. Simpson, que parou os Estados Unidos em meados dos anos 1990, no que ficou rotulado como o primeiro reality show da TV.

Os detalhes das sessões nos tribunais levaram o telespectador a reviver (ou experimentar pela primeira vez) os argumentos de defesa e acusação transformados em um debate racial e social. Quem assiste balança entre culpar Simpson ou absolvê-lo do assassinato de Nicole Brown Simpson, ex-mulher do atleta, e do garçom Ron Goldman.

A produção recebeu 22 indicações ao Emmy de 2016 e conquistou nove prêmios, incluindo melhor série. Ela também chama a atenção pelo elenco gabaritado, com uma caracterização dos personagens reais à beira da perfeição. O elenco tem Sterling K. Brown (Emmy), Cuba Gooding Jr., Sarah Paulson (Emmy e Globo de Ouro), Courtney B. Vance (Emmy), David Schwimmer e John Travolta.

divulgação/FX

Um dos favoritos ao Emmy, Darren Criss (ex-Glee) brilhou na nova American Crime Story

American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace
À primeira vista, o telespectador pode ficar um pouco perdido, se estiver na expectativa de assistir a uma trama sobre o famoso estilista Gianni Versace (1946-1997). A proposta é mostrar o assassinato de Versace, e não contar a biografia dele.

O que o público conhece mesmo é a trágica vida de Andrew Cunanan (Darren Criss), um serial killer que matou cinco pessoas, incluindo um grande empresário norte-americano. Sua última vítima foi Versace, por quem tinha um amor doentio, e que na série fica em segundo plano. Esse é o melhor trabalho de Criss, favorito a levar o Emmy deste ano.

Divulgação/NBC

Ex-Sopranos, a atriz Edie Falco se destacou na versão de crimes reais da franquia Law & Order

Law & Order True Crime: The Menendez Murders
Ao assistir a primeira investida da franquia Law & Order na recriação de crimes reais, o brasileiro pode lembrar de um caso que chocou o país em 2002: a pedido de Suzane von Richthofen, os irmãos Cravinhos (Daniel e Cristian) mataram os pais dela. O trio dividiria a herança.

A diferença do caso norte-americano envolvendo os irmãos Menendez foi que eles próprios executaram os pais. Dias depois, estavam esbanjando artigos de luxo e demonstrando um luto de lágrimas de crocodilo. A mídia cobriu o julgamento dos irmãos ao vivo, todos os dias. A advogada deles, Leslie Abramson (Edie Falco), ganhou fama por defender uma causa perdida.

divulgação/usa network

Marcc Rose (Tupac) e Wavvy Jonez  (Notorious B.I.G.); semelhança com os rappers assusta

Unsolved: The Murders of Tupac e The Notorious B.I.G.
De todas as séries da lista, essa é a única que não sabe o desfecho. Mas isso porque o caso abordado nunca foi encerrado, detalhe exposto no título (unsolved = não resolvido). Até hoje, a polícia norte-americana não sabe quem matou os rappers Tupac Shakur e The Notorious B.I.G. (há quem acredite que Tupac está vivo por aí, talvez passeando com Elvis Presley).

Inédita no Brasil, a série tem três linhas de tempo. Uma mostra a amizade de Tupac e B.I.G. antes de virarem rivais; outra (em 1997) traz as investigações da polícia de Los Angeles que tentava conectar a morte da dupla; e a última apresenta uma força-tarefa nove anos depois, trabalhando na reabertura do caso.

O drama tem na direção Anthony Hemingway, indicado ao Emmy por American Crime Story: O Povo contra O.J. Simpson, e conta com elenco de alto calibre: Josh Duhamel (Las Vegas), Jimmi Simpson, (Westworld), Bokeem Woodbine (Fargo) e Wendell Pierce (The Wire).

Notícias da TV Recomenda

American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace

American Crime Story: O Assassinato de Gianni Versace

Ficha técnica: Drama, EUA, 2018. Criação: Scott Alexander, Larry Karaszewski. Elenco: Édgar Ramirez, Penélope Cruz, Ricky Martin, Darren Criss. Disponível no FX.

Por que assistir: Grandiosa, a obra com a assinatura de Ryan Murphy (American Horror Story, Feud) é uma produção madura sobre a vida de um stalker e da celebridade pela qual ele é fascinado. Tem grandes atuações, principalmente de Criss, e conta uma história rica em detalhes. 

Leia também

Web Stories

+
Fim de casamento e cirurgia perigosa: Como estão os vencedores do Power Couple BrasilLustre de cristal e piso de mármore: Conheça o Carioca Palace, hotel de Pega PegaDe Luísa Sonza a Ana Hickmann: Veja as mansões de dez famosos brasileirosLonge dos holofotes: Veja por onde andam cinco atores de Hilda FuracãoAtaque de fã-clube e troca de professor: Cinco tretas marcantes na Dança dos Famosos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você vai acompanhar após o fim do No Limite e Power Couple?