Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

GAROTAS DE IPANEMA

De olho no mercado gringo, Netflix muda título de Coisa Mais Linda; entenda

Aline Arruda/Netflix

Com roupas de época, Pathy Dejesus é arrumada para casamento de sua personagem, observada por Maria Casadevall, Larissa Nunes e Mel Lisboa

Maria Casadevall, Pathy Dejesus, Larissa Nunes e Mel Lisboa no segundo ano de Coisa Mais Linda

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 23/5/2020 - 8h06

Série nacional feita para gringo ver, Coisa Mais Linda passará por uma mudança importante em sua segunda temporada, que estreia na Netflix em 19 de junho. A atração que aborda o surgimento da bossa nova no Rio de Janeiro terá seu título em inglês alterado: em vez da tradução literal, Most Beautiful Thing, ela se chamará Girls From Ipanema.

A substituição faz sentido na proposta de conquistar o público internacional: a frase "coisa mais linda", em português, é facilmente associada à música Garota de Ipanema, de Tom Jobim (1927-1994) e Vinicius de Moraes (1913-1980). Mas na versão em inglês da canção, não há nenhuma referência a "most beautiful thing" --os versos iniciais são, em tradução literal, "alta, bronzeada, jovem e adorável".

Com o novo título, Girls From Ipanema (Garotas de Ipanema), os espectadores estrangeiros vão pensar imediatamente na música, um fenômeno internacional. A abertura da série, aliás, também é ao som de The Girl From Ipanema, na voz de Amy Winehouse (1983-2011).

A troca é confirmada pela plataforma de streaming e está no material mundial de divulgação dos lançamentos de junho. É mais um passo na estratégia internacional de Coisa Mais Linda, que tem DNA estrangeiro. A série foi criada e escrita completamente em inglês, e só depois de receber o selo de aprovação gringo foi traduzida para o português, como revelou o produtor, Giuliano Cedroni.

O brasileiro aparece na obra feminista com o cargo de cocriador ao lado da norte-americana Heather Roth --uma indicação da Netflix gringa para que a equipe da série não caísse em "vícios do audiovisual brasileiro", como atrasos na produção ou longos debates que não levam a lugar nenhum.

"A gente teve que montar uma sala de roteiro aqui, com roteiristas brasileiros que escreviam e falavam inglês. A série foi criada em inglês, escrita em inglês e aprovada em inglês. Só depois a gente traduziu o texto para o português. Coisa Mais Linda já nasceu toda em inglês. Aquela loucura das salas de roteiros, com uma pancadaria de ideias? Era tudo em inglês", ressaltou o produtor ao canal Imprensa Mahon.

Novo quarteto superpoderoso

A nova temporada de Coisa Mais Linda continua com o viés feminista da primeira temporada, mas fará uma substituição em seu quarteto principal: no lugar de Lígia (Fernanda Vasconcellos), quem ganha destaque é Ivone (Larissa Nunes), irmã mais nova de Adélia (Pathy Dejesus) que vai tentar a sorte como cantora. Mel Lisboa (Thereza) e Maria Casadevall (Malu) seguem como protagonistas da produção.

No elenco da segunda temporada, retornam Ícaro Silva, Leandro Lima, Gustavo Machado, Alexandre Cioletti e Gustavo Vaz. Já entre os intérpretes dos novos personagens estão Val Perré, Breno Ferreira, Eliana Pittman, Angelo Paes Leme, Alejandro Claveaux e Kiko Bertholini.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você acha que a Globo deu um tiro no pé em reprisar uma novela tão recente como A Força do Querer?