Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SIMONE MENDES

De sexo anal a pum: Jurada do The Voice Kids vira youtuber sem frescura na web

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Simone Mendes em vídeo para seu canal no YouTube em 8 de maio de 2020

Simone Mendes em vídeo para seu canal no YouTube; jurada do The Voice Kids escancara intimidade na web

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 23/5/2020 - 5h31

Com a interrupção da temporada do The Voice Kids, na Globo, Simone Mendes decidiu trocar a mentoria de crianças por um projeto mais apimentado no YouTube. A cantora lançou seu canal pessoal no início de maio e, em duas semanas, conquistou mais de 440 mil inscritos. Sem frescura, ela escancara a intimidade ao falar de sexo anal e pum em seus vídeos. "Esse canal é para mostrar o meu outro lado: mãe, amiga e mulher", conta.

Nas gravações para o Canal da Simone, a artista de 35 anos está quase sempre acompanhada do marido Kaká Diniz, 34, do filho Henry, 5, e do cachorro Jack. "Eles vão marcar bastante presença. Mas o Henry tem total liberdade de gravar, ou não. Jamais forçamos ele a participar de alguma gravação", avisa ao Notícias da TV.

O menino, claro, não foi escalado para os vídeos em que a sertaneja aborda a "hora H" com o marido. Quem acompanha a artista no reality infantojuvenil da Globo vai se deparar com uma mulher bem diferente no YouTube, quase uma comentarista sexual. Para a irmã de Simaria, não há temas proibidos.

"Acho que o bom senso é fundamental com o material que vou veicular. Tenho total cuidado com os conteúdos para não ofender, desrespeitar ou extrapolar nas brincadeiras", explica. Mas, entre desafios, jogos e respostas de dúvidas enviadas por fãs, ela já mostrou bem a que veio.

Desbocada, a cantora confessou em um dos vídeos que sua posição preferida é "de quatro" e a do marido é "por baixo". Em outra gravação, o empresário entregou que a cantora "peida dormindo". Ela assumiu o probleminha aos risos. "É frouxo, meu irmão. É a noite toda. Tem hora que eu acordo", reclama ele.

Simone comemora os acessos de seu projeto, pois o quadro com perguntas íntimas já registrou 1,4 milhão de visualizações. "Esse mundo é novo para mim. Estou feliz com o retorno e resultado", admite.

Whindersson Nunes é um dos youtubers que ela mais gosta de assistir. "Mas eu me inspiro no meu dia a dia para desenvolver conteúdo para meus fãs", aponta.

Sem vergonha na Globo

Em novembro último, Simone e Simaria participaram do Altas Horas e, diante da sexóloga Laura Müller, a agora youtuber aproveitou para fazer uma pergunta picante sobre sexo anal. Ela queria saber se havia um modo mais fácil de "dar a roda". O momento viralizou nas redes sociais.

O assunto voltou à tona na página do YouTube, pois seu público agora a enxerga como uma especialista em práticas sexuais. A novidade é que, se antes era difícil alcançar o prazer com a prática, agora ela conseguiu se livrar do problema em casa.

"Não vou mentir, eu já tentei. Mas é uma coisa dificultosa. Essa modernidade me preocupa um pouco, porque a gente tem que dar uma agradada diferente. Mas aconteceu uma coisa esses dias, que eu fiquei feliz e preocupada. Kaká começou a sentir uma dor no cóccix", relatou em seu canal.

"Preocupado, ele foi ao médico, que disse: 'Olha, vamos ter que fazer o toque'. Kaká foi fazer o exame. Sabe o que aconteceu? Ele disse: 'Minha bichinha, nunca mais eu insisto [pelo sexo anal]. Então, glória a Deus pelo toque na vida do Kaká. Estou livre", comemorou a cantora, bem-humorada.

Ao fã-clube de Simone e Simaria, a caçula da dupla avisa que os trabalhos na internet não significam voos solos ou uma separação da irmã. "Esses são projetos que não atrapalham em nada a minha carreira na música. Meus fãs não precisam se preocupar. E eu e a Simaria somos como tampa e panela, uma complementa a outra", finaliza.

Confira vídeos do Canal da Simone no YouTube:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?