Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

QUINTA TEMPORADA

De morte do Professor a retornos: Conheça as teorias do fim de La Casa de Papel

Reprodução/Netflix

Álvaro Morte em cena da quinta temporada da série La Casa de Papel

Álvaro Morte em cena de La Casa de Papel; fãs acreditam que personagem morrerá no final

ANDRÉ ZULIANI

andre@noticiasdatv.com

Publicado em 1/12/2021 - 6h15

Com a estreia da última parte de La Casa de Papel marcada para esta sexta-feira (3), muitos fãs da série estão ansiosos para descobrir quais das inúmeras teorias divulgadas na web e nas redes sociais irão se confirmar. Entre as mais cabeludas estão a morte do Professor (Álvaro Morte) e o retorno inesperado de personagens que já tinham se despedido.

[Cuidado: possíveis spoilers de La Casa de Papel abaixo]

Por se tratar de La Casa de Papel, a volta de personagens que já morreram na série não é necessariamente uma novidade. Nos últimos anos, favoritos dos fãs como Nairóbi (Alba Flores), Berlim (Pedro Alonso) e até Moscou (Paco Tous) retornaram depois de terem batido as botas na trama.

O primeiro teaser dos últimos episódios também deixou algumas pistas para os fãs teorizarem. Apesar de não revelar grandes detalhes, a prévia mostrou que o Professor deverá se entregar às autoridades para tentar salvar a equipe.

Em outro momento, Marselha (Luka Peros), que até o início da quinta temporada só havia atuado ao lado do Professor, também aparece em ação dentro do Banco da Espanha. Isso sugere que o galã de bigode também terá mais destaque nos novos episódios.

Outra opção muito discutida pelos fãs é a participação de Alicia Sierra (Najwa Nimri) nos planos do Professor. Destituída de suas funções na polícia e usada como bode expiatório para justificar as ações do Exército, ela foi vista pela última vez sob os cuidados do líder da Resistência após ele ajudá-la a fazer o parto de sua filha.

Abaixo, confira algumas das principais teorias para o fim de La Casa de Papel:

Morte do Professor

Por causa das imagens do Professor se entregando para sofrer as consequências de seus atos, é grande a parcela de fãs que acredita em uma possível morte do protagonista. Depois de perder Tóquio (Úrsula Corberó) no final do Volume 1, o personagem de Álvaro Morte atingiu o seu limite e parece esgotado de ter que resolver tantas crises.

Um dos motivos que levou parte do público a acreditar nesta teoria foi a revelação de que Morte será o narrador dos últimos episódios. Durante grande parte da série, a função era de Tóquio, e alguns fãs acreditavam se tratar de uma narração póstuma --ou seja, a musa de La Casa de Papel estava contando a história da série após a sua morte nos eventos no Banco da Espanha.

Tóquio está viva

Apesar de parecer absurda à primeira vista, esta teoria aparece com frequência em fóruns sobre a série. Tóquio foi baleada inúmeras vezes no final do Volume 1 e se sacrificou em uma explosão para matar Gandía (José Manuel Poga) e salvar seus amigos.

É improvável que o destino de Tóquio seja alterado. Úrsula Corberó já disse em entrevistas que concordou com o final escolhido para a sua personagem e que não encontrava outra opção que não fosse sua morte.

Alicia Sierra se junta à resistência

Diferentemente da sobrevivência de Tóquio, está é uma teoria mais crível. Principal vilã da terceira e quarta temporada, a inspetora Alicia Sierra caiu em desgraça depois de conseguir atrapalhar várias vezes os planos da Resistência do Professor.

Traída pelo coronel Tamayo (Fernando Cayo), ela tentou (e quase conseguiu) capturar Professor e Marselha sozinhos, mas a ex-policial acabou entrando em trabalho de parto e deu à luz sua filha. Sob os cuidados de seu antigo nêmesis, Alicia parece ter compreendido as ações do líder da Resistência e pode muito bem se juntar ao time de ladrões nos últimos episódios.

A atitude também serviria como uma redenção para Alicia. A megera quase foi a responsável pela morte de Nairóbi e tentou a todo custo derrotar a equipe do Professor. No entanto, Lisboa/Raquel Murillo (Itziar Ituño) também foi uma antagonista que se tornou um dos principais pilares da Residência nas últimas temporadas da série --será que a série se repetiria?

Rafael será o salvador da Resistência

Introduzido apenas na quinta temporada, Rafael (Patrick Criado) é o filho de Berlim que aprendeu com o pai a tomar gosto pela vida de criminoso. Na série, o irmão do Professor ensina o seu herdeiro inteligente a aplicar golpes e orquestrar roubos.

Como Rafael apareceu na série apenas em flashbacks com seu pai, ele ainda pode ter importância para a Resistência e ajudar o Professor a escapar do Banco da Espanha com vida. O mesmo vale para Tatiana (Diana Gómez), affair de Berlim que também não deu as caras em cenas situadas no presente.

Arturo será o grande vilão da Parte 5

Um dos personagens mais odiados de toda a série, Arturo (Enrique Arce) foi dado como morto no Volume 1 da Parte 5 após ser baleado por Mônica (Esther Acebo). Como seu corpo não apareceu sem vida em cena, ainda não é possível confirmar o óbito.

Com Sierra do lado da Resistência, Gandía morto e Tamayo quase sempre perdido entre os planos do Professor, alguns fãs acreditam que o posto de principal vilão dos últimos episódios pode ficar com Arturo. O cafajeste teria sobrevivido aos tiros da ex-namorada e faria de tudo para matar Denver (Jaime Lorente) e seus aliados.

Como em toda a história de La Casa de Papel o personagem foi incapaz de se dar bem, é improvável que Arturito (irônico apelido dado pelos assaltantes) desponte como o grande vilão final. As respostas, como sempre, só serão reveladas com a estreia dos últimos episódios na Netflix.

Assista ao teaser dos últimos episódios de La Casa de Papel:

Confira também os títulos dos episódios do Volume 2 da Parte 5:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.