Dia dos Namorados

De lorota a bê-a-bá do sexo: Cinco dicas de Friends para conquistar o crush

Imagens: Reprodução/NBC

Melora Hardin e David Schwimmer em Friends; não seja como Ross e aprenda a falar sacanagem na hora H - Imagens: Reprodução/NBC

Melora Hardin e David Schwimmer em Friends; não seja como Ross e aprenda a falar sacanagem na hora H

JOÃO DA PAZ - Publicado em 12/06/2019, às 05h09

Se você está desesperado neste Dia dos Namorados em busca de um par, seja para um encontro casual ou para um "até que a morte os separe", não tema: Friends (1994-2004) pode ajudar. Disponível completa na Netflix, a comédia vencedora do Emmy em 2002 apresentou aos seus fãs, durante dez temporadas, várias dicas de como conquistar o crush.

Para a série, não havia limites nessa empreitada. Era permitido desde contar uma lorota com o intuito de conquistar a gatinha até fazer um guia que mostrava o bê-a-bá de como levar a namorada às alturas na hora do sexo.

Confira cinco dicas infalíveis de Friends para fisgar o crush e acabar com a seca:

Monica (Courteney Cox) caiu na conversa fiada do mulherengo Paul (John Allen Nelson)


Lábia marota

A primeira dica vem logo do primeiro episódio de Friends. Monica Geller (Courteney Cox) marcou um jantar com Paul (John Allen Nelson), colega de trabalho no restaurante. No encontro, Paul jogou a maior conversa fiada em Monica, que caiu feito tonta na lorota. Falando como um coitado sofredor, ele contou a ela que foi traído pela ex-mulher, que o trocou por um dentista, e desde a separação nunca mais conseguiu fazer sexo com ninguém.

Segundo Paul, tal revelação não deveria ser dita em um primeiro encontro, mas ele teria sido franco ao compartilhar com a colega que há dois anos não transava. Porém, era tudo mentira. Ele contou a mesma história para outra mulher do mesmo restaurante, que se gabava de ter espantado a urucubaca de Paul. No fim das contas, após o sexo, o mulherengo ficou chupando o dedo, pois levou um fora das duas.

Está dado o recado, então. Quem quiser inventar uma história para conquistar o crush, vá fundo. Só não conte a mesma lorota para outra pessoa, muito menos para duas colegas de trabalho que podem conversar entre elas.

Rachel (Jennifer Aniston) deu em cima de Ross (David Schwimmer); fim da seca para os dois


História romântica

Os interessados em uma cantada um pouco mais romântica podem se inspirar no quarto episódio da oitava temporada, outra sacada para acabar com a má fase no sexo. Ross Geller (David Schwimmer) confessou para Joey Tribbiani (Matt LeBlanc) que estava há seis meses sem transar. Desesperado, Ross pediu uma ajuda ao amigo, esse sim especializado em conquistar mulheres. Joey, então, compartilhou uma história mirabolante. "Qualquer mulher que a escuta se derrete", afirmou.

"Anos atrás, quando eu viajava pela Europa ocidental, perto de Barcelona, caminhando pelas trilhas do monte Tibidabo, ao fim de uma trilha eu vi uma clareira, perto de um lago", narrou Joey para Ross, com uma voz em tom suave e sexy. "O lago era escondido, cheio de árvores à sua volta. Era um lugar muito silencioso, lindo. Do outro lado do lago, vi uma linda mulher se banhando, mas ela chorava...", continuou.

Não é preciso dizer que Ross se encantou e ficou com os olhos cheios de lágrimas, querendo saber o motivo da tal da mulher estava triste. Ele estava disposto a usar a cantada em Rachel Green (Jennifer Aniston), seu grande amor. Mas foi surpreendido, porque foi ela quem deu em cima dele com a mesma história, que ela ouviu de uma amiga sua que tinha transado com Joey. Ouça o conselho de Chandler Bing (Matthew Perry): "Essa é a história mágica que você usa quando quer transar".

Joey (Matt LeBlanc) ensina Ross a falar sacanagem: "Fala que quer apalpar a minha bunda!"


Sacanagem na hora H

Aquela não foi a primeira vez que Ross pediu dicas de sexo para Joey. Ainda na primeira temporada, no 15º episódio, o atrapalhado paleontólogo soltou a palavra "vulva" nas preliminares de um sexo que teria com Celia (Melora Hardin), com quem trabalhava em um museu. Sem ginga, Ross disparou a nomenclatura técnica sobre a parte externa do órgão feminino depois que Celia pediu para ele falar sacanagem.

O papo congelou o tesão na hora e os dois ficaram apenas abraçadinhos. Ao contar essa experiência para Joey, Ross foi encorajado a ser mais danado e treinar com o amigo uma conversa cheia de sacanagem. Ross falou assim para Joey: "Quero pegar a minha língua e lamber o seu corpo até começar a tremer...".

Em novo encontro com Celia, Ross deu um show de sacanagem, mas a história que ele elaborou foi tão longa que o casal ficou exausto e sequer transou. O toque aí é encontrar um equilíbrio. Não use "vulva" na hora da sacanagem, mas também não dê tantas voltas a ponto de se cansar.

Rachel apelou para seu vestido de líder de torcida, dos tempos de escola, para fisgar um crush


Relembre os tempos de escola

Na quarta temporada, Rachel tentou de todas as formas seduzir Joshua Burgin (Tate Donovan), um cliente seu na Bloomingdale's (uma rede de loja de roupas). No 16º episódio, ela chegou ao ponto de inventar uma festinha de despedida para Emily Waltham (Halen Baxendale), futura mulher de Ross, de saída para Inglaterra.

A festa foi usada por Rachel para tentar chamar a atenção de Joshua. Ela usou um vestido da sorte e chegou a propor um jogo da garrafa, aquele em que quem está na roda tem de beijar na boca outros participantes da brincadeira. Nada deu certo.

Rachel então teve a ideia de usar sua roupa de líder de torcida dos tempos de escola, vestimenta que nunca falhou nas vezes em que ela queria chamar a atenção dos meninos. Essa investida não flopou. Mas fica o aviso: quem estiver a fim de copiar tal gesto tem de se assegurar que as roupas do tempo de escola ainda caem bem. 

As amigas Rachel e Monica em cena clássica de Friends: orgasmo feminino exaltado na série


Bê-a-bá do sexo

Para conquistar de vez a pessoa amada é preciso ter jeito para levá-la ao êxtase na hora do sexo. Para os homens, o prazer é instantâneo, como diz Rachel. Para as mulheres, é um pouco mais complexo. Também na quarta temporada, no 11º episódio, Chandler levou uma aula de Rachel e Monica sobre as sete zonas erógenas do corpo feminino, algo que todo homem deveria conhecer e saber explorar.

O público não viu quais foram os pontos-chaves, mas Chandler pareceu entender bem as orientações. Monica desenhou um corpo de uma mulher no papel e deu para o amigo o mapa da mina. Ele estranhou uma das regiões, mas Monica prontamente disse: "Essa é muito importante". Chandler, aliviado, se explicou: "É que eu estava olhando de cabeça para baixo". Rachel, sincera, rebateu: "Bem, às vezes, isso ajuda".

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook