Personagens icônicos

De Aretha Franklin a Sandman: Cinco grandes papéis da TV à procura de atores

Divulgação/Atlantic Records

A cantora Aretha Franklin em ensaio fotográfico nos anos 1970; ela será tema da minissérie Genius - Divulgação/Atlantic Records

A cantora Aretha Franklin em ensaio fotográfico nos anos 1970; ela será tema da minissérie Genius

JOÃO DA PAZ - Publicado em 08/08/2019, às 04h37

A TV já provou que é capaz de concorrer de igual para igual com o cinema quando o assunto é uma história grandiosa, liderada por personagens de impacto. Nessa linha, cinco séries aguardadas estão com vagas de protagonistas abertas, prontas para serem preenchidas por atores e atrizes dispostos a interpretar pessoas como a cantora Aretha Franklin (1942-2018), o político Bill Clinton ou um personagem venerado das HQs.

Rainha do soul, a norte-americana Aretha será o tema da terceira temporada de Genius, produção do canal Nat Geo que já retratou a vida do físico alemão Albert Einstein (1879-1955, interpretado por Geoffrey Rush) e do pintor espanhol Pablo Picasso (1881-1973, vivido por Antonio Banderas). A premiada Suzan-Lori Parks será a showrunner, com todo o acervo musical de Aretha à disposição.

A atração deve começar as gravações neste ano, com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2020. Mas os produtores ainda não escolheram quem interpretará a cantora. A ideia de fazer uma minissérie sobre Aretha Franklin veio logo após a sua morte, ocorrida há um ano.

Já o papel de Bill Clinton, ex-presidente que chefiou os Estados Unidos entre 1993 e 2001, é para a terceira temporada de American Crime Story, que leva o subtítulo de Impeachment. A minissérie vai narrar o escândalo sexual protagonizado por ele enquanto estava na Casa Branca, sede do governo norte-americano.

O caso que quase derrubou Clinton teve como pivô a então estagiária Monica Lewinsky, que será uma das produtoras da trama. A atriz Beanie Feldstein (What We Do in the Shadows) irá interpretar Monica.

Nas duas primeiras temporadas, ACS encenou casos envolvendo celebridades conhecidas como o estilista italiano Gianni Versace (Édgar Ramirez) e o ex-jogador de futebol americano OJ Simpson (Cuba Gooding Jr.), ambos indicados ao Emmy.

Divulgação/Vertigo

A Warner Bros. e a Netflix têm de achar um ator parecido com o Morpheus, da HQ Sandman


HQ e NBA

Em junho, a Netflix anunciou um projeto bombástico. Neil Gaiman, autor de livros que viraram séries badaladas como American Gods e Good Omens, emplacou na gigante do streaming uma de suas principais criações. A laureada Sandman vai virar uma série, a mais cara atração de TV baseada em uma HQ da DC Entertainment já feita. Tudo isso após uma fracassada tentativa de adaptar os quadrinhos em um filme.

O roteirista Allan Heinberg será o showrunner. Ele tem experiência tanto na TV (Grey's Anatomy) quanto no cinema (Mulher-Maravilha). Sua missão é não decepcionar os fãs ao trazer à vida o icônico personagem Morpheus (ainda sem ator escalado), o Senhor dos Sonhos, em uma trama cheia de fantasias e lendas.

Outro projeto grandioso vem da Amazon, que promete a série mais custosa da história da TV americana: US$ 250 milhões (US$ 994 milhões) por temporada. A rival da Netflix vai fazer uma série baseada em O Senhor dos Anéis, obra literária de sucesso que já rendeu uma franquia de cinema premiadíssima.

Há uma enorme expectativa para saber quem será o protagonista dessa série. Até o momento, a Amazon faz segredo sobre o andamento da produção e apenas solta pistas quase indecifráveis nas redes sociais.

Se não iguala em grandiosidade de investimento, a série Showtime da HBO contará com um elenco robusto. O drama esportivo irá narrar os bastidores do lendário time do Los Angeles Lakers, que criou uma dinastia na NBA (liga profissional de basquete americano) dos anos 1980. O primeiro episódio será dirigido por Adam McKay, duas vezes indicado ao Oscar por A Grande Aposta (2015) e Vice (2018).

A escolha do elenco está em andamento. O fã de basquete está no aguardo de quem vai viver Magic Johnson, verdadeira lenda do basquete que revolucionou o jogo com seu estilo arrojado e intrépido na armação do time (como se fosse um tradicional camisa 10 em um campo de futebol).

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Paloma deve ficar em Bom Sucesso?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook