Made In USA

Globo gasta milhões em séries nacionais, mas elas são superadas por enlatados

Reprodução/Globoplay

Maria Casadevall e Cauã Reymond na primeira temporada de Ilha de Ferro, série cancelada do Globoplay - Reprodução/Globoplay

Maria Casadevall e Cauã Reymond na primeira temporada de Ilha de Ferro, série cancelada do Globoplay

JOÃO DA PAZ - Publicado em 08/08/2019, às 04h51

Em dois anos, a Globo investiu cerca de R$ 150 milhões em dez séries nacionais, todas disponíveis em seu streaming, o Globoplay. Contudo, o público prefere mesmo o bom e velho enlatado "made in USA". Entre outubro de 2017 e julho deste ano, as americanas The Good Doctor e The Big Bang Theory (2007-2019) foram as séries mais vistas na plataforma, segundo ranking divulgado pela Globo a anunciantes.

O Globoplay nasceu em 2015 como um serviço de atrações da Globo sob demanda. Com o passar dos anos, virou uma vitrine de produções originais e compradas de terceiros. Com a pretensão de concorrer de igual para igual com a Netflix, também investiu pesado em séries internacionais. Começou há um ano, com The Good Doctor.

O drama hospitalar arrebatador será exibido na Globo a partir do próximo dia 29. No plano comercial da atração, voltado a empresas que desejam veicular anúncios no intervalo dos episódios na TV aberta, a Globo diz que The Good Doctor é a série mais assistida da história do Globoplay, à frente da comédia The Big Bang Theory (segunda colocada). Na sequência, vêm as nacionais Sob Pressão, Carcereiros e Ilha de Ferro.

Apenas a quinta colocada desse ranking é um produto original do Globoplay, sem exibição dividida com a Globo (só o primeiro episódio foi ao ar na TV aberta, para divulgar a série). Embora tenha sido bem avaliada, inclusive pela imprensa estrangeira, a atração foi cancelada abruptamente --só terá a segunda temporada.

Segundo fontes do mercado ouvidas pelo Notícias da TV, a produção de um episódio de uma série da Globo, como Ilha de Ferro, custa em torno de R$ 1 milhão. Entre 2017 e 2019, período que a emissora carioca levou em consideração para fazer o ranking de audiências do Globoplay, dez séries nacionais foram lançadas.

Do total, quatro tem o selo de "original Globoplay" (Assédio, Ilha de Ferro, Shippados e Aruanas). As outras seis entraram na plataforma antes de ir ao ar na Globo (Carcereiros, Sob Pressão, Filhos da Pátria, Brasil a Bordo, Treze Dias Longe do Sol e Cine Holliúdy). Juntando todas, foram produzidos 151 episódios.

O fenômeno The Good Doctor alcançou outro feito no Globoplay. É a série mais maratonada entre as disponíveis na plataforma. Se computados todos os outros programas, a série só fica atrás do BBB e da novela O Outro Lado do Paraíso (2017).

No entanto, o Globoplay pode ficar tranquilo, pois não é o único streaming que investe milhões em produções originais para que séries de terceiros bombem na plataforma. A Netflix vai gastar cerca de US$ 15 bilhões (R$ 59 bilhões) em conteúdo original só em 2019, mas ainda vê séries como Grey's Anatomy, Friends (1994-2004) e The Office (2005-2013) entre as mais assistidas nos Estados Unidos. E paga fortunas por elas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está gostando de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook