Lições do amor

Como Grey's Anatomy, Good Doctor tem temporada do amor com aula de paquera

Imagens: Divulgação/ABC

Os atores Freddie Highmore e Jasika Nicole sentados em uma mesa de restaurante na série The Good Doctor

Os atores Freddie Highmore e Jasika Nicole no primeiro episódio da terceira temporada de Good Doctor

JOÃO DA PAZ - Publicado em 10/10/2019, às 04h51

Assim como Grey's Anatomy, The Good Doctor ganhou sua temporada do amor, mas sem as pegações quentíssimas do drama hospitalar veterano. O médico autista Shaun Murphy (Freddie Highmore) vira um namorador iniciante no terceiro ano da atração médica, no ar nos Estados Unidos. E o telespectador participa junto com o protagonista na aula da paquera.

[Atenção: spoilers da terceira temporada de Good Doctor a seguir]

Entre 2018 e este ano, Grey's Anatomy ganhou sua temporada do amor, a 15ª, com foco na busca de um par romântico para Meredith Grey (Ellen Pompeo), que até teve como paciente uma cupida moderna, mulher que forma casais, para lhe dar dicas sobre a vida amorosa. Shaun não teve o luxo de ganhar uma guru desse naipe.

A terceira temporada começou com ele em um encontro com a colega médica Carly Lever (Jasika Nicole). Para Shaun, a primeira saída foi um desastre; ele teve até de fazer uma lista de tópicos que poderia usar para puxar assunto. Aos companheiros de trabalho, o jovem fez um desabafo tocante:

"Foi exaustivo. Tudo estava fora de controle, qualquer coisa poderia acontecer, a qualquer instante. Eu tinha de lembrar as coisas que eu precisava fazer e das que eu não podia fazer... Nada fazia sentido", admitiu ele.

Shaun Murphy e sua cola de assuntos para conversar no dia de seu primeiro encontro com Carly Lever

"Foi difícil, desconfortável e desagradável. Passei toda a noite fazendo coisas sem espontaneidade para fazê-la feliz e não fazia ideia se ela estava contente. E sei que eu não estava feliz!", continuou ele.

Daí, entrou a magia de Good Doctor. Após essa experiência, Shaun quis desistir de namorar, e seus amigos tentaram convencê-lo do contrário. Eles passaram a dar dicas ao médico e aplicaram uma injeção de ânimo para não deixar a paixão esmorecer.

Uma das principais conversas se deu com Aaron Glassman (Richard Schiff), seu mentor --que na terceira idade arranjou uma namorada e redescobriu o amor. Para Aaron, Shaun confessou que namorar era estressante. "Mas ficar sozinho é pior", rebateu o bom velhinho.

Nova chance

O médico autista concordou e se encontrou novamente com Carly. Dessa vez, ele pegou como exemplo uma história da colega Claire Browne (Antonia Thomas), que disse que um dos seus dates mais legais foi quando ficou papeando com o crush sentados em um sofá, comendo um salgadinho de batatas. E lá foi Shawn até Carly, com um salgadinho nas mãos. "Por acaso você tem um sofá?", perguntou.

Essa jornada inocente de Shaun é um bê-a-bá da paquera. Conforta o coração daquele telespectador que busca uma alma gêmea e acalenta aquele que já encontrou seu par perfeito. The Good Doctor mostra como é possível, cada um do seu jeito, encontrar um grande amor.

E Shaun tem uma maneira única. Em um dos encontros com Carly, ele fez 83 perguntas em 12 minutos, todas muito pessoais e até invasivas, principalmente quando se está conhecendo o outro. "Quantos filhos você quer ter?", "Pretende criar eles onde?", "Vai ensiná-los qual religião?", e dezenas de outras mais.

Ao saber disso, a amiga Claire tentou freá-lo, dessa vez atrapalhando-o: "Shaun, no começo, geralmente as pessoas conversam sobre amenidades, como qual o livro preferido, qual música está ouvindo, esse tipo de coisa".

Mas Shaun devolveu com uma boa pergunta: "O sentido de um encontro não é acumular informações para se chegar a uma possível compatibilidade?". No fim das contas, Carly curtiu o interesse bem específico do seu crush e respondeu todas suas perguntas com tranquilidade. Um par perfeito, afinal.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook