Nova safra

Comédia baseada em série da Globo é a grande aposta de TV dos EUA

Divulgação/The CW

Os atores Joshua Sasse e Tori Anderson em cena da comédia romântica No Tomorrow - Divulgação/The CW

Os atores Joshua Sasse e Tori Anderson em cena da comédia romântica No Tomorrow

JOÃO DA PAZ - Publicado em 14/09/2016, às 05h25

A temporada de estreias da TV norte-americana, a ser aberta "oficialmente" na semana que vem, traz cerca de 50 novas séries, e uma delas é inspirada em uma produção brasileira. A principal aposta da rede The CW (de Supernatural e Flash) é No Tomorrow, baseada em Como Aproveitar o Fim do Mundo, exibida pela Globo em 2012. A atração vem gerando expectativa e promete ser a grande comédia romântica da temporada. Além de No Tomorrow, uma comédia ambientada no Céu e um drama sobre a rainha Elizabeth estão entre as grandes apostas da estação, de acordo com os críticos dos Estados Unidos. Confira:

divulgação/nbc

Kristen Bell e Ted Danson formam dupla inusitada em Good Place; série estreia com pedigree

The Good 
A comédia chega com pedigree: foi criada por Michael Schur, o mesmo das bem-sucedidas The Office, Parks and Recreation e Brooklyn 9-9. Ela também tem dois nomes de peso como protagonistas: Kristen Bell, de Veronica Mars e House of Lies, e Ted Danson, de Cheers e CSI. Kristen dá vida a Eleanor Shellstrop, uma jovem egoísta que vai para o Céu após morrer, vítima de atropelamento. Na verdade, ela foi confundida com outra pessoa, e seu passado na Terra a impede de usufruir das benesses do paraíso, onde as pessoas não conseguem falar palavrão. Eleanor fará de tudo para evitar que descubram a verdade. The Good Place estreia dia 19 nos Estados Unidos. No Brasil, ainda não tem canal.

divulgação/nbc

Em This Is Us, os atores Milo Ventimiglia (ex-Heroes) e Mandy Moore formam um casal 

This Is Us
Fãs da minissérie Justiça (da Globo) e do filme Crash - No Limite (vencedor do Oscar de 2006) poderão se identificar com This Is Us. O drama da rede NBC conta a história de quatro personagens que fazem aniversário no mesmo dia e mostra como a vida de cada um deles se entrelaça. Se o trailer servir como algum indicativo, This Is Us será um megassucesso: foram mais de 8 milhões de visualizações em três meses, recorde entre as séries da nova safra. This Is Us, que estreia dia 20 nos EUA, tem Sterling K. Brown (American Crime Story: O Povo Contra O.J. Simpson), Milo Ventimiglia (Heroes) e Justin Hartley (Mistresses) no elenco. Sem previsão no Brasil.

reprodução/cbs

Responsabilidade do ator Lucas Till é grande: manter a mística em volta de MacGyver 

MacGyver
Da enxurrada de remakes que a TV norte-americana trará neste ano, um sofre mais pressão do que os outros. A responsabilidade do ator Lucas Till é enorme. No mínimo, ele tem que não estragar o icônico personagem MacGyver, vivido por Richard Dean Anderson na série homônima de 1985. Na nova produção, MacGyver é um jovem na casa dos 20 anos que cria uma organização clandestina para resolver problemas de forma não-convencional. A grande questão é: será que esse MacGyver cativará o público com suas técnicas mirabolantes, assim como fez o personagem de 30 anos atrás? MacGyver começa a ser exibida nos Estados Unidos no dia 23 e não tem previsão de estreia no Brasil.  

 

reprodução/the cw

Baseada em atração da Globo, No Tomorrow tem no elenco Joshua Sasse e Tori Anderson

No Tomorrow
Comédia inspirada na série Como Aproveitar o Fim do Mundo, escrita por Fernando Young e Alexandre Machado, No Tomorrow traz a história de dois personagens completamente distintos: uma mulher pragmática e um homem inconsequente. Evie (Tori Anderson) é gerente de compras de um centro de distribuição e não curte correr riscos. Mesmo assim, ela se apaixona por Xavier (Joshua Sasse), que vive como se não houvesse amanhã _ele acredita que o mundo acabará em oito meses. O encontro entre os dois leva o telespectador a refletir, em meio a muitas risadas, sobre qual é a melhor maneira de aproveitar a vida. No Tomorrow estreia no dia 4 de outubro nos EUA. Também sem previsão no Brasil.

divulgação/netflix

Claire Foy e Matt Smith em The Crown; orçamento da série está estipulado em US$ 156 mi

The Crown
Após gastar muito dinheiro com Marco Polo, Sense8 e The Get Down, a Netflix investe pesado na série The Crown, que conta a trajetória de vida da rainha Elizabeth II: US$ 156 milhões (R$ 505 milhões). A trama começa com o casamento de Elizabeth (Claire Foy) com o príncipe Philip Mountbatten (Matt Smith), em 1947, e mostra como ela se adapta à rotina de rainha, posto que assumiu aos 25 anos, em meio ao declínio do Império Britânico. O objetivo da série, inspirada na peça The Audience, é contar a história de Elizabeth em seis temporadas, cada uma delas focada em uma década da vida da rainha. The Crown estreia no dia 4 de novembro.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que reality show você pretende assistir agora?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook