Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

COM COBIE SMULDERS

Cancelada após renovação, série Stumptown é a mais nova vítima do coronavírus

DIVULGAÇÃO/ABC

Em uma cozinha escura e suja, Cobie Smulders faz cara de triste ao usar um celular em cena de Stumptown

Cobie Smulders (ex-How I Met Your Mother) em Stumptown; série foi cancelada no meio da pandemia

JOÃO DA PAZ

joao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/9/2020 - 13h32

Estrelada por Cobie Smulders (ex-How I Met You Mother), a série Stumptown foi cancelada pela rede ABC. A notícia pegou todos de surpresa, pois o drama policial estava no meio da pré-produção dos episódios da segunda temporada. Os executivos da TV controlada pelo grupo Disney abortaram o projeto por causa do impacto da pandemia do coronavírus (Covid-19) em Hollywood, que vitimou outras atrações.

Stumptown engrossa a lista de produções canceladas mesmo após a renovação ou que tinham um novo projeto em andamento. Esses foram os casos das séries da Netflix, The Society (2019) e I Am Not Okay With This (2020), I'm Sorry (2017-2019, TBS) e Evel (do canal USA Network, minissérie que nem saiu do papel, com Milo Ventimiglia de protagonista).

Anunciada no Brasil pelo Prime Video para agosto (mas ainda não disponível na plataforma), Stumptown estava com um lugar certo na programação da fall season, temporada de estreias e lançamentos entre setembro e novembro, da ABC. A atração iria ao ar toda quarta, às 22h.

Porém, mudanças no comando e a pandemia do coronavírus emperraram o começo dos trabalhos da segunda temporada, o que impediria uma estreia ainda neste ano --as cenas seriam gravadas em Los Angeles. Houve uma troca de showrunner, a pessoa que chefia toda a série, e a ABC não curtiu muito o primeiro material entregue. A ordem foi reescrever os roteiros. Só que esse pedido atrasou todo o processo, e o drama ficaria pronto apenas em abril de 2021, na melhor das previsões.

Soma-se a isso o aumento dos custos para retomar os trabalhos em Hollywood no meio da crise da Covid-19. É preciso investir mais em itens que integram cartilhas de sindicatos para proteger os trabalhadores da doença e evitar um contágio. A equação com pandemia, divergências criativas, atraso nas gravações e alto custo (que a série naturalmente já tinha) deixou os executivos da rede ABC de saco cheio. Daí, optaram por se livrar dessa dor de cabeça.

Inspirada em uma história em quadrinhos homônima, Stumptown foi uma versão mais light de Jessica Jones (2015-2019). Cobie viveu Dex Parios, uma ex-fuzileira das Forças Armadas americanas que mergulhou no poço da bebida e do vício em apostas após deixar o Afeganistão, sofrendo ainda por cima de transtorno pós-traumático. Sem conseguir arranjar um emprego, ela resolveu ser detetive particular.

Nos EUA, a série não foi lá essas coisas de audiência, mas não passou vergonha. Terminou a primeira temporada com média de 5,96 milhões de telespectadores ("ao vivo" + público que assistiu aos episódios gravados) e construiu uma base sólida de fãs. Esses serão alguns dos argumentos que o estúdio ABC Signature, também da Disney, vai usar para vendê-la a uma outra rede, canal ou streaming que se interessar.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?