Sem previsão

Atriz da Globo faz campanha para emissora não acabar com série amazônica

Reprodução/TV Globo

Protagonista de Aruanas, Leandra Leal falou sobre a importância da série em entrevista ao site da Globo - Reprodução/TV Globo

Protagonista de Aruanas, Leandra Leal falou sobre a importância da série em entrevista ao site da Globo

ANA CORA LIMA - Publicado em 19/08/2019, às 05h03

Uma das principais apostas da Globo para 2019, Aruanas pode se transformar em um dos seus fracassos. Protagonista da produção situada na Amazônia, Leandra Leal contou ao Notícias da TV que a segunda temporada ainda não está confirmada. Inconformada com a falta de definição, a atriz assumiu que tem feito campanha pela continuidade da série. Não poupou nem a imprensa: "Por favor, peçam por uma nova temporada". 

A atriz, que divide o protagonismo da série do Globoplay --plataforma de streaming da Globo-- com Taís Araújo e Débora Falabella, ressaltou a importância da atração amazônica em sua vida. "Aruanas é um trabalho que uniu duas paixões da minha vida, a arte e o ativismo na questão do meio ambiente. Falar da Amazônia é necessário, e o papel da televisão é também de conscientizar."

“Não existe nada ainda sobre uma sequência, mas estamos torcendo muito. A série é um aliado para a nossa luta na mudança do imaginário de que uma floresta em pé não é lucrativa. Uma floresta como a Amazônia é muito lucrativa e necessária para a nossa sobrevivência", alerta a atriz.

Aos 36 anos, Leandra Leal está longe das novelas desde Império (2014), mas há cinco anos é uma das apresentadoras do Criança Esperança, uma campanha mobilizadora da emissora em parceria com a Unesco, que está em sua 34ª edição. Diferentemente do que ocorreu em anos anteriores, o show com várias atrações musicais vai fechar o projeto nesta segunda-feira (19).

Durante o último ensaio antes da apresentação, Leandra assumiu que, caso a série não seja renovada, ela não tem mais nenhum projeto para voltar à televisão. "Vamos ver o que acontece. Estou reservada para Aruanas", explicou.

Na última quarta-feira (14), no programa Encontro com Fátima Bernardes, Taís Araújo também falou sobre o futuro incerto de Aruanas. Questionada pela apresentadora sobre a possibilidade de uma segunda temporada, a mulher de Lázaro Ramos, sem graça, desconversou: "Oi? Então... Parece que... Não sei".

A assessoria da Globo confirmou ao Notícias da TV que o futuro Aruanas está em avaliação e ainda não existe uma decisão sobre a continuação ou não da série.

Série tipo exportação

Gravada em 2018, Aruanas foi lançada no início de junho simultaneamente para 150 países, com legenda em 11 idiomas.  A série com 10 episódios --só o primeiro foi exibido na TV aberta-- foi escrita por Estela Renner e Marcos Nisti, com Carlos Manga Jr. na direção artística. Foram 250 pessoas envolvidas na produção, que contou com o engajamento de ONGs como Greenpeace, Anistia Internacional, UM Women, SOS Mata Atlântica, Global Witness e Justiça Global, entre outras.

Durante as gravações na Amazônia, um acidente com duas embarcações provocou a morte de um adolescente que estava em uma canoa atingida pela lancha da produção. Na época, os atores lamentaram a tragédia e foram ao enterro do jovem.

A narrativa gira em torno da rotina de Luiza (Leandra Leal), Natalie (Debora Falabella) e Verônica (Taís Araújo), fundadoras de uma ONG de defesa do meio ambiente, e da estagiária Clara (Thainá Duarte). As quatro se juntam na investigação de uma denúncia anônima de crimes e encontram uma série de evidências que ligam uma poderosa mineradora a garimpos ilegais.

Além da questão ambiental na Amazônia, a série aborda os dramas pessoais de cada uma mulheres, como relacionamento abusivo, adultério, traição de amizade e briga judicial pela guarda de um filho. Camila Pitanga interpreta a vilã.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook