ARUANAS

Acidente em gravação de série da Globo decepa e mata adolescente

Divulgação/TV Globo

Débora Falabella, Taís Araujo e Leandra Leal são as protagonistas de Aruanas, da TV Globo - Divulgação/TV Globo

Débora Falabella, Taís Araujo e Leandra Leal são as protagonistas de Aruanas, da TV Globo

RUI DANTAS - Publicado em 13/09/2018, às 13h22

Um acidente com duas embarcações no set da minissérie Aruanas, da Globo, decepou a orelha e provocou a morte do adolescente Lucas Henrique Xavier Cardoso, 15 anos, em Manaus. Ele estava estava em uma canoa atingida pela lancha da produção. A colisão aconteceu na madrugada desta quinta-feira (13), e as gravações foram paralisadas.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu próximo à localidade Porto do Erã, na comunidade Jefferson Peres, no bairro de Tarumã Açu, zona oeste da capital do Amazonas, onde aconteceriam as gravações do dia, por volta das 4h20.

O sargento Denis Wilson Ferreira, bombeiro militar de Manaus, informou que o jovem foi encaminhado ao Icam (Instituto de Saúde da Criança do Amazonas). Com traumatismo crânio-encefálico e com forte sangramento na região da orelha direita, ele não resistiu ao acidente.

Segundo Ferreira, a lancha da produção da minissérie, denominada Paula, bateu lateralmente numa canoa de ribeirinhos. Nessa pequena embarcação, estavam Lucas e seu pai, Paulo Henrique Xavier Cardoso, que sobreviveu.

A minissérie é uma parceria da Globo com a Maria Farinha Filmes. Em nota, a emissora e a produtora afirmaram que "lamentam profundamente o ocorrido e estão ao lado da família e dos envolvidos, para providências e apoio com todo o necessário".

Uma fonte da produção, que pediu para não ser identificada, afirmou que não havia atores globais na lancha que colidiu e que, contrariando a legislação, a canoa de Paulo e Lucas Cardoso não tinha iluminação, daí a suposta razão do acidente. Os atores sairiam em outra embarcação, às 5h da manhã, para gravar, mas a programação do dia foi cancelada com a notícia da colisão.

A fonte afirmou que os atores, a produção e a direção  da minissérie estão "arrasados" com o acontecido. Não haverá gravações também nesta sexta-feira (14). Algumas pessoas da produção, inclusive, já estão de volta a São Paulo, sede da produtora Maria Farinha. 

Em Aruanas, três ativistas atuam em uma ONG de defesa da Amazônia. As protagonistas são as atrizes Taís Araujo, Débora Falabella e Leandra Leal. O elenco conta ainda com Vitor Thiré, Luiz Carlos Vasconcellos e Thainá Duarte.

A produção foi criada e roteirizada por Marcos Nisti e Estela Renner, com colaboração de Pedro Barros. Estela também responde pela direção do projeto, ao lado de Carlos Manga Júnior. A previsão é de exibição no ano que vem, primeiramente no Globoplay. 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da novela Orgulho e Paixão?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook