Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CRISE NA REALEZA

Após críticas a The Crown, príncipe William pressiona BBC por retratação histórica

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

A atriz Emma Corrin caracterizada como Diana em cena da quarta temporada de The Crown

Emma Corrin interpreta princesa Diana na quarta temporada de The Crown: críticas da família real

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/11/2020 - 14h57

Os esforços do príncipe William para resguardar a memória de Diana Spencer (1961-1997) não se resumem às críticas a quarta temporada de The Crown, da Netflix. O nobre se juntou ao irmão Harry para pressionar a BBC a investigar os bastidores de uma entrevista dada pela princesa de Gales ao jornalista Martin Bashir em 1995.

A participação de Lady Di no programa Panorama foi o estopim para uma crise na realeza britânica, culminando no divórcio entre a jovem e o príncipe Charles. Segundo o jornal The New York Post, os netos de Elizabeth 2ª estão "unidos na tentativa de descobrir a verdade sobre a entrevista explosiva".

As declarações de Diana caíram como uma bomba no Reino Unido. Ela admitiu que havia "três pessoas" em seu casamento, referindo-se ao caso de Charles com Camilla Parker Bowles. Ela ainda revelou que também viveu um relacionamento extraconjugal.

A emissora abriu uma sindicância interna para apurar as acusações de que Bashir falsificou documentos para obter a entrevista. De acordo com Charles Spencer, irmão de Diana, ela aceitou conversar com o jornalista depois de receber extratos bancários adulterados --os papéis acusavam o serviço de inteligência britânico de contratar espiões para seguir a jovem.

O ex-juiz John Dyson, que já passou pelas principais instâncias do judiciário britânico, comandará o processo, que é acompanhado de perto pelos herdeiros da coroa.

Harry segue as investigações à distância, já que se mudou para os Estados Unidos com a mulher Meghan Markle desde que rompeu oficialmente com a família real. Ele, no entanto, prefere não comentar o episódio --muito menos os dez episódios da série da Netflix.

William, por sua vez, teria se revoltado com a produção. Segundo o jornal The Times, o filho de Charles afirmou a amigos próximos que seus pais "são explorados e apresentados de uma forma falsa, simplista e com intuito de gerar dinheiro".


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?