Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA

The Kardashians: Para fugir de drama com Kanye West, Kim ressuscita sex tape

Divulgação/Hulu

Com roupa preta e óculos escuros, Kim Kardashian cruza os braços e tem expressão séria em cena de The Kardashians

Kim Kardashian surge mais comportada no reality The Kardashians, que estreia no Star+

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 14/4/2022 - 6h15

Depois de passar 20 temporadas e quase 300 episódios explorando cada detalhe de suas vidas no reality Keeping Up with the Kardashians (2007-2021), o clã bilionário liderado por Kris Jenner está de volta à TV com The Kardashians, que estreia nesta quinta-feira (14) no Star+. Mas o público que se deliciava com os barracos e os dramas pessoais das irmãs vai se decepcionar com o novo projeto: Kim Kardashian, a mais famosa da família, evita até abordar o tão noticiado fim de seu casamento com Kanye West.

No primeiro episódio da produção, o grande drama da empresária é o ressurgimento de uma sex tape que envolve ela e o rapper Ray J, gravada em 2002 e vazada na internet em 2007. Duas décadas depois, as imagens voltam a ser anunciadas na internet --e deixam a famosa em choque pela promessa de novas cenas, nunca antes divulgadas e ainda mais quentes.

É aí que acontece o momento mais dramático da estreia de The Kardashians, quando Kim promete "enterrar" quem está vendendo a gravação e fazê-lo se arrepender do negócio. A impressão é de que ela mesma fará uma investigação sobre o caso e confrontará os responsáveis cara a cara, mas a ilusão não dura muito: ela apenas entra em contato com seus advogados para que cuidem do problema.

A situação resume bem o problema do novo reality: o clã, que nunca foi pobre e sempre chamou a atenção pela ostentação, agora vale bilhões de dólares --Kim, Kourtney, Khloé, Kris, Kylie e Kendall ganharam pelo menos US$ 100 milhões (R$ 467 milhões) para estrelarem 20 episódios de The Kardashians.

Assim, elas parecem mais preocupadas em transmitirem uma imagem séria, que ande de mãos dadas com suas fortunas, do que em lavarem sua roupa suja para o entretenimento do mundo todo. O lado maternal de cada uma também aparece, tentando mostrar uma faceta fofa que pouco condiz com quem acompanhou o reality anterior.

Sob o guarda-chuva da Disney, a produção parece mais caprichada: é perceptível que o investimento aumentou, com tomadas de drones que se assemelham à linguagem cinematográfica. Mas a melhora visual não compensa a queda no conteúdo. O público que acompanha as Kardashians, afinal, está mais interessado nas brigas do que em belas imagens.

Talvez The Kardashians fosse bem mais interessante se, em vez de "enterrar" a sex tape que a tornou famosa, Kim enterrasse a mulher séria de negócios que deseja se tornar advogada e recuperasse a Kim "raiz", que não tinha constrangimentos nem medo de gravar uma transa com o namorado e explorar o vazamento das cenas para construir uma carreira em cima delas.

Veja o trailer de The Kardashians, estreia do Star+:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.