Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

CENAS FORTES

Renascer: Nome morto de Buba vem à tona após pai chamá-la de aberração

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Gabriela Medeiros está em close em cena da novela Renascer como Buba

Buba (Gabriela Medeiros) em cena de Renascer: novela mergulha na história dela antes da transição

MÁRCIA PEREIRA, colunista

marcia@noticiadastv.com

Publicado em 10/5/2024 - 17h03

O público vai assistir a cenas fortes de Buba (Gabriela Medeiros) em Renascer. Na próxima semana, a novela das nove da Globo vai mostrar as origens da psicóloga em mergulho doloroso nas lembranças dela. Com o apoio de José Augusto (Renan Monteiro), ela vai criar coragem para visitar a cidade onde morava e acabará chamada de aberração pelo pai, Humberto (Guilherme Fontes). Depois, ela encontrará a mãe, Meire (Malu Galli), e será chamada pelo nome morto, Beto.

As revelações sobre o passado de Buba vão começar a ir ao ar a partir desta segunda (13). Ela pegará sua caixa de fotos e navegará por suas lembranças ao se deparar com uma imagem dos pais. As cenas serão fortes com o pai a espancando ainda na infância.

"Estamos na sala de uma casa de classe média tipicamente interiorana de uns dez anos atrás. É a casa dos pais de Buba. E o ruído que preenche o ambiente dá dimensão da briga que se passa por lá. Vemos a câmera regredir do corredor rumo a porta de entrada quando um homem, ensandecido, surge à sua frente, gritando, e empurrando a câmera pra longe, derrubando-a no chão. Uma mulher vem no seu rastro, tentando segurar o sujeito. Em vão...", descreveu Bruno Luperi na primeira cena de Humberto e Meire.

"Você vai matar o nosso filho, Humberto!", gritará Meire. "Nosso filho morreu, Meire! Tá me ouvindo? Morreu!", falará o homem. "Pelo amor de Deus... Tenha calma!", pedirá a mãe de Buba. 

"Ela fala e se coloca entre o marido e a câmera, desesperada. Enquanto isso, o sujeito entra para dentro e reaparece com uma mala de mão, terminando de enfiar algumas roupas dentro. Com ódio, arremessa a mala em direção à câmera", continuo o autor nas descrição. 

Humberto mandará Buba sumir e nunca mais aparecer na cidade. Ele a empurrará, mas o público não a verá. "Para com essa maluquice, filho!", lamentará Meire. "Nosso filho não existe! Isso aí é uma praga! Uma aberração! Vai! Some logo daqui!", berrará Humberto.

"Fala enquanto abre a porta e empurra a câmera casa afora. Ela sai cambaleando, quase caindo, mas se segura e fita a casa a tempo de receber um olhar cheio de ódio do homem possuído. A mãe vem até o filho com um maço de dinheiro", instruiu o novelista.

"Tó, filho.. Agora toma teu rumo... Suma daqui, anda... E não volta... Ou teu pai te mata! E eu não ia me perdoar nunca por isso", declarará Meire, que aos prantos vai correr para dentro de casa. A sequência pede que Buba volte da lembrança, encerrando o flashback inédito. 

Buba sentirá uma dor que lhe consome a alma e despertará do transe lamentando o fato de não ter a avó com ela --a única da família que lhe deu força para fazer a transição. 

Essa trama não existiu na versão original em 1993. Buba era uma pessoa intersexo, que não se enquadra nas definições biológicas de masculino e feminino. Ela também tinha sido registrada após o nascimento com outro nome na primeira versão, Alcides. 

Renascer foi escrita e criada pelo autor Benedito Ruy Barbosa. A primeira versão foi ao ar na Globo em 1993. Bruno Luperi é neto do novelista e responsável pela adaptação da saga rural que estreou no horário nobre em janeiro. O remake ficará no ar até setembro.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas:


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 22/6 a 6/7

Sábado, 22/6 (Capítulo 132)
Bento diz a Augusto que não confia em Mariana. Marçal informa Egídio sobre o encontro de João Pedro com os produtores. Joana orienta Tião a procurar emprego na fazenda de João Pedro. Morena diz a João ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.