Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

ANÁLISE

Por que Renascer está tão chata? Novela não sai do lugar com cenas repetidas

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Em cena de Renascer, Marcos Palmeira está deitado na cama, discutindo com Theresa Fonseca

Inocêncio (Marcos Palmeira) e Mariana (Theresa Fonseca) em Renascer: casal briga quase todo dia

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 22/5/2024 - 20h55

Novela emblemática dos anos 1990, Renascer ganhou uma nova versão cheia de expectativa. Porém, desde a estreia em janeiro, os números não sobem. A explicação é simples: a novela das nove da Globo não sai do lugar e exibe, dia sim, dia também, sequências iguais, com diálogos repetidos e tramas que não vão a lugar nenhum.

Com exceção de alguns bons ganchos criados por Bruno Luperi, a nova versão de Renascer é bonita, mas cansativa. É bem feita, mas lenta. É cativante, mas sem muitas novidades. O autor parece se esforçar para deixar a história mais ágil, mas o que se vê até aqui são personagens correndo atrás do próprio rabo.

Não importa se o telespectador deixou de ver um, dois ou uma dezena de capítulos. Ao voltar para ver a novela, vai dar de cara com José Inocêncio (Marcos Palmeira) e Mariana (Theresa Fonseca) brigando ora por causa de João Pedro (Juan Paiva), ora por causa de Maria Santa (Duda Santos).

O público já deve ter perdido as contas de quantas vezes Eliana (Sophie Charlotte) e Damião (Xamã) protagonizaram as mesmas cenas; e o mesmo serve para Ritinha (Mell Muzzillo) reclamando do marido.

Todo mundo está cansado de saber que José Inocêncio não aceita a relação de João Pedro e Sandra (Giullia Buscacio), que também não se cansa de repetir que o noivo não a ama como gosta de Mariana.

Aliás, a personagem de Theresa Fonseca é a mais perdida do rolê no sul da Bahia. Suas cenas são de uma mesmice de dar dó. Ela, que já confessou que planejava se vingar de "painho" e que gosta mesmo de João Pedro, também já voltou atrás uma penca de vezes para dizer que ama o marido de verdade.

Bruno Luperi é um autor sensível, delicado e que gosta de tratar os temas das suas novelas com profundidade e complexidade. Não deve ser fácil revisitar e reescrever uma novela tão emblemática do avô, o autor Benedito Ruy Barbosa. O novo novelista, no entanto, parece não ter se dado conta que, talvez, Renascer não seja uma novela ideal para os tempos atuais.

Na versão original, Renascer teve 213 capítulos. Agora, o autor recebeu para Renascer a encomenda de 197. Já a Pantanal de 1990 teve 216 episódios, e seu remake viu uma redução para 167 em 2022. Ainda assim, a novela teve a famosa "barriga", aquele momento da trama em que nada acontece.

Talvez a emissora esteja avaliando mal o tamanho dos remakes que está levando ao ar, sem considerar que o telespectador de hoje não tem o mesmo tempo nem o estilo de vida de quem via novela nos anos 1990.

Bruno Luperi faz o que pode, mas é preciso que o departamento de Dramaturgia da Globo atue melhor na programação de suas próximas releituras. Afinal, Vale Tudo vem aí --e seria uma heresia estragar a obra que é considerada uma das melhores novelas de todos os tempos.


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 21/6 a 6/7

Sexta, 21/6 (Capítulo 131)
João Pedro se lamenta com Zinha e Deocleciano, dizendo que perdeu Sandra de vez. José Inocêncio diz a Inácia que sente desprezo por João Pedro, e que o filho não é mais bem-vindo em sua casa. ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.