Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ASSÉDIO SEXUAL

Pantanal: Maria Marruá ataca José Lucas, e Velho do Rio prevê desgraça

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Irandhir Santos caracterizado como José Lucas: ele usa cavanhaque e veste uma regata vermelha e um casaco verde. O cabelo cacheado está coberto por um boné marrom e bege em cena de Pantanal

José Lucas (Irandhir Santos) enfrentará os perigos do Pantanal ao assediar Juma (Alanis Guillen)

SABRINA CASTRO

sabrina@noticiasdatv.com

Publicado em 6/7/2022 - 11h44

Nojento, José Lucas (Irandhir Santos) cercará Juma (Alanis Guillen) e tentará beijá-la à força em Pantanal. O crápula aparecerá na tapera, implorará por carinho e ainda provocará a mulher a se transformar em onça. Ele, no entanto, terá um bicho muito mais agressivo para se preocupar: Maria Marruá (Juliana Paes) reaparecerá como onça e partirá para cima do peão. O boiadeiro será salvo pelo Velho do Rio (Osmar Prado), que alertará o neto sobre as desgraças que ele vem provocando na novela das nove da Globo.

Mas o ex-caminhoneiro não dará a mínima aos conselhos da entidade. Ele, afinal, já ouviu a mesma coisa da boca do cramulhão, na voz de Trindade (Gabriel Sater). Mas nem a perspectiva de perder o respeito, a família e até a própria vida faz com que o crápula tire Juma de sua mente.

Se as coisas já estavam complicadas com este "amor" platônico, a situação atingirá seu ápice quando José Lucas partir para o assédio para ter o que quer.

Em cenas que irão ao ar nesta sexta (8), o nojento irá para a casa da jovem, que, a esta altura, não o recepciona mais com uma espingarda a tiracolo. Ele aproveitará a falta de armamento para ultrapassar todos os limites. Primeiro, implorará um beijo para a protagonista, apelando para uma declaração de amor um tanto esquisita.

"Eu num quero riqueza nenhuma do meu pai... Num quero nada dos meus irmão... De tudo o que eu vi nessa vida, Juma, eu só quero uma coisa... Ocê! E eu num sei mais como escondê esse sentimento...", dirá o boiadeiro. Ele se aproximará dos lábios da moça, mas ela lutará contra os próprios instintos e berrará para ele ir embora. Caso contrário, irá mordê-lo.

"Então vira onça, Juma! Vira onça e arranca a minha orelha! Senão eu num vô m’embora!", provocará. A a jovem tentará se manter civilizada e dirá que não sente raiva dele, tampouco amor. José Lucas preferirá ignorar a fala: insistirá, quase como um louco, para que ela "suba em sua garupa" e eles fujam dali.

A protagonista achará a ideia maluca. Ela deixará claro que não arredou o pé de sua tapera nem por Jove (Jesuita Barbosa), quanto mais por aquele desconhecido. Será neste momento que José Lucas ultrapassará os limites. Ele agarrará a menina-onça pelos braços e tentará "domá-la", como se estivesse lidando com um bicho.

Maria Marruá sob a forma de onça em Pantanal

Maria Marruá sob a forma de onça

Pouco tempo depois, ele realmente terá um animal para se preocupar. Maria Marruá não poderia deixar a filha sozinha naquela situação. Com seus esturros ameaçadores, ela se prostrará na frente da filha e rugirá na fuça do crápula. O peão ainda terá a audácia de puxar a faca e confrontar a mãe apreensiva.

Mas o Velho do Rio se intrometerá e não permitirá que a fera arranque os ossos de seu neto, tampouco que o peão machuque o animal. José Lucas, no entanto, não desistirá da luta. “Ocêtá chamâno desgraça! Uma hora ela vem! (...) Vá s’embora... Em paz. Ocê num vai essa chance ôtra vez! Ela num lhe qué...", insistirá o Velho.

Juma, por outro lado, queimará qualquer esperança do boiadeiro. Após o assédio, ela não vai querer mais recebê-lo de forma alguma. Também mudará a opinião que tinha formado sobre o primogênito dos Leôncio. Ofegante e magoado, ele se afastará da tapera sem olhar para trás.

"Qué que ocê tá fazêno, Zé Luca?! Querêno tomá a mulhé do teu irmão?! (...) Ocêchamâno desgraça na tua vida... E num é de hoje!", refletirá o forasteiro, no caminho de volta à fazenda. Maria Marruá também se embrenhará pelas matas, deixando claro que não aprova a aproximação da filha com aquele boiadeiro.

Escrita por Benedito Ruy Barbosa, a novela Pantanal foi exibida em 1990 pela extinta Manchete (1983-1999). O remake da Globo é adaptado por Bruno Luperi, neto do autor. 


Saiba tudo que vai rolar nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros Ouça "#108 - Pantanal: José Lucas passa dos limites e enfrenta fúria de Maria Marruá!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Pantanal e outras novelas:


Últimas de Novela Pantanal


Resumos Semanais

Novela Pantanal: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 15 a 27/8

Segunda, 15/8 (Capítulo 121)
José Lucas fica arrasado com a ausência de José Leôncio em seu casamento com Érica. José Leôncio acaba atendendo ao pedido de Filó para hospedar Maria Bruaca, mas deixa claro a Alcides que o peão está ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.