Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

OUTRO FORMATO

Novela na Netflix? Executiva rejeita molde da Globo, mas bebe da mesma fonte

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Agatha Moreira sentada em cadeira de frente para Romulo Estrela, sentado numa mesa, em cenário da novela Verdades Secretas 2

Verdades Secretas 2, do Globoplay, primeira novela feita para o streaming; Netflix rejeita o modelo

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 24/11/2021 - 6h30

Plataforma de streaming com milhões de assinantes no Brasil, a Netflix já percebeu há um bom tempo que tem grande audiência local e investe em produções nacionais, como filmes, séries e reality shows. Ainda resta a dúvida: quando a Netflix fará novelas? Se depender do formato clássico de folhetim que ficou conhecido na Globo, nunca. Elisabetta Zenatti, vice-presidente de Conteúdo da empresa no Brasil, explica que a plataforma não seguirá o modelo, mas beberá da fonte para incluir elementos novelescos em suas séries.

Para ela, não faz sentido para o serviço de streaming reproduzir uma característica essencial das novelas, ou pelo menos das novelas pré-pandemia: o fato de serem obras abertas. 

"Estamos desenvolvendo vários projetos, entendendo qual vai ser a nossa versão de novela no Brasil. Com certeza vai ser uma obra seriada, a gente não vai fazer a novela clássica brasileira que dura quase o ano inteiro, que tem encontro marcado [com o público] todos os dias num horário, que é escrita como um livro aberto, em que [o autor] sente a reação do público e vai escrevendo. A nossa vai ser uma obra fechada", decretou Elisabetta durante o evento Mais Brasil na Tela, na terça (23).

"Não estamos estabelecendo número de capítulos. Também não estamos olhando pra um número específico de obras por ano", complementou ela, num claro repúdio ao modelo da Globo, que já tem definida sua fila de novelas para 2022, por exemplo. 

Neste ano, a emissora lançou sua primeira novela para o streaming, Verdades Secretas 2. O modelo é diferente das novelas tradicionais, com menos capítulos e lançados em levas de dez episódios a cada duas semanas. Mas a produção estreou antes de ser totalmente finalizada --e arcou com um complicado imprevisto, que foi a saída de sua atriz principal, Camila Queiroz

Na Netflix, Elisabetta afirma que há duas séries em produção que não são consideradas novelas, mas terão elementos que os telespectadores noveleiros poderão reconhecer. 

"Estamos com duas séries pro ano que vem, Olhar Indiscreto e Só Se For por Amor, que têm alguns elementos de novela. Um pouco de melodrama, um pouco de romance, que já flertam com novelas. É desse jeito que a gente está desenvolvendo novos títulos. A gente está incluindo elementos de novelas, mas não serão novelas clássicas brasileiras", esclareceu.

Um dos objetivos da Netflix no Brasil, além de lançar conteúdos nacionais em todos os meses de 2022, é investir em diferentes gêneros do audiovisual, como terror, ficção científica e ação. A executiva disse que as novelas entram no escopo da Netflix não como uma grande aposta individualmente, mas como influências, uma mistura com outros formatos. 

"É a beleza de experimentar vários gêneros que se cruzam. Isso era quase impensável, e hoje a indústria brasileira pode propor novos gêneros que não se viam antes. A gente quer abrir a nossa cabeça e deixar entrar novas ideias, novos talentos, novas vozes. Estamos experimentando, a gente precisa ter coragem", concluiu.

Confira vídeo que apresenta as novidades da Netflix para 2022:

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas