Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PASSADO OBSCURO

Morador de rua alcoólatra, Zezinho de Poliana Moça ganha na loteria: 'Cruel'

FOTOS: REPRODUÇÃO/SBT

Romis Ferreira tem o cabelo e a barba grandes em Poliana Moça; ele dá um leve sorriso, com o rosto sujo, enquanto encara Gleyce (Maria Gal) --fora do quadro

Zezinho (Romis Ferreira) em sua primeira aparição em Poliana Moça; ator discute problema social

SABRINA CASTRO

sabrina@noticiasdatv.com

Publicado em 24/5/2022 - 6h15

Parece estranho afirmar que Zezinho (Romis Ferreira) teve sorte na vida. O personagem de Poliana Moça comeu o pão que o diabo amassou durante seu período na rua. Na primeira vez que deu às caras no folhetim, estava acuado, sujo e com fome. Mas o personagem "renasceu" com o apoio das crianças do clubinho Magabelo, que o ajudaram a conquistar moradia e emprego. "Ter uma ajuda como essa é como ganhar na loteria", ressalta o ator.

"É um problema crônico hoje em dia, essa solidão das pessoas [em situação de rua]. A fome nem se fala, né? Depois da pandemia... Chega a ser cruel. Por isso que, em várias cenas, a gente se emocionou muito", relembra o artista, em entrevista ao Notícias da TV.

A população de rua é tão invisibilizada que não é mensurada nem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O Projeto de Lei 4.498 até previu incluir essa parte da sociedade no próximo Censo, mas a proposta de 2020 segue no papel.

Ao menos, os dados da Prefeitura de São Paulo mostram que, de fato, a situação piorou muito após a pandemia. A população em situação de rua cresceu 31% entre 2019 e 2021 na cidade em que se passa o folhetim. O perfil dessas pessoas também mudou: hoje, 8.927 delas vivem nas calçadas com algum familiar --contra 4.868 em 2019.

"Eu adoraria que a novela destacasse esse tema, ao ponto de as pessoas realmente discutirem isso, levarem isso para o seu bairro. Outro dia estava passando uma pessoa empurrando uma carroça, e eu estava aguardando o carro que pega o óleo usado. Quando aquele morador [de rua] viu, ele falou assim: 'Você pode dar esse óleo para mim?'. Eu dei, e fiquei assim... Um óleo usado deu um sorriso para a pessoa", conta.

Zezinho (Romis Ferreira) após "transformação" em Poliana Moça

Zezinho após 'transformação' em Poliana Moça

A onda de frio que atingiu o Sul e Sudeste brasileiros fez com que esse debate voltasse à tona. A Prefeitura de São Paulo --cidade em que se passa o folhetim-- ampliou a oferta de abrigo na rede socioassistencial durante o período. São 17 mil vagas no total, para cerca de 32 mil pessoas, conforme um levantamento do próprio órgão administrativo. A conta não fecha.  

"Poucas pessoas fazem como aquelas crianças, que levaram isso para os pais. Eles se interessaram e acabaram tirando o Zezinho daquela situação. Mas, infelizmente, é muito raro. É um trabalho do Estado --que até faz alguma coisa, mas muito pouco", afirma.

De dentro para fora

Mais do que as feridas externas, Zezinho carrega as dores de um passado turbulento. "A autora deixou um mistério no ar. Quando perguntam sobre a família dele, ele não responde. Fala que perdeu contato. Mas você vê que é um assunto que ele não quer mexer. Ele já foi da comunidade, então ele teve uma família. Agora tudo isso está na nossa imaginação", declara.

O personagem não revelou muito de si durante a novela, mas entregou dificuldades de lidar com os sentimentos em conversa com Davi (Marcello Airoldi). Ele se rendeu à bebida após a pressão para ser o "homem perfeito" --em um debate que pode remeter à masculinidade tóxica.

Eu era assim como você, sabe? Queria carregar tudo em minhas costas, mostrar que era o mais forte, o homem da casa. Mas o fato é que não estava aguentando mais tanta pressão. Eu me fechei tanto que não consegui mais me abrir para eles [família]. Chegou a um ponto que fugiu do meu controle. Eu perdi emprego, briguei com todo mundo, me vi sozinho. Foi aí que eu comecei a beber e a morar na rua.

O homem ainda ressaltou que o "orgulho o levou ao fundo do poço". Mas a ajuda de Mário (Théo Medon), Lorena (Pietra Quintela), Gael (Kauan Siqueira), Benício (Vinicius Siqueira), Pedro (Tavinho Martins) e Chloe (Mari Campolongo) transformou a vida do personagem. 

Com o primeiro salário ele pôde alugar sua própria casa e recomeçar a vida. Ele se despediu de Formiga (Humberto Morais) e Vinícius (Vincenzo Richy), com quem dividia um apartamento, e deixou o folhetim.

Zezinho (Romis Ferreira) se despede de Formiga (Humberto Morais) e Vinícius (Vincenzo Richy) em sua cena final de Poliana Moça

Zezinho se despede dos amigos em última cena

Mas o SBT não descarta uma breve "visitinha" aos amigos --apesar do ator não ter gravado nenhuma cena além das que já foram ao ar. Elas foram rodadas no final do ano passado.

"Eu já fiz personagens que eram bêbados, então tinha essa memória, somada aos ingredientes que o próprio texto te proporciona e à troca com os atores que contracenei. Eu acho que o resultado é muito mais essa química", afirma, sobre os elementos que juntou para compor o trabalho.

Novo Ronald Golias

O ator fez carreira no teatro, mas participou de algumas produções na TV --como Lado a Lado (2012) e Império (2014), da Globo, e A Vida Secreta dos Casais (2019), da HBO. Também viverá Ronald Golias (1929-2005) em O Rei da TV, série sobre a trajetória de Silvio Santos na plataforma de streaming Star+.

Contudo, um projeto em específico marcou a vida do intérprete: o Eureka, da TV Cultura, exibido na década de 1980. Conhecido por apresentar "invenções" --que muitas vezes falhavam ao vivo--, o programa é definido como a experiência mais louca em que ele se envolveu.

"Eu era um rapaz de 24 anos e caí de paraquedas para apresentar um programa ao vivo. O diretor Liel Ferreira era maravilhoso, mas ele não parava de falar. Eu tinha o ponto no ouvido, né? Eu fazia uma pergunta, o entrevistado se enrolava e pronto. Já tinha ido o tempo da primeira pergunta, da segunda... Aí o diretor começava a falar no meu ouvido, e eu me atentando à resposta da pessoa. Ainda bem que eu era jovem", relembra, aos risos.

Poliana Moça é exibida de segunda a sexta-feira, às 20h30, no SBT. A novela dá continuidade à saga de Poliana, menina que usa o Jogo do Contente para enxergar o lado bom da vida. A infância da personagem foi abordada no folhetim As Aventuras de Poliana, que a emissora colocou no ar em 2018.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Poliana Moça e outras novelas.


Últimas de Poliana Moça


Resumos Semanais

Poliana Moça: Resumo dos capítulos da novela do SBT - 28/6 a 1º/7

Terça, 28/6 (Capítulo 72)
Pinóquio pensa em um plano para ajudar os comparsas com a polícia. Otto suspeita que Poliana armou para ficar sozinha na escola com o Éric. Bento conta para Ruth que Kessya está chateada com ele, e ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.