Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INSTITUIÇÃO COLORIDA

Fina Estampa: Crô torra fortuna e funda ONG para 'homossexuais pintosos'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator Marcelo Serrado caracterizado como Crô em cena de Fina Estampa

Marcelo Serrado interpreta Crô em Fina Estampa; mordomo receberá herança de sua patroa

DANIEL FARAD

Publicado em 8/9/2020 - 14h30

Podre de rico, Crô (Marcelo Serrado) torrará parte da fortuna que herdará com o sumiço de Tereza Cristina (Christiane Torloni) para fundar uma ONG (Organização Não-Governamental) em Fina Estampa. O mordomo investirá todos os seus esforços no Centro de Amparo ao Homossexual Pintoso na novela das nove da Globo.

A sorte do "escravo do Nilo" mudará assim assim que a antagonista de Christiane Torloni desaparecer no mar com Pereirinha (José Mayer) nas cenas que serão exibidas no próximo dia 18. Após alguns dias de buscas infrutíferas, as autoridades não encontrarão o corpo da madame. Ela será dada como morta para o choque de René (Dalton Vigh).

O queixo do cozinheiro voltará a cair durante a leitura do testamento da perua. O advogado informará que a megera deixará metade dos bens para ser repartidos entre Patrícia (Adriana Birolli) e René Junior (David Luccas), e a outra parte para o fiel escudeiro interpretado por Marcelo Serrado --de quebra, ele ainda ganhará a mansão de "brinde".

Depois de se tornar milionário do dia para noite, Crô não deixará a humildade de lado e manterá os empregos de Marilda (Kátia Moraes) e Baltazar (Alexandre Nero) no folhetim de Aguinaldo Silva.

O marido de Celeste (Dira Paes), aliás, se tornará seu motorista particular. "Vamos já, zoiudo, estou atrasado para reunião em minha obra de caridade", exigirá o novo mandachuva do pedaço. "Centro de Amparo ao Homossexual Pintoso. Isso lá é obra de caridade?", rosnará o machão. 

reprodução/tv globo

Crô (Marcelo Serrado) se enche de mimos depois de receber herança inesperada no folhetim


Berinjela ou jabuticaba

Crô baterá o pé de que seu projeto é de suma importância para o desenvolvimento social do Brasil. "Até porque os homossexuais pintosos precisa de ajuda porque são os mais discriminados, principalmente por bibas que se acham melhores que as outras", dirá ele ao lançar um olhar recriminador para o pai de Sol (Carol Macedo).

"E eu vou ficar lá na porta esperando enquanto as gazelinhas ficam trotando do meu lado para descobrir se eu sou berinjela ou jabuticaba?", reclamará o chofer vivido por Alexandre Nero.

"Nós dois sabemos o que você é, não é?", devolverá o ex-proletário em referência ao tamanho avantajado do pênis de Baltazar. "Você descobriu por acaso", devolverá o encrenqueiro.

Sem paciência, a biba ainda exigirá que o serviçal abra a porta para que ele entre no veículo. "Não tem problema. E vai devagar, Baltazar, que eu quero olhar os bofes. O carro é meu, e eu vou olhar sim", arrematará Crô.

Fina Estampa terminará no próximo dia 18 e será substituída pela reapresentação de A Força do Querer (2017). A novela Amor de Mãe só volta no ano que vem. Além dos spoilers, o Notícias da TV publica os resumos dos capítulos do folhetim protagonizado por Lilia Cabral e Christiane Torloni e também de outras tramas que estão no ar atualmente.


Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Ouça "#29: Tereza Cristina fica doida total com novo segredo revelado!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TVno YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Fina Estampa e outras novelas.

Últimas de Fina Estampa


Resumos Semanais

Resumo da novela Fina Estampa: Capítulos de 18 e 19 de setembro

Sexta, 18/9 (Capítulo 155)
Tereza Cristina obriga Griselda a implorar pela sua vida. Crô entrega plano de Tereza Cristina para não ser preso. Tereza Cristina arrasta Ferdinando para a cama. Antenor decide ir atrás de Griselda. Zuleika interrompe o casamento ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.