Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

TEORIA NA WEB

Falsa mocinha? Electra vira vilã de Família É Tudo e é comparada até a Flora

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Electra (Juliana Paiva) com expressão de desespero em cena da novela Família É Tudo

Electra (Juliana Paiva) em cena de Família É Tudo; teoria aponta ex-presidiária como vilã

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 15/3/2024 - 10h00

Electra (Juliana Paiva) jura de pé junto que não tentou matar Luca (Jayme Matarazzo) em Família É Tudo, mas ainda não convenceu o telespectador de sua inocência. Uma teoria de que a ex-presidiária é a grande vilã da novela já circula pelas redes sociais. A suposta mocinha, inclusive, chega a ser comparada com Flora (Patrícia Pillar) --antagonista de A Favorita (2008) que também alegava ter sido presa injustamente, mas era a verdadeira assassina da trama.

Na primeira sinopse elaborada por Daniel Ortiz, Electra realmente era descrita como uma jovem problemática e drogada. "Após a morte repentina do pai, ela acaba desenvolvendo um comportamento ansioso e, já adulta, passa a buscar nas drogas uma forma de aliviar os traumas. Ela passa a gastar todo o dinheiro que recebe da avó no vício, estoura o limite do cartão de crédito e, quando já não tem mais nada, vende objetos da casa", tinha escrito o autor.

"Frida [Arlete Salles] tenta várias vezes internar a neta numa clínica de reabilitação, mas a garota está incontrolável. Um dia, depois de uma noitada, Electra acorda em um hotel ao lado do namorado ensanguentado e esfaqueado", afirmava a sinopse à qual o Notícias da TV teve acesso.

"Desesperada e sem entender o que havia acontecido, chama a polícia. O rapaz é levado ao hospital e sobrevive, mas Electra acaba acusada de ter tentado matá-lo, já que suas impressões digitais estão na faca encontrada naquele quarto", descreveu o novelista.

Mas Ortiz acabou fazendo mudanças no perfil da personagem e suavizou a parte problemática da herdeira dos Mancini. Na trama, a ex-estudante de Medicina tem repetido à exaustão que não esfaqueou o fotógrafo e alega que alguém colocou uma substância em sua bebida na noite do atentado.

Apesar de ainda ser cedo para cravar se a jovem é boazinha ou não, a revelação de que Electra seria vilã possibilitaria que Juliana Paiva saísse da zona de conforto e mostrasse mais seu talento, já que o público está acostumado a ver a atriz viver apenas mocinhas.

Inocente ou não?

Desde a estreia do folhetim, a teoria de que a irmã de Vênus (Nathalia Dill) não é tão boa quando aparenta tem se espalhado na web. "Eu super achei que a Electra tem uma vibe meio Flora no início de A Favorita, eu ia aclamar muito o Ortiz se a virada pra vilã acontecesse", disse Vinicius Monteiro no X.

Internautas analisaram até as roupas da personagem. "Percebam que ela está sempre de preto na maioria das cenas, diferentemente da Vênus, que usa cores fortes, e da Andrômeda [Ramille], que sempre usa cores chamativas. E quem também usa preto? Sua tia-avó, Catarina [Arlete Salles]! Inclusive, o estilo da Vênus lembra bastante o da Frida, as duas usam praticamente a mesma paleta", especulou Jan Goth.

"Eu cantei essa pedra desde quando ela surgiu em cena. Ela não é mocinha! Tem algo a mais nessa personagem, algo tipo a Flora de A Favorita, que se revelou vilã no meio da trama!", comparou Anderson Salles. "E ela sentada junto com os vilões e não em pé com os irmãos. Eu torço e desejo que ela seja uma vilã nessa novela", reparou Vanessa Inácio em uma foto de divulgação.

REPRODUÇÃO/X

Montagem com dois prints de postagens do X

Postagens com teorias sobre Electra

"Ela sempre se achou inferior a Vênus, sempre quis ser ela. Depois que perdeu a mãe e foi criada pela mãe do Plutão [Isacque Lopes], tudo piorou. Com a morte do pai, desandou de vez. Quis dar um golpe no Luca e tudo deu errado. Mas ela vai se vingar, de tudo e de todos", cogitou João Fialho.

Já outros noveleiros discordam da teoria. "Eu não consigo acreditar que a Electra é a vilã, e os principais motivos nem são só o fato de um plot assim não fazer o estilo do autor. É que isso vai contra toda a lógica da novela e da própria protagonista. Família é tudo, e ela tem que ficar unida. E também porque não tem motivo pra Electra ter fingido ser boa a vida inteira, ela é podre de rica", palpitou Dany.

"Ela deve ser um personagem cinzento, mas vilã? Vocês viajam, e acho que não seria legal pra essa trama, até porque ela ficou presa cinco anos. Ela é uma pessoa triste e revoltada, primeiro porque quase ninguém acreditou nela. Não acho que vá ser vilã, isso é impossível", disparou Laris.

Família É Tudo é escrita por Daniel Ortiz e dirigida por Fred Mayrink. A novela deve ser substituída em setembro por uma trama de Claudia Souto, que será protagonizada por Jéssica Ellen e Amaury Lorenzo.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer na novela Família É Tudo:


Resumos Semanais

Família É Tudo: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 27/5 a 8/6

Segunda, 27/5 (Capítulo 73)
Lupita aceita conversar com Júpiter. Netuno/Léo conta seu sonho para Babbo. Enéas cola cartazes pela cidade, à procura de Netuno/Léo. Jéssica se incomoda quando Murilo afirma que Electra é inocente. Júpiter confessa a Marieta que mentiu ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.