Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VIRGÍNIA ROSA

Empregada em Pega Pega, atriz vestiu uniforme para sentir preconceito na pele

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Virgínia Rosa com expressão de tristeza como a Madalena em cena de Pega Pega, novela das sete da Globo

Virgínia Rosa interpreta Madalena em Pega Pega; atriz se surpreendeu ao vestir uniforme de camareira

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 22/7/2021 - 6h25

Virgínia Rosa até já imaginava o que a esperava ao pedir emprestado o uniforme de uma das camareiras do hotel em que se hospedou durante as gravações de Pega Pega. A atriz quis sentir na pele o preconceito contra os "trabalhadores invisíveis" como Madalena --a empregada que criou Maria Pia (Mariana Santos) como filha na novela das sete da Globo.

Ela, porém, conseguiu se surpreender com o desprezo das pessoas ao vê-la sem o "verniz" de artista. "Eu confesso que gosto desse glamour, ando sempre muito arrumada, e todo mundo sempre me cumprimentava. Só que, no dia em que eu vesti a roupa dessa pessoa que está ali para servir, era como se eu não existisse", lembra a intérprete ao Notícias da TV.

Virgínia não esconde o choque ao confirmar como profissionais com uma função social tão importante, como garis, motoristas de ônibus e entregadores, são absurdamente desvalorizados. "A experiência me deixou triste, mas me ajudou a desenvolver as questões internas da minha personagem", pontua.

Afinal, Madalena sempre aturou o desdém de Lígia (Angela Vieira) e Athaíde (Reginaldo Faria) mesmo que tivesse criado Maria Pia com todo o carinho do mundo. "Foi crucial para que eu trouxesse humanidade a essa mulher", explica a paulistana.

Um afeto, aliás, que ela não pode dar ao filho Dom (David Junior), que foi raptado ainda criança na praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, em um momento de distração de Cristóvão (Milton Gonçalves).

"A novela tinha essa pegada de que não havia alguém que era completamente bom ou totalmente mau. Madalena era a bondade em pessoa e, ao mesmo tempo, tinha muita raiva e culpava o marido [pelo sequestro]. Ela tinha muita dificuldade de abrir mão desse rancor", analisa.

Um ressentimento que só seria aplacado quando Dom voltou ao Brasil e ficou cara a cara com a família biológica. "Ela foi dobrada pelo amor. Aí ela conseguiu entender até o lado da Sabine que, mesmo errada, nutria um amor verdadeiro por aquele menino. A Claudia Souto [autora da trama] foi muito feliz em mostrar a humanidade em cada ser", avalia a veterana.

Pega Pega (2017) ganhou uma "edição especial" para tapar o buraco deixado após a reta final de Salve-se Quem Puder. Quanto Mais Vida, Melhor, próxima novela inédita da faixa das sete, foi adiada porque está sendo gravada com protocolos de segurança que tornam o processo de execução mais lento. 


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#66 - Ana entra em crise e muda tudo em A Vida da Gente!" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Pega Pega e nas outras novelas.


Últimas de Pega Pega


Resumos Semanais

Resumo da novela Pega Pega: Capítulo de 19 de novembro

Sexta, 19/11 (Capítulo 107)
A polícia intercepta o avião de Athaíde e Lígia. Sabine é surpreendida pela polícia e presa pelo sequestro de Dom. Lígia confessa que planejava matar Sabine, e não Mirella. Júlio, Sandra Helena, Agnaldo e Malagueta recebem ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
De Eva Todor a Henrique César: Veja atores de O Cravo e a Rosa que já morreramTeste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmado

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas