Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DEPOIS DO PARTO

Em Pantanal, Maria vira onça para salvar Juma de sucuri: 'Fardo que não pedi'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Maria Marruá (Juliana Paes) em cena da novela Pantanal

Maria Marruá (Juliana Paes) vai virar onça para salvar a vida de Juma na novela das nove

LUANA BENEDITO

luanab@noticiasdatv.com

Publicado em 5/4/2022 - 7h27
Atualizado em 5/4/2022 - 13h36

Maria Marruá (Juliana Paes) vai virar onça para salvar a vida de Juma em Pantanal. A posseira abandonará a recém-nascida em uma canoa após o parto, mas se arrependerá da decisão. "Fardo que não pedi", reclamará. Quando voltar para buscá-la, ela se deparará com a filha prestes a ser atacada por uma sucuri e se transformará no animal pela primeira vez na novela das nove da Globo.

No capítulo desta terça-feira (5), a mulher de Gil (Enrique Diaz) pegará uma canoa sozinha, decidida a dar à luz e abandonar a filha em seguida. "Nasce... Nasce! Que num vô te carrega comigo pro resto da vida... Ocê é filho de Deus, e é pra ele que eu lhe entrega! Nasce... Nasce, fardo que eu num pidí! Nasce!", desabafará a retirante, em trabalho de parto. 

"Quero sofrê tudo agora, pra num tê nunca mais que chorá nessa vida mardita! Filho é só dor e sofrimento... E eu num quero mais sofrê... Eu num guento mais tanto sofrê! Num guento!", implorará Maria, que já viu três herdeiros morrerem em decorrência dos conflitos de terras.

Na sequência, a trabalhadora rural vai parir a criança, que será interpretada na segunda fase por Alanis Guillen. "É minina, minha Nossa Senhora... É minina... Antes que eu queria tanto uma... E ocê só me chega agora... Eu ia lhe chamá de Juma... Mas... Se Deus botô no meu caminho, Ele que carregue!", dirá ela.

Reprodução /TV Globo

Maria Marruá dá luz Juma em canoa

Maria Marruá dá à luz em canoa

Em um ato de desespero, a posseira abandonará a recém-nascida na canoa e deixará a correnteza do rio levá-la. Entretanto, ela verá uma sucuri nas águas perto da embarcação.

A essa altura, Gil estará à procura da mulher, ouvirá os gritos desesperados dela e conseguirá alcançá-la. "Ela tá c'a nossa fia... Ela tá c'o a minha filha... Ela tá... C'o a minha Juma!", afirmará a agricultora ao marido, que entrará no rio para salvar a bebê.

DIVULGAção /TV Globo

Maria Marruá (Juliana Paes) vira onça para salvar Juma de sucuri

Maria Marruá vira onça para salvar Juma

Maria enfrentará a cobra, que dará o bote nela. Ela, então, vai se transformar em onça para defender a menina, lutará para se desvencilhar do abraço da sucuri e pegará Juma. Feito o animal selvagem, a mãe levará a cria pela boca até a beirada do rio, deixando o marido incrédulo com a cena. 

DIVULGAção /TV Globo

Gil (Enrique Diaz), Maria Marruá (Juliana Paes) e Juma na tapera de Pantanal

Gil, Maria Marruá e Juma de volta à tapera 

Originalmente escrita por Benedito Ruy Barbosa e exibida em 1990 pela extinta Manchete (1983-1999), Pantala é adaptado por Bruno Luperi, neto do autor. Diferentemente de outros folhetins exibidos recentemente pela Globo, a história não está totalmente gravada e seguirá o formato de obra aberta, podendo sofrer alterações nos roteiros.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#95 - Juma fica cara a cara com a morte" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Pantanal e outras novelas:


Últimas de Novela Pantanal


Resumos Semanais

Novela Pantanal: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 15 a 27/8

Segunda, 15/8 (Capítulo 121)
José Lucas fica arrasado com a ausência de José Leôncio em seu casamento com Érica. José Leôncio acaba atendendo ao pedido de Filó para hospedar Maria Bruaca, mas deixa claro a Alcides que o peão está ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.