Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

O OUTRO LADO DO PARAÍSO

Disputada na novela, atriz com nanismo lamenta não ter namorado

Fotos Raquel Cunha/TV Globo

Juliana Caldas faz sua primeira novela; Estela terá dois pretendentes na novela das nove - Fotos Raquel Cunha/TV Globo

Juliana Caldas faz sua primeira novela; Estela terá dois pretendentes na novela das nove

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro

Publicado em 15/11/2017 - 7h06

Aos 30 anos, Juliana Caldas faz sua estreia nas novelas com direito a triângulo amoroso na segunda fase de O Outro Lado do Paraíso. Após a trama avançar dez anos no tempo, a partir do dia 24, a personagem com nanismo será disputada por Amaro (Pedro Carvalho) e Juvenal (Anderson Di Rizzi). "Fico feliz pela Estela, que vai ter alguém, enquanto eu ainda não tenho", lamenta.

Sem namorado na vida real, ela diz que mostrar o amor é sempre bem-vindo. Juliana é de São Paulo, trabalhava com teatro infantil até passar nos testes para a novela. A mãe dela possui estatura normal, mas seu pai e irmão têm nanismo assim como ela, que mede 1,22 metro.

"Nunca tive problemas em casa, mas a gente vive o preconceito na sociedade. É a acessibilidade que não existe, o que para mim é um preconceito, o pessoal caçoar de você por ser anã, debochar. Não tem problema me chamar de anã, o problema é o tom pejorativo que alguns usam", explica.

O ator Anderson Di Rizzi fará o lapidador Juvenal 

Chamada na trama pela mãe, Sophia (Marieta Severo), de "monstrengo", Juliana conta que saiu mexida quando gravou as primeiras cenas.

Para a atriz, o tom ácido do texto escrito por Walcyr Carrasco põe o dedo na ferida para mostrar como ser proconceituoso é algo absurdo. 

"Dói. Durante as preparações, teve uma vez em que eu ouvi a Marieta falar e fiquei mal. Ela começou a falar coisas absurdas, eu comecei a chorar, sentindo aquilo que ela estava falando. No final, a Marieta veio chorando porque, para ela, também doeu falar. Foi tudo lindo. Era isso que a gente precisava para começar a interpretar."

Se a personagem de Marieta Severo comete atos extremos, a atriz diz que o comportamento de Estela como a filha mais sensata daquela família mostra que ser anã é também ser uma pessoa normal.

"O jeito que ele [o autor] aborda a personagem é algo muito real. Sem caricatura. Falar do nanismo é mostrar que somos pessoas que têm uma deficiência, mas antes de tudo, somos seres humanos", diz. 

Juliana despista ao ser questionada sobre os pretendente de Estela, alega que o desenrolar da história só Carrasco sabe como será. Mas o ator Pedro Carvalho adianta que seu personagem será como um príncipe de conto de fadas.

Pedro Carvalho entra na segunda fase como Amaro

Amaro é um português que chegará ao Jalapão para negociar pedras preciosas no garimpo de Sophia. A essa altura da trama, prevista para a primeira semana de dezembro, Estela estará morando em uma casa que a mãe construirá lá.

Ele ficará sabendo da história de rejeição da filha de Sophia e iniciará uma amizade com a "pequena". Ela, por sua vez, estará se envolvendo com Juvenal, um lapidador de pedras preciosas interpretado pelo ator Anderson Di Rizzi. 

"Entro na segunda fase, a partir do capítulo 34. Faço um cara que chega de Portugal, galanteador, muito romântico. A personagem da Juliana Caldas vê nele um príncipe encantado da Disney, e ele chama a atenção das mulheres. É interessante o autor ter escrito um cara que se apresenta de forma lúdica e tem um romance com uma pessoa que ninguém considera normal", fala Carvalho.

O português atuou na novela Escrava Mãe, da Record, no ano passado. Foi para Portugal fazer um seriado e conseguiu o papel na novela da Globo assim que voltou para o Brasil em junho deste ano. "Meu personagem é um presente porque também é muito polêmico, misterioso, além desse triangulo amoroso que vai dar o que falar."


Confira cinco reportagens especiais sobre O Outro Lado do Paraíso:

De mimada a 'bicha pão com ovo': os sete mais odiados de O Outro Lado
Clara rejeitada e prisão de pedófilo levaram fãs da novela à loucura
De mocinha sem sexo a pacto com a morte: o fantástico mundo de Walcyr Carrasco
'A primeira tesourada é inesquecível', diz atriz que interpretou vilã da trama
Chega de achincalhar: cinco vezes em que O Outro Lado arrasou

Últimas de O Outro Lado do Paraíso


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?