Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DIVINO FUTEBOL CLUBE

Como acaba Avenida Brasil? Relembre a última cena da reprise do Vale a Pena

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator Juliano Cazarré, em close, respira fundo antes de bater um pênalti caracterizado como o Adauto em Avenida Brasil

Adauto (Juliano Cazarré) prestes a bater um pênalti nas sequências finais de Avenida Brasil

DANIEL FARAD

Publicado em 29/4/2020 - 5h12

A redenção de Carminha (Adriana Esteves) dará lugar à volta por cima de outro personagem nos últimos minutos de Avenida Brasil. A sequência final trará Adauto (Juliano Cazarré) prestes a bater um pênalti decisivo para o Divino Futebol Clube. Ele superará seu trauma pessoal e, de quebra, levará a equipe para a primeira divisão do campeonato.

No passado, o personagem de Juliano Cazarré era uma das principais promessas da associação esportiva presidida por Diógenes (Otávio Augusto). O jogador caiu em desgraça depois de justamente perder uma penalidade máxima que levaria o time para o alto escalão do futebol fluminense.

Olenka (Fabiula Nascimento) desvendará o mistério por trás do piripaque do namorado anos atrás nas cenas que serão exibidas nesta sexta (1º). Ela descobrirá que um adversário cochichou alguma coisa no ouvido do atleta que o fez perder completamente sua concentração.

Depois de rodar toda a cidade, ela finalmente localizará o sabotador. Contra a parede, Ceará (Leandro Develly) confessará que arruinou o seu oponente com um apelido maldoso.

"Chupetinha. Estudei com o Adauto em um colégio interno quando a gente tinha o quê? Uns 15 anos, e ele ainda chupava chupeta. Um dia, os meninos descobriram e começaram a chamar ele assim. Eu sabia disso, sabia que ele tinha vergonha e resolvi falar ali, na hora do pênalti, para desestabilizar", explicará o trapaceiro.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Adauto (Juliano Cazarré) coloca fogo em sua chupeta no último capítulo de Avenida Brasil


Ritual de passagem

Com um jogo decisivo se aproximando, Olenka fará o companheiro passar por um tratamento de choque. Ela o obrigará a queimar a chupeta que ele guarda desde a adolescência e chupa às escondidas. "Não! Queimar a pepeta, não", se queixará o marmanjo. "Queimar a pepeta, sim! Ou você acaba com essa chupeta ou essa chupeta acaba com você", sentenciará a cabeleireira.

Após o objeto virar cinzas, o foco do folhetim de João Emanuel Carneiro voltará para a antagonista de Adriana Esteves. O acerto de contas entre Carminha e Nina (Débora Falabella), entretanto, não será o desfecho da novela. Adauto voltará à cena em meio à partida decisiva para o Divino.

Ele chamará para si a responsabilidade de bater um pênalti bem no final da prorrogação da decisão da segunda divisão do Campeonato Carioca, até então empatado. O esportista respirará fundo, olhará para Olenka e converterá o gol. Em meio a comemoração do título, a bandeira do Divino será "congelada" antes de subirem os créditos.


Saiba tudo que vai acontecer nos próximos capítulos das novelas no podcast Noveleiros

Listen to "#11: Quem matou Max e nudes em Êta Mundo Bom: Vale a Pena Ver de Novo mesmo!" on Spreaker.


Além de acompanhar as emoções finais de Avenida Brasil aqui no site, inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em outras novelas.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do início do BBB21?