ESTREIA NESTA QUARTA

Com mais de 300 capítulos, nova Malhação traz nude, tentativa de suicídio e gordofobia

Raquel Cunha/TV Globo

Carmo Dalla Vecchia e Camila Morgado trarão amor da juventude à tona depois de anos  - Raquel Cunha/TV Globo

Carmo Dalla Vecchia e Camila Morgado trarão amor da juventude à tona depois de anos

MÁRCIA PEREIRA, no Rio de Janeiro - Publicado em 07/03/2018, às 00h05

Malhação: Vidas Brasileiras estreia nesta quarta (7) em cima dos desdobramentos de duas histórias polêmicas: o nude de uma jovem que se espalha na internet e a prisão do pai de outra estudante, acusado de corrupção. Apavorada com o vexame, ela vai tentar se matar. Por trás dos bafos, o foco da novelinha é a educação inclusiva e a valorização do professor. A nova temporada será uma das mais longas. Estão previstos mais de 300 capítulos.

Para não faltar fôlego, a trama investirá em um revezamento de histórias. O formato traçado pela autora Patrícia Moretzsohn é baseado na série canadense 30 Vies. A cada 15 dias, a trama de um dos 17 protagonistas jovens será explorada a fundo.

"Vamos mergulhar no universo de cada um dos adolescentes. A cada etapa, um aluno terá seu protagonismo temporário e conheceremos seu drama pessoal", explica a novelista.

Um dos primeiros dramas será as fotos de nudez de Jade (Yara Charry). A patricinha passará pelo constrangimento de ver suas imagens íntimas circularem pelas redes sociais dos alunos da escola Sapiência. Desesperada, ela receberá o apoio da professora Gabriela (Camila Morgado) para lidar com a situação. 

"Nunca mandei nudes, mas quem curte não pode se privar. Acho que é necessário saber para quem está enviando, e também ter certeza de que quer mostrar o corpo. A Jade fica muito abalada com isso. Ela não se acha feia, não é problema com a imagem. O problema é que ela não consentiu e é isso que vamos discutir", diz a atriz francesa, que estreou na TV com uma participação na novela Velho Chico (2016).

Reprodução/TV Globo

Jade (Yara Charry) vai sofrer com nudes espalhados em redes sociais sem seu consentimento

Logo de cara, o noticiário também invadirá Malhação. O pai de uma jovem rica será preso, acusado de corrupção. "Faço a história de um empresário corrupto que é levado para prestar esclarecimentos na Polícia Federal. O que é interessante é que a câmera não acompanha ele, mas o que isso causa na sua família. Como ficam a mulher, a filha e até a funcionária da casa", conta Edson Celulari, que participa só dos primeiros capítulos como Eduardo.

A filha dele, Pérola (Rayssa Bratillieri), vai tentar se matar tomando remédios. Como a mãe da garota estará atordoada, caberá ao namorado dela tentar esconder isso da família e dos amigos. Depois, a jovem passará vários perrengues porque seu padrão de vida vai cair da noite para o dia. Até andar de ônibus será um drama para a garota.

Além dos muros da escola
Entre os assuntos propostos, também haverá o machismo do marido da professora Gabriela, que será o elo de ligação entre todas as histórias; o aprofundamento sobre o que é gordofobia; e a abordagem da intolerância religiosa contra crenças de matriz africana, como a umbanda e candomblé.

Maternidade precoce, racismo, bullying e assédio também estão no cardápio da trama juvenil, como aconteceu em Malhação - Viva a Diferença, que registrou a melhor média da novelinha em oito anos.

Estevam Avellar/Tv Globo

Eduardo (Edson Celulari) será preso, e sua filha, Pérola (Rayssa Bratilieri), vai tentar suicídio

Camila Morgado afirma que Gabriela é uma educadora que cruza o muro da escola atrás de seus alunos para ajudá-los em todas as suas dificuldades. A professora tem uma família quase perfeita, com um marido participativo e três filhos de diferentes idades que tornam a casa deles mais divertida.

"É uma professora voltada para o outro. Ela pensa mais no outro do que nela mesma. Ela é assim com os alunos e com a família. Não tem muitos limites, é um ser completamente falível. Erra muito, mas tenta se modificar e entender o que está acontecendo. O professor, hoje em dia, tem uma posição muito complicada, porque às vezes é professor, às vezes é um agente social", comenta Camila.

A atriz fez workshops com educadores para entender o quão complexo é o dia a dia deles. Mas a personagem também terá sua vida pessoal retratada na novelinha. É aí que tudo vira de cabeça para baixo. Gabriela vai reencontrar um amor da juventude, Rafael (Carmo Dalla Vecchia).

Política de bolsas de estudos
É justamente esse homem que fará Gabriela mergulhar na vida de jovens que precisam muito de oportunidades. A escola que ela trabalha, a Sapiência, terá uma parceria com a ONG liderada por ele, a Percuso. O objetivo de ambos é promover ensino de qualidade para adolescente bolsistas, além de atividades artísticas.

"É algo recente na história do nosso país, a política de cotas, de levar a universidade para o interior, de favorecer as classe mais baixas. A nossa Malhação fala um pouco disso, a questão dos bolsistas, a gente vê que no momento em que você investe numa classe que tem menos recursos, aquilo vira ouro, é muito precioso", comenta Felipe Rocha, ator que fará Paulo, o marido de Gabriela.

joão cotta/tv Globo

Felipe Rocha, Camila Morgado, Daniel Rangel, Jennifer Oliveira e Maria Rita vivem uma família

Rocha é praticamente uma cara nova na Globo. Apesar de ter feito alguns trabalhos na emissora, ele costuma ser mais visto em séries da TV paga e filmes. Caberá ao seu personagem mostrar uma das forma de preconceito que serão abordadas. 

"O Paulo é muito inseguro. Ele gosta da Gabriela, mas esse amor ultrapassa o limite do que eu acho que seria saudável e vira uma interferência de machismo. Tem muitos assuntos desse gênero no nosso texto, como homofobia, racismo e gordofobia", adianta o ator.

Novatos famosos e anônimos
Em uma turma tão grande de novos talentos, várias histórias diferentes também são encontradas. Tem filha de comediante e de compositor famosos, mas também tem gente que mora sozinho e come macarrão instantâneo porque está longe da família para realizar o sonho de ser artista. 

Alice Milagres, filha da humorista Gorete Milagres, só conseguiu entrar para o elenco em sua quarta tentativa. A garota de 22 anos fará a filha da empregada Rosália (Guta Stresser). É uma personagem que foi criada em Barretos (interior de São Paulo) e chegará ao Rio com um segredo que só será revelado mais para a frente.

"Acredito que tudo acontece na hora que tem que acontecer. Acho que estou mais preparada agora do que há quatro anos", confidencia a jovem.

reprodução/Tv Globo

Flora (Jennifer Oliveira) e Tito (Tom Karabachian) serão casal para 'shippar' na temporada

Ela formará um triângulo amoroso justamente com a filha da patroa de sua mãe, Pérola, e o filho da professora Gabriela, Alex (Daniel Rangel). Guta Stresser conta que a história de Rosália e sua filha é inspirada no filme Que Horas Ela Volta? (2015).

Já o filho do músico Paulinho Moska, o artista Tom Karabachian, é um dos galãs da trama. Romântico, ele começa conquistando Flora (Jennifer Oliveira), mas ao longo da história vai se envolver com Jade, sua colega de banda. Aos 21 anos, o ator interpretará Tito, que tem só 15 anos na novelinha.

Daniel Rangel, de 22 anos, não tem pai famoso e conseguiu o papel depois de anos fazendo teatro e participações em filmes. "Sempre quis ser ator e não tive oportunidade até os 17 anos, quando me mudei de Campos de Goytacazes [interior do Rio de Janeiro] para estudar no Rio [capital]. Estava sempre tentando e pensando que uma hora ia dar certo."

Ele fez uma participação no ano passado em Novo Mundo, mas esse será seu primeiro papel de visibilidade. Alex é um dos protagonistas jovens, e sua história permeará toda a trama, já que é filho da professora Gabriela.

Últimas de Malhação

Outras novelas

Leia também

 

+ Lidas

Enquete

O novo Vídeo Show tem chance de sucesso?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook