Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

INTERPRETA MOA

Cara e Coragem: Marcelo Serrado vive entre amor impossível e dor devastadora

FÁBIO ROCHA/TV GLOBO

Ator Marcelo Serrado surge diante de ventilado e olha para a câmera no cenário de Cara e Coragem

Marcelo Serrado interpreta Moa em Cara e Coragem; dublê terá amor impossível por colega

GUILHERME MACHADO

guilherme@noticiasdatv.com

Publicado em 31/5/2022 - 6h35

Em Cara e Coragem, Moa (Marcelo Serrado) vive um dublê que topa qualquer parada. Na verdade, quase qualquer uma, porque o corajoso guarda uma paixão platônica por sua colega de trabalho, Pat (Paolla Oliveira). O sentimento é mútuo, mas nenhum dos dois consegue assumir o que sente, já que ela é casada. Entretanto, chegará um momento que ele não aguentará mais e se jogará para viver esse amor na novela das sete da Globo. Além disso, o personagem sofre com uma dor devastadora do passado.

"Tem uma coisa interessante, que é esse amor impossível. Quantas vezes na vida temos aquele amor e não achamos que é o momento de vivê-lo. Isso é colocado muito bem na novela. Acho quem tem isso, do público torcer por esse amor. Estamos fazendo com muita delicadeza também para que seja crível", adianta Marcelo Serrado.

Parceira de cena do ator de 55 anos, Paolla tem uma visão um pouco diferente da relação entre os personagens. "Acho que é a graça é que talvez não seja impossível, é possível! Está na dependência dos dois", reforça a beldade. "Sim! É impossível naquele momento", complementa Serrado.

"Acho que é sobre os amores, a princípio, impossíveis e os que já se transformaram. A gente já viu outras vezes na dramaturgia uma heroína que está se separando. Mas aí é sempre um casamento que é fracassado. Mas nem sempre as pessoas não são legais. Às vezes, elas são tão legais que esse casamento vira uma irmandade. Queria falar um pouquinho sobre isso", frisa ainda a autora do novo folhetim, Claudia Souto.

Na novela, Pat tem um casamento estável com Alfredo (Carmo Dalla Vecchia), com quem tem dois filhos. Apesar do marido ser um anjo, a dublê sente que a chama da paixão já se apagou há muito tempo, mas também não tem coragem de abandoná-lo, sobretudo por ele sofrer de uma doença misteriosa.

Química do passado e briga no presente

Já Moa nunca conseguiu assumir outro relacionamento desde que foi abandonado pela mulher, Rebeca (Mariana Santos), que o trocou pelo melhor amigo dele e sumiu no mundo. Para piorar, ela ressurge anos depois, exigindo a guarda do herdeiro. Ou seja, Serrado e Mariana, que foram o casal sensação de Pega Pega (2017), viverão em pé de guerra na nova trama

"A Mariana é uma atriz incrível, com uma potência muito grande. Nossas cenas [na nova novela] são dolorosas, de embate. Acho que o público pode esperar grandes embates e brigas entre nós. Acho que é esse o caminho. Estou muito feliz de poder estar com a Mariana de novo", relata o ator.

"Para mim é incrível ter um ex-casal que se amou tanto na outra novela. O Marcelo e a Mariana trazem para a cena esse passado, essa bagagem. Me lembro quando estava escrevendo uma das primeiras brigas de Rebeca e Moa. O Moa fala para ela: 'Eu te amei tanto!'. Quando eu botei no papel, pensei que ia vir com uma verdade [na tela], porque eles têm isso com experiência", comemora Claudia Souto, que também escreveu Pega Pega. 


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros:

Ouça "#103 - Vale a pena assistir Cara e Coragem? Saiba o que esperar da novela" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Cara e Coragem e outras novelas:


Resumos Semanais

Cara e Coragem: Resumo dos próximos capítulos da novela da Globo - 11 a 14/1

Quarta, 11/1 (Capítulo 195)
Pat revela a Rômulo que estava monitorando os encontros deles para Ítalo. Danilo se desespera com a Citação e exige que Célia arrume um encontro dele com Rebeca. Regina chora com medo de ser presa. Batata ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.