Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

A. MAIA

Atriz de Quanto Mais Vida, Melhor disputou papel de Morte com Fernanda Montenegro

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A. Maia está com a mão no cabelo em foto em camarim de Quanto Mais Vida, Melhor

A. Maia vai interpretar a personagem Morte na novela das sete Quanto Mais Vida, Melhor

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/11/2021 - 9h01

Marcella Maia, mais conhecida como A. Maia, revelou que disputou o papel de Morte em Quanto Mais Vida, Melhor com Fernanda Montenegro e Patricia Pillar. Estreante nas novelas, a atriz já fez participação no filme Mulher Maravilha (2017) e atuou na peça Roda Viva (2018), de autoria de Chico Buarque e direção de Zé Celso Martinez Correa.

"Fiquei sabendo que Fernanda Montenegro e Patricia Pillar chegaram a ser cogitadas para esse papel, mas o diretor [Allan Fiterman] viu meus trabalhos nacionais e no exterior e disse: 'Tem que ser ela!'. Assim, voltei ao Brasil", contou a artista de 30 anos em entrevista ao jornal Extra nesta quinta-feira (4).

A. Maia ainda disse ter feito testes no passado na emissora. "Quase entrei em A Dona do Pedaço [2019], mas não rolou porque eu era parecida fisicamente com Juliana Paes. Isso é levado em consideração numa escalação de elenco. Aí, em meio à pandemia, quando eu tinha acabado de me mudar para Lisboa, recebi uma ligação com o convite para Quanto Mais vida, Melhor."

Mulher trans, a atriz confessou declinar personagens caricatos. "Meus papéis, geralmente, não têm relação com minha identidade de gênero. Esse também será assim. O fato de ser trans não precisa pautar meu trabalho. Levo a atuação muito a sério e digo 'não' para muitos personagens estereotipados. Acredito nesse posicionamento só quando ele é necessário, não invasivo", comentou. Ela passou pela cirurgia de redesignação de gênero há 11 anos.

Reprodução/TV Globo

Morte aparece com superproporção para protagonistas

A. Maia interpreta Morte

No folhetim de Mauro Wilson, a jovem será apresentada de forma lúdica e sedutora ao público. A Morte ganhará superproporção em relação aos protagonistas Paula (Giovanna Antonelli), Flávia (Valentina Herszage), Neném (Vladimir Brichta) e Guilherme (Mateus Solano).

"Minha personagem é envolta em fantasia. O autor se inspirou na Malévola, da Disney, para construí-la. Eu assisti ao filme com Angelina Jolie várias vezes, foi meu material de estudo. Também peguei coisas de outros clássicos, como Elvira [a Rainha das Trevas], para tentar entender esse lugar subversivo", entregou a também cantora. 

Novela estreia em novembro

Com estreia em 22 de novembro, a nova novela das sete contará a história de quatro pessoas completamente diferentes que sofrerão um acidente aéreo. Paula, Guilherme, Neném e Flávia ficarão frente a frente com a Morte e serão avisados de que, dentro de um ano, um deles fará a "passagem" de forma definitiva.

A partir desse encontro, os quatro sentirão medo de se afastarem das pessoas que amam e tentarão resolver tudo com urgência. Em uma corrida contra o tempo, eles passarão a frequentar as vidas uns dos outros, e a Morte terá a missão de corrigi-los e direcioná-los ao caminho mais sensato.

Originalmente, o folhetim se chamaria A Morte Pode Esperar, mas a emissora decidiu modificar o nome devido às milhares de mortes provocadas pela pandemia da Covid-19.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas novelas.


Últimas de Quanto Mais Vida, Melhor!


Resumos Semanais

Quanto Mais Vida, Melhor: Resumo dos próximos capítulos da novela - 25 a 28/5

Quarta, 25/5 (Capítulo 159)
Guilherme e Neném chegam à padaria, mas não conseguem abrir a grade. Flávia perdoa Paula, que tenta fazer o parto da neta. Roni se diverte com Tina e Tigrão, mas fica apreensivo ao perceber uma movimentação ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.