Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PRIMEIRO ELIMINADO

Fora do No Limite 5, Mahmoud conclui: 'Não nasci para viver em tribo'

REPRODUÇÃO/GLOBOPLAY

Imagem de Mahmoud Baydoun sem camisa durante confinamento no No Limite 5

Mahmoud Baydoun no No Limite 5; primeiro eliminado do reality avaliou trajetória no confinamento

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/5/2021 - 16h42

Primeiro eliminado do No Limite 5, Mahmoud Baydoun conseguiu tirar alguns ensinamentos da sua rápida passagem pelo programa. Nesta quarta-feira (12), o sexólogo disse que, durante o reality, percebeu que é possível viver sem celular e chegou à seguinte conclusão: "Não nasci para viver em tribo".

"Antes de vir para o programa, cheguei a intensificar meus exercícios físicos, mas o que pegou foi a convivência. Não nasci para viver em tribo, em grupo, sou muito acostumado a viver sozinho. Isso me atrapalhou, porque comecei a me sentir excluído e ficar na defensiva, acho que não engajei com o grupo", pontuou o ex-integrante da Calango em entrevista divulgada pela Globo.

Baydoun destacou que poderia ter participado das provas com mais intensidade. "Na primeira, todo mundo do grupo participou, menos eu. A minha parte era a de tirar as caixas do mar, mas o grupo não chegou a encontrar as três chaves e não chegou a minha parte. Fiquei com fama do que 'não faz nada', mas acho que também é porque não me foi dada a oportunidade. Se pudesse fazer diferente, teria me oferecido para cavar", reforçou.

Por terem perdido a Prova de Imunidade, os ex-BBBs da Calango enfrentaram o primeiro Portal de Eliminação da temporada. O sexólogo recebeu cinco votos (André Martinelli, Angélica Ramos, Arcrebiano de Araújo, o Bil, Carol Peixinho e Jéssica Mueller), o que acarretou na sua eliminação.

"Não sou uma pessoa proativa, não faço as coisas por livre e espontânea vontade. Apesar de ter me oferecido várias vezes, acho que eles dispensavam a minha ajuda porque já estavam pretendendo votar em mim", comentou ele.

Fora do reality, Mahmoud entregou que está torcendo para Kaysar Dadour e Gleici Damasceno: "Acho que o jogo é a cara do Kaysar e gosto muito da Gleici, espero que os dois se deem bem no jogo".

"Durante os dias de confinamento e jogo, tive poucos níveis de ansiedade. Aqui fora, sou muito viciado em celular e isso me gerava problemas de concentração, pensamento acelerado. Ficar sem celular é algo que vou levar. A vida não cabe nas redes sociais, tem muito mais que isso pra viver", afirmou ele ao celebrar um dos aprendizados conquistados no programa.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube para conferir nossos boletins diários sobre BBB21


Saiba tudo sobre reality shows com o podcast O Brasil Tá Vendo

Ouça "#38 - Cinco novidades que prometem bombar o Power Couple 5!" no Spreaker.


Últimas de No Limite 5

Leia também

Web Stories

+
De violência doméstica a desemprego: Como está o elenco de Roque SanteiroDe Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a históriaDe série com Liniker a nova temporada de Elite: Confira os lançamentos da semanaBastidores de O Diabo Veste Prada tiveram atriz deprimida e look vetado, saiba maisJuliette, Zico e Anitta: Sete celebridades que viraram tatuagens de fãs

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou de ver Tiago Leifert no comando da Super Dança dos Famosos?