Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Boa forma

Grazi Massafera vai ensinar como conquistar um corpão com balé

Marcus Pavão/Agnews

Grazi Massafera vai falar dos benefícios do balé no programa Superbonita, do GNT - Marcus Pavão/Agnews

Grazi Massafera vai falar dos benefícios do balé no programa Superbonita, do GNT

AVA FREITAS

Publicado em 3/8/2014 - 19h00
Atualizado em 5/8/2014 - 4h41

Na nova temporada do programa Superbonita, que estreia em setembro no canal pago GNT, Grazi Massafera vai trazer dicas sobre como manter a forma com as técnicas do balé clássico. A atriz e apresentadora publicou recentemente, em sua conta no Instagram, fotos nas quais testa uma sapatilha de ponta e tenta se equilibrar com o calçado pela primeira vez.

Adeptas da dança, famosas como Luana Piovani, Sabrina Sato e Alinne Moraes conhecem o poder da modalidade para deixar o corpo bem definido. Entre os ganhos da atividade, estão alinhamento da postura, melhora da respiração, definição muscular e flexibilidade.

“Quem não gosta de malhar na academia pode encontrar no balé clássico um respaldo muito completo. Quando bem realizados, os movimentos da dança trazem uma linha de definição muscular longilínea, enquanto, nas academias, o trabalho é de fortalecimento”, afirma Alexandra Manolio, graduada em dança pela Unicamp (Universidade Estadual Paulista) e professora de balé clássico da academia Danz’Arte, em São Paulo.


Grazi mostrou na sua conta do Instagram fotos da gravação do programa Superbonita sobre balé

Alexandra também destaca a vantagem da técnica para a coordenação do corpo. “As aulas são compostas por sequências de passos que devem ser decoradas. Associar o trabalho das pernas e braços, que dão suporte ao equilíbrio do bailarino, assim como a movimentação da cabeça, vai gerar toda a graciosidade da dança, que se completa com a música clássica”, diz a profissional.

Quem nunca praticou o balé clássico e tem receio de começar já na vida adulta não precisa ter medo. Alexandra explica que, diferentemente de uma criança, o corpo do adulto está mais preparado e necessita apenas de alguns ajustes para realizar os exercícios com mais precisão.

“Geralmente, adultos têm mais dificuldade de decorar as sequências e coreografias, mas memória também é treino. Com a prática, os códigos começam a se estabelecer e a facilitar a relação de aprendizado”, fala a professora.

Para iniciar, o ideal é a participação em aula duas vezes por semana. “O balé não é apenas uma atividade física, ele ajuda a esvaziar a mente e a preencher o coração. É uma atividade plena”, afirma Alexandra.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.