Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TOPA TUDO POR DINHEIRO

SBT leiloa foto de Silvio Santos molhado em estreia no mercado de criptoarte

REPRODUÇÃO/SBT

Silvio Santos rindo dentro de um tanque de água no palco do Topa Tudo por Dinheiro

Silvio Santos entrou na brincadeira clássica do Topa Tudo por Dinheiro, em 1992, e se molhou no palco

ODARA GALLO

odara@noticiasdatv.com

Publicado em 5/9/2021 - 6h45

Quanto vale uma foto de Silvio Santos molhado no palco do icônico programa Topa Tudo por Dinheiro (1991-2001)? O SBT vai testar o amor --e o bolso-- dos fãs em sua nova incursão comercial: leilão de obras com certificado digital. Marcada pelos tradicionais programas de auditório e pelas canastronas novelas mexicanas, a emissora resolveu se arriscar no mercado tecnológico de criptoarte, ainda pouco popular no Brasil.

Cada uma das quatro fotos disponíveis no leilão terá apenas um NFT (token não-fungível, em tradução livre), que é a certificação de que determinada obra digital é autêntica e tem um dono. Os lances para arrematar imagens de Silvio Santos em quatro diferentes momentos de sua trajetória são feitos em criptomoeda e partem de valor equivalente a R$ 40.

"É uma oferta para os fãs do SBT, do Silvio Santos e entusiastas de criptoarte principalmente --além de todos os que gostam de inovação, tecnologia e criptomoedas", explica Fernando Pensado, chefe de Inovação da emissora.

Foto do cachorro que virou meme foi o NFT mais caro da história, arrematado por R$ 20 milhões

Para quem não está familiarizado com o assunto, pode parecer estranho pagar para ter uma foto que pode ser encontrada em uma simples busca na internet. Pois saiba que, em junho deste ano, a imagem de uma cadela da raça Shiba Inu que viralizou como meme foi negociada por R$ 20 milhões e ganhou o título de NFT mais caro da história.

O valor inicial de cada foto de Silvio Santos não chega nem perto do oferecido por Doge, o meme milionário. O executivo do SBT explica que a forma modesta com que a empresa entra no mercado faz parte de um experimento.

"Surgiu da ideia de colegas que atuam na área de engenharia, e o SBT Lab auxiliou no processo de execução envolvendo os diversos stakeholders para lançar. Tudo isso em prazo muito curto com o objetivo de experimentar, aprender e ao mesmo tempo validar algumas teses, como por exemplo, como seria a oferta destas criptoartes para o público", relata Pensado.

Sabemos que o mercado ainda está em desenvolvimento e que o processo de compra destas criptoartes por boa parte do público não é tão simples ainda, mas que sim, pode surgir uma oportunidade, um novo mercado e devemos experimentar.

Se der certo, a ideia é abrir cada vez mais o acervo e transformar a história da emissora em lucro com venda direta. "Estamos avaliando outros formatos que variam de gifs a vídeos. Começamos com as quatro imagens que representam muito da história do SBT e do Silvio Santos, mas temos um acervo muito rico e construído ao longo dos últimos 40 anos, além de novos produtos que o SBT está trabalhando e deverá lançar nos próximos meses", prospecta o executivo.

A iniciativa do SBT na comercialização de obras digitais de seu acervo via NFT foi realizada em parceria com a empresa InspireIP. Caroline Nunes, CEO da companhia, espera que o projeto colabore para a ampliação do mercado no Brasil.

"O leilão de NFT do SBT vai permitir que o conhecimento sobre criptomoeda e Blockchain chegue a toda a população. Teremos netos, pais e avós pesquisando sobre a tecnologia, querendo participar do leilão, dando lances. É muito mais que um simples leilão de NFT. É uma revolução cultural", aponta ela.

O que é NFT?

A sigla em inglês para "token não-fungível" é um código único que serve como selo de autenticidade para qualquer obra digital. O NFT é registrado via blockchain, tecnologia criada para deixar transações digitais --como uso de criptomoeda-- mais seguras.

Qualquer conteúdo digital pode ser atrelado a um NFT por seu proprietário e negociado a partir daí. Assim como a foto da cadela que virou meme, o primeiro tuíte da história também foi leiloado, e seu valor chegou a R$ 13,7 milhões.

Os NFTs anunciados pelo SBT no leilão são quatro imagens do dono da emissora: Onde Tudo Começou, uma foto de 1981, ano em que foi assinada a concessão do SBT; De Casa Nova, tirada em 1996, quando a emissora passou a funcionar no Complexo Anhanguera; Topa Tudo por Dinheiro, de 1992, o registro do apresentador após cair em um tanque de água no palco; e Teleton, na edição de estreia do evento beneficente, em 1998.

Os lances serão aceitos até 30 de setembro, às 17h (horário de Brasília), e o passo a passo para participar pode ser encontrado neste link.


Leia também

Web Stories

+
Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13Vereda Tropical no Globoplay: Veja por onde andam cinco atores sumidos da novelaGlobo Esporte, Zero 1 e BBB: Confira trajetória de Tiago Leifert na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?