Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EM 2022

Disney 'mata' ESPN Brasil após 26 anos no ar e muda o nome do Fox Sports

REPRODUÇÃO/ESPN BRASIL

Daniela Boaventura com um vestido preto, no estúdio do programa Futebol 90

Daniela Boaventura, apresentadora da ESPN Brasil; marca deixará de ser usada em janeiro de 2022

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 12/11/2021 - 16h52

A Disney vai descontinuar a ESPN Brasil a partir de janeiro de 2022. O canal esportivo da TV paga será chamado apenas de ESPN a partir do ano que vem, num desejo da empresa de reformular e tornar totalmente unificada a marca em toda a América Latina. O Fox Sports também mudará de nome, mas a marca continuará sendo usada em um canal secundário.

A informação foi confirmada pela Disney ao Notícias da TV. O canal ESPN Internacional, que era chamado apenas de ESPN, virará ESPN 2. A ESPN 2 por sua vez será ESPN 3. O Fox Sports 1 irá virar ESPN 4. O Fox Sports 2 continuará no ar com este nome e terá a Libertadores como sua principal atração. O ESPN Extra também seguirá com a atual nomenclatura.

A troca será oficializada em 17 de janeiro do ano que vem. A informação da data foi dada inicialmente pelo site NaTelinha. A reportagem apurou que a troca de nome foi definida na semana passada e passa pelo desejo da Disney de unificar seus canais na América Latina.

Na Argentina, por exemplo, o nome ESPN sozinho sempre foi usado, assim como em outros países. A ideia é fazer com que o canal principal seja reconhecido em qualquer lugar por qualquer pessoa, como uma única TV. Uma campanha de lançamento e abandono da marca ESPN Brasil será realizada.

A história da ESPN Brasil

A ESPN Brasil entrou no ar em 1995, como uma sucessora da TVA Esportes. O canal foi um joint-venture entre o Grupo Abril e a Disney, inicialmente. O conglomerado multinacional comprou a totalidade das ações do canal em 1999. Em 2019, a Disney assumiu de forma mais próxima o comando do canal por aqui --antes, havia uma espécie de terceirização.

O grande executivo da ESPN Brasil foi o jornalista José Trajano, que ficou na empresa entre 1995 e 2012. Ele criou um estilo considerado diferente para um canal esportivo e fez a TV ter fãs fervorosos. Não haverá mudanças na programação. Programas como ESPN FC e Linha de Passe seguem na grade.

O Fox Sports continuará a ser usado como uma forma de cumprir o acordo de fusão entre ESPN e Fox com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), aprovado em maio de 2020. Mesmo com o nome Fox Sports 2, jogos da Libertadores ainda serão mostrados por lá. Mas, a partir de 2022, os canais ESPN podem ser usados para as partidas.

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas