LUCIANO HANG

Apoiador de Bolsonaro, dono da Havan suspende contrato publicitário com a Globo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Luciano Hang, dono da Havan, em entrevista para o jornal Bom Dia Rio Grande, da RBS TV, afiliada da Globo, em fevereiro de 2018

Luciano Hang, dono da Havan, em entrevista para a RBS TV, afiliada da Globo, em fevereiro de 2018

REDAÇÃO - Publicado em 07/11/2019, às 09h34

Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, emitiu um comunicado para informar que a empresa suspendeu todos os contratos publicitários de veiculação nacional com a Globo. Na nota publicada na manhã desta quinta-feira (7), o empresário, que se declara um grande apoiador do presidente Jair Bolsonaro, disse que não voltará a anunciar enquanto os programas da emissora "prestarem um desserviço à nação e irem contra os valores da família brasileira". 

As campanhas serão tiradas dos intervalos dos jornais Bom Dia Brasil, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Jornal da Globo; da novela Malhação; e do programa de auditório Caldeirão do Huck. 

"Não compactuamos com Jornalismo ideológico e algumas programações da Rede Globo nacional e estamos sendo cobrados pela sociedade e nossos clientes", disse a Havan, no comunicado. 

Confira o comunicado na íntegra: 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook